Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
31Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
CONTRATAÇÃO DE EMERGENCIA INCISO IV - Lei Federal nº 8 666/93

CONTRATAÇÃO DE EMERGENCIA INCISO IV - Lei Federal nº 8 666/93

Ratings: (0)|Views: 11,815 |Likes:
Published by JURIDICO
conceito e roteiro de contratação de emergencia
conceito e roteiro de contratação de emergencia

More info:

Published by: JURIDICO on May 03, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/23/2013

pdf

text

original

 
CONSIDERAÇÕES SOBRE CONTRATAÇÃO DE EMERGENCIAE ROTEIRO DE CONTRATAÇÃO EMERGENCIALINCISO IV – art. 24 da Lei Federal nº 8666/93Nesse sentido é a jurisprudência dominante nos Tribunais Pátrios:“Constitucional. Administrativo. Licitação. Prestação de serviços delimpeza e conservação. Obrigatoriedade. Sucessivas revogações eanulões de certames anteriores. Finalidade. Imposiçãoinjustificada de óbice à participação da impetrante nas licitações.Ilegalidade da conduta da autoridade coatora. Indisponibilidade dointeresse blico. Negligência. Caracterizão de situãoemergencial. Hitese de dispensa e inexigibilidade. Exceção.1. Ressalvadas as hipóteses previstas na legislação, as obras,serviços, compras e alienações promovidas pela Administraçãoserão precedidas de licitação pública, a qual tem por finalidadeobservar o prinpio constitucional da isonomia e selecionar aproposta que lhe for mais vantajosa. Inteligência do art. 37, XXI, daConstituão Federal c/c art. , caput, da Lei 8.666/93.2. Afigura-se ilegal a conduta perpetrada pela autoridade coatoraque, por meio de sucessivas revogações e anulações das licitaçõespromovidas, busca impedir a participação da impetrante, de formainjustificada, em qualquer procedimento que vise à contratação de
egomes@ial.sp.gov.br ewww. adm-ial.blogspot.com
 
empresa para prestação de serviços de limpeza e conservação, fatoque contraria os prinpios constitucionais da igualdade, damoralidade e da impessoalidade.3. A atuação do Administrador deve sempre orientar-se àconsecução do interesse público, observando-se, contudo, que nãopossui a disponibilidade do interesse a que persegue.4.A negligência da conduta da Administração não pode servir comofundamento à caracterização de situação emergencial criada aotalente do administrador, na medida em que a realizão delicitação para compra de bens e serviços é a regra a ser seguida.As hipóteses de dispensa e inexigibilidade constituem exceções,nos estreitos limites preconizados nos arts. 24 e 25 da Lei 8.666/93.(TRF, 1ª R., REOMS nº 199932000061805, Des. Federal SeleneMaria de Almeida, 07.06.2004).Contudo, a Administração Pública, afim de realizar a seqüência de atos relativos a um procedimentolicitatório, em especial por respeito aos princípios constitucionais delegalidade, igualdade e publicidade de seus atos, sujeita-se ao fator “tempo”, para produzir os efeitos desejados por uma contratação.Reconhece-se, todavia, que, povezes, o decurso desse prazo pode inviabilizar o atendimento dointeresse blico, ensejando em possíveis prejzos a bens e
egomes@ial.sp.gov.br ewww. adm-ial.blogspot.com
 
pessoas. Em tais casos, não pode permanecer inerte oadministrador público diante de fatos que reclamam providênciasque serviriam para rebater e conter as situações emergenciaisSegundo os entendimentos das nobres juristas ,”(DI PIETRO, MariaSylvia Zanella. D´AVILA, Vera Lucia Machado. Temas Polêmicossobre Licitações e Contratos. 3 ed. 1998. São Paulo. Malheiros, p.91).“O enfoque, portanto, delimitador da definição de emergência eurncia, parece convergir ao aspecto ´tempo´, ou seja, àverificação de que a via normal de decurso de um procedimentolicitatório, sem que medidas efetivas sejam imediatamente adotadaspelo administrador, pode transforma-se em resultado danoso àscoisas e pessoas, comprometendo a seguraa das mesmasUrge em tais casos, o empenho por parte da Administração emdemonstrar, de forma clara, a existência de situação fáticaexcepcional e emergencial que justifique a dispensa doprocedimento licitatório, bem como a cabal indicação de que esteconstitui o único meio viável para sanar ou minorar o dano iminenteàs pessoas ou bensNesse escopo, é possível verificar que a contratação direta decorrente do permissivo do art. 24, incisoIV da Lei nº 8.666/93, para que encontre respaldo legal, deverábasear-se em justificativas tanto quanto necessárias sobre asituação emergencial, além de claramente sinalizar no sentido de
egomes@ial.sp.gov.br ewww. adm-ial.blogspot.com

Activity (31)

You've already reviewed this. Edit your review.
edilaineteixeira added this note
edilaineteixeira
1 thousand reads
1 hundred reads
Carlos Alberto liked this
Fernando Cabral liked this
ddgutie liked this
Patricia Veiga liked this
prof marco liked this
prof marco liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->