Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Teoria da Comunicação Resumo

Teoria da Comunicação Resumo

Ratings: (0)|Views: 318|Likes:
Published by HeinCom
Resumo rápido sobre teoria da comunicação, massa, multidão, teoria hipodermica
Resumo rápido sobre teoria da comunicação, massa, multidão, teoria hipodermica

More info:

Published by: HeinCom on May 11, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/01/2013

pdf

text

original

 
Hein? Comunicação Page 1
Teorias da Comunicação
Século XIXGustav Le BonA civilização está em risco com as massas emergentes pois líderes políticos poderiam manipular as pessoas.Gabriel Tarde
Discorda de Le Bom. Para Gabriel a “massa” é formada geograficamente e o púlico é fromado socialmente. Com isso a
imprensa estaria criando públicos pois permitiria que pessoas distanciadas geograficamente pudessem partilhar idéias.
Percebe-
se a dificuldade em elaborar conceitos de “multidão” e “massa” 
 
Portanto existem três tipos de comportamento coletivo
Multidão
Origem biológica
 –
ação de ferormônios que levam pessoas que convivem a agir de forma igual, mas involuntariamente.Ex: linchamentos, revoltas, tumultos, incêndios onde morrem mais pessoas pisoteadas do que queimadas.É impossivel parar uma multidão com a força ou a razão por isso o uso de gás lacrimogêmio:- inibe a ação dos ferormonios-irritação nos olhos dá a sensação de que estão sozinhosUm indivíduo só age em multidão se tiver certeza que está incógnito, ou seja, é a certeza de que seus atos individuaisnão serão percebidos que dá a multidão a liberdade de agir.É necessário dar uma alternativa de ação pois leva o individuo a pensar
 –
multidão que pensa vira individuo.
Massa
Age conforme a multidão, mas sem a influência dos ferormônios.Nos grandes centros as pessoas são isoladas e solitárias
 –
sofrem grande influência dos Meios de Comunicação de Massa
 –
MCM.surge um novoagrupamento humano. Devido ao processo deindustrialização pessoas foram forçadas à deslocarem-se paragrandes centros o que forçou um contato com desconhecidos.Novo comportamento coletivo: Sieghele
 –
A ImprensaManipula a Massa. Comportamento em Massa é a Novidade doséculo XIX: MCM + INDUSTRIALIZAÇÃO
 
Hein? Comunicação Page 2
A principal caracteristica da massa é o
 pseudo-pensamento
Pseudo-PensamentoNa realidade o grande poder massificante da sociedade é que o individuo não acredita que é apenas uma peça e suas
“idéias”
na realidade foram implantadas pela midia.No âmbito biológico: a ambição máxima de um mamiferi é ser aceito pelos seus pares
 –
instinto de Rebanho. Podemosverificar isso no clássico exemplo comport
amental : “Ficar na Moda” –
os Meios de Comunicação usam a necessidade
“rebanho” para vender produtos.
 
Público
É racional, defende sua individualidade e não se deixa manipular. Suas opiniões são frutos de um raciocínio pessoal.Para Jung: público passou pelo processo de individualização e é capaz de tomar decisões sozinho.Da mesma forma que a mídia cria a massa ela pode criar o público exemplos: filmes de consciência crítica, fóruns dediscussão.
Teoria da Agulha Hipodérmica
Primeira metade do séc XX
“Toda resposta corresponde a um estimulo”
 Não há estímulo sem resposta. Indivíduos são estudados e compreendidos de acordo com suas reações e estímulos.
E R
A aundiência é vista como amorfa.O estímulo é a publicidade. Os MCM têm a resposta que desejam da audiência desde que o estímulo seja aplicado deforma correta.
Mídia = agulha que injeta conteúdos diretamente no cérebro dos receptores.
A massa acredita que pensa, mas só repete o queouve dos meios de comunicação
 
Hein? Comunicação Page 3
Exemplo 1
Em outubro de 1938 a transmissão de rádio de “A Guerra dos Mundos” em forma de noticiário
gerou pânico porque aspessoas ignoraram os avisos iniciais de que era ficção.Exemplo 2Utilização dos MCM
 –
rádio e cinema pelo regime nazista.
O Funcionalismo e a Escola de Frankfurt compartilham a idéia de “ Media Toda Poderosa”
 
Two Step Flow
O funcionalista Lazzarfield descobriu que o grupo em que as pessoas convivem direcionam a ionterpretação que ele temdos MCM.As mensagems midiáticas passam por dois degraus:1) Formadores de Opinião2) A leitura dos MCM não está limitado ao objetivo dos emissores.
Cultura Pop e Indústria CulturalIndústria Cutural
Desde a Escola de Frankfurt que esse tema é usado para configurar produtos veiculados pelos MCM que não são frutosda elite e nem dos pobres.Peças culturais são fabricadas para serem consumidas.
“ A Dialética do Iluminismo” 1947 –
Horkheimer e AdornoAs afirmações da Escola de Frankfurt foram feitas em um periodo de transição :Para Adorno com o Iluminismo o homem livrou-se do medo do mito e da magia, mas não libertou-se pois tornou-sevítima da dominição técnica.Os MCM
 –
que são resultado direto do desenvolvimento da técnica
 –
teve papel importante na escravização da massa.SociedadeIndustrialSociedadeInformaão

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Wallace Luiz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->