Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
18Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Factores e causas da Pobreza e Exclusão Social

Factores e causas da Pobreza e Exclusão Social

Ratings: (0)|Views: 11,361|Likes:
Published by aaaatcs

More info:

Published by: aaaatcs on May 15, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

05/26/2013

pdf

text

original

 
Factores e causas da Pobreza e Exclusão Social
O carácter multidimensional e sistémico da pobreza e da exclusão social e a variedade dassuas manifestações tornam relativamente complexa a tarefa de identificação dos elementosque estão na sua origem, bem como a clarificação das potenciais relações de causalidadeestabelecidas. Resultam da interacção e convergência de múltiplas desvantagens sociais quedesencadeiam no seu conjunto um cenário propício à sua propagação.Os fenómenos da pobreza e da exclusão social têm subjacentes, segundo o Projecto de LutaContra a Pobreza, factores macro (globais); factores meso (locais ou sectoriais); factoresmicro (pessoas e famílias), sendo os últimos os que mais interesse têm para este projecto deinvestigação.Os primeiros, dizem respeito às configurações estruturais da economia mundial e dos modelosde desenvolvimento e de organização e funcionamento dos sistemas económicos e financeirospredominantes no Mundo num determinado período.Os factores meso podem ter origem nas políticas macro ou nos elementos culturaisdominantes, têm um impacto mais significativo ao nível local ou sectorial.Os factores micro englobam variáveis como dimensão e estatuto da família, saúde, idade,educação, percursos e histórias de vida, projectos de vida, opções pessoais e oportunidadesaproveitadas e perdidas.É, no fundo, um conjunto de elementos intensamente interligados cuja importância,enquanto factores de pobreza e exclusão social, se faz sentir fundamentalmente através dasinteracções estabelecidas ao nível pessoal e familiar.
 
Dimensão e estatuto da família – A transmissibilidade intergeracional da pobreza é uma viaprivilegiada de perpetuação do fenómeno. As condições de vida da família condicionam ofuturo das crianças nascidas em agregados pobres, quer através dos recursos materiaisdisponíveis, quer dos aspectos sociais e culturais que caracterizam alguns modos de vida emsituação de pobreza. Daí, a importância do Estado, das instituições de apoio social, das ONG eda comunidade como agentes dissuasores dos ciclos familiares de pobreza e exclusão social.Saúde – O estado de saúde influencia o nível e rendimento, através da produtividade e dasdespesas realizadas com os cuidados médicos. Razão pela qual, se pode afirmar que a doençapode induzir ao empobrecimento e à exclusão social.Idade – Os idosos estão, especialmente, expostos à pobreza e à exclusão social.Educação – A população pobre, na sua maioria, possui fracos níveis de educação e deformação profissional, o que dificulta a sua inserção no mercado de trabalho. A relação entreeducação e pobreza quase que forma um ciclo vicioso, isto é, as pessoas são pobres porquenão conseguiram investir ou investiram pouco em si próprias, mas os pobres têm escassosrecursos para aplicar em formação.
.-..
 
Pobreza
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para:navegação, pesquisa Bairro de latadeJacarta,Indonésia. Poluição hídricade umcórregoem uma dasfavelas indianas. O saneamento básico   precário é um dos maiores problemas das favelas.A
pobreza
pode ser entendida em vários sentidos, principalmente:
Carência material; tipicamente envolvendo as necessidades da vida cotidianacomoalimentação,vestuário,alojamentoe cuidados de saúde. Pobreza neste sentido pode ser entendida como a carência de bens e serviços essenciais.
Falta de recursos económicos; nomeadamente a carência derendimentoouriqueza(não necessariamente apenas em termos monetários). As medições donível económico são baseadas em níveis de suficiência de recursos ou em"rendimento relativo". A União Europeia, nomeadamente, identifica a pobrezaem termos de "distância económica" relativamente a 60% do rendimentomediano da sociedade.
Carência Social; como aexclusão social, a dependência e a incapacidade de participar na sociedade. Isto inclui aeducaçãoe a informação.As relações sociais são elementos chave para compreender a pobreza pelas organizaçõesinternacionais, as quais consideram o problema da pobreza para lá da economia.
 
Carência energética para mudar o que não pode ser mudado, o impossível estadentro de vossa mente, a superação dos paradigmas faz a ponte de um estado- baixo em estado-alto. Falta de auto-estima, baixa espiritualidade.
Etimologia
A palavra "pobre" veio dolatim"pauper", que vem de
 pau-
= "pequeno" e
 pario
= "douà luz" e originalmente referir-se-ía a terrenos agrícolas ougadoque não produziam odesejado.
Medir a pobreza
Mapa-múndi, indicando o Índice de Desenvolvimento Humano (2009)
 
 ██ acima de 0,950
 
 ██ 0,900–0,949
 
 ██ 0,850–0,899
 
 ██ 0,800–0,849
 
 ██ 0,750–0,799 ██ 0,700–0,749
 
 ██ 0,650–0,699
 
 ██ 0,600–0,649
 
 ██ 0,550–0,599
 
 ██ 0,500–0,549 ██ 0,450–0,499
 
 ██ 0,400–0,449
 
 ██ 0,350–0,399
 
 ██ abaixo de 0,350
 
 ██ sem dados
Estimativas do do relatório de Perspectivas da População Mundial dasNações Unidas (2006) Período:2005-2010 esperança de vidaa partir do nascimento (anos).
 
 ██ mais que 80
 
 ██ 77.5-80.0
 
 ██ 75.0-77.5
 
 ██ 72.5-75.0
 
 ██ 70.0-72.5
 
 ██ 67.5-70.0
 
 ██ 65.0-67.5 ██ 60-65
 
 ██ 55-60
 
 ██ 50-55
 
 ██ 45-50
 
 ██ menos que 45
 
 ██ sem dados

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->