Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Planeta Terra

Planeta Terra

Ratings: (0)|Views: 1,281 |Likes:

More info:

Published by: Hilda Kriger de Lima on May 18, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/13/2012

pdf

text

original

 
Planeta TerraE O SISTEMA SOLAR
O sistema solar é composto pelo Sol e por todos os astros que giram ao seu redor.
O nosso sistema solar consiste de uma estrela média, a que chamamos o Sol, os planetas Mercúrio,Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. Inclui: os satélites dos planetas; numerososcometas, asteróides, e meteoróides; e tudo o que existe no espaço interplanetário. O Sol é a fonte mais rica deenergia eletromagnética (principalmente sob a forma de calor e luz) do sistema solar. A estrela conhecida mais próxima do Sol é uma estrela anã vermelha chamada Próxima Centauri, à distância de 4.3 anos-luz.O sistema solar completo, em conjunto com as estrelas locais visíveis numa noite clara, orbitam emvolta do centro da nossa galáxia, um disco em espiral com 200 bilhões de estrelas a que chamamos Via Láctea.A Via Láctea tem duas pequenas galáxias orbitando na proximidade, que são visíveis do hemisfério sul. Têmos nomes de Grande Nuvem de Magalhães e Pequena Nuvem de Magalhães. A galáxia grande mais próxima éa Galáxia de Andrômeda. É uma galáxia em espiral, tal como a Via Láctea, mas é 4 vezes mais massiva e estáa 2 milhões de anos-luz de distância. A nossa galáxia, uma de bilhões de galáxias conhecidas, viaja peloespaço intergaláctico.Os planetas, a maior parte dos satélites dos planetas e os asteróides giram em volta do Sol na mesma direção,em órbitas aproximadamente circulares. Se olharmos de cima do polo norte solar, os planetas orbitam numsentido anti-horário. Os planetas orbitam o Sol num mesmo plano, ou próximo, chamado a eclíptica. Plutão éum caso especial, porque a sua órbita é a mais inclinada (18 graus) e a mais elíptica de todos os planetas. Por isso, durante uma parte da sua órbita, Plutão está mais perto do Sol do que Netuno. O eixo de rotação da maior  parte dos planetas é aproximadamente perpendicular à eclíptica. As exceções são Urano e Plutão, que estãoinclinados para um lado.O Sol contém 99.85% de toda a matéria do Sistema Solar.
Espaço Interplanetário – é composto por
diversas formas de energia e pelo menos dois componentesmateriais: poeira interplanetária e gás interplanetário. A poeira interplanetária consiste de partículas sólidasmicroscópicas. O gás interplanetário é um tênue fluxo de gás e de partículas carregadas, principalmente prótons e elétrons -- plasma -- que flui do Sol, chamado o vento solar.
Os Planetas Terrestres
Os planetas terrestres são os quatro planetas mais interiores no sistema solar, Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.São denominados de terrestres, porque tem uma superfície compacta rochosa tal como a Terra. Os planetasVênus, Terra e Marte têm atmosferas significativas enquanto em Mercúrio é quase nula. O diagrama seguintemostra a distância aproximada dos planetas terrestres ao Sol.
Os Planetas Jupiterianos
Júpiter, Saturno, Urano, e Netuno são conhecidos por planetas Jupiterianos, ou Jovianos (semelhantes aJúpiter, ou Jove), porque são todos gigantescos comparados com a Terra, e tem uma natureza gasosa tal comoJúpiter. Os planetas Jovianos também são referidos como os gigantes gasosos, apesar de alguns ou todos poderem possuir pequenos núcleos sólidos.APRESENTAR VÍDEO E DEPOIS SLIDES SOBRE A VIA LÁCTEA (EXPLICAÇAO ABAIXO)
Nossa galáxia
é
a
VIA LÁCTEA
, composta por um conjunto de aproximadamente 100 bilhões deestrelas e possui um formato similar ao de um disco achatado, mais grosso no centro, de ondepartem vários braços em forma de espiral, os quais se estendem até um diâmetro de quase100.000 anos-luz. Num desses braços, mais precisamente no
Braço de Órion,
localiza-se o nosso
Sistema Solar 
, a uma distância de 30.000 anos-luz do núcleo da galáxia.
Esta imagem da nossa galáxia, a Via Láctea, foi tirada com auxílio do Diffuse Infrared BackgroundExperiment (DIRBE), do Cosmic Background Explorer (COBE), da NASA. Esta imagem inédita mostra a ViaLáctea numa perspectiva lateral com o polo norte galáctico em cima, o polo sul em baixo e o centro galácticono centro. A figura combina imagens obtidas em vários comprimentos de onda próximo do infra-vermelho. Asestrelas da nossa galáxia são a fonte dominante de luz nestes comprimentos de onda. Mesmo sendo o nossosistema solar uma parte da Via Láctea, esta vista parece ter sido obtida de longe porque grande parte da luzvem da população de estrelas que estão mais próximas do centro galáctico do que o nosso Sol. (Cortesia NASA)A Galáxia de Andrómeda, M31, está a uma distância de 2.3 milhões de anos-luz, sendo por isso a galáxiagrande mais próxima da nossa Via Láctea. M31 domina o pequeno grupo de galáxias (de que a nossa ViaLáctea também faz parte), e pode ser vista a olho nu como uma "nuvem" alongada com o comprimento de umaLua cheia. Tal como a Via Láctea, M31 é um disco de estrelas gigante em forma de espiral, com umaconcentração de estrelas mais velhas no centro em forma de bolbo. Sabe-se de há muito tempo que a M31 tem
 
no centro um grupo brilhante e extremamente denso com alguns milhões de estrelas aglomeradas. (CortesiaJason Ware)O Sistema Solar Durante as últimas três décadas uma miríade de exploradores espaciais escaparam aos confins do planeta Terrae foram descobrir os nossos vizinhos planetários. Esta imagem mostra o Sol e todos os nove planetas dosistema solar tal como foram vistos pelos exploradores do espaço. Começando no canto superior esquerdo estáo Sol seguido pelos planetas Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, e Plutão.(Copyright 1998 by Calvin J. Hamilton)O Sol e os PlanetasEsta imagem mostra o Sol e os nove planetas aproximadamente à escala. A ordem destes corpos é: Sol,Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. (Copyright Calvin J. Hamilton)Os Planetas TerrestresEsta imagem mostra os planetas terrestres Mercúrio, Vênus, Terra e Marte aproximadamente à escala. Os planetas terrestres são compactos, rochosos, semelhantes à Terra. (Copyright Calvin J. Hamilton)Os Planetas Jovianos ou JupiterianosEsta imagem mostra os planetas jovianos Júpiter, Saturno, Urano e Netuno aproximadamente à escala. Os planetas têm o nome de jovianos pela sua aparência gigantesca como a de Júpiter. (Copyright Calvin J.Hamilton)
O Planeta Terra é o único que possui água em estado líquido. Enquanto os outros possuematmosferas ricas em dióxido de carbono, aqui o ar é rico em nitrogênio e oxigênio. A superfícieterrestre está em permanente mudança graças a vulcões e tremores, os oceanos e a atmosferaproporcionam o desenvolvimento de algo que é apenas em nosso planeta: a vida.Diâmetro de 12.756km.Superfície » Sua crosta é formada por partes independentes, ou placas que são deslocadas emvoltado globo por fluxos de calor gerados no interior do planeta.Atmosfera » Consiste em 77% de nitrogênio e 21 % de oxigênio e uma pequena quantidade devapor d’água e outros gases. Rotação de 23hs e 56 minutos. Translação de 365,26 dias.Distância média do Sol: 149,6 milhões de km.Distância da Lua: 382.166 km.Peso » A Terra pesa 6,588 sextilhões de toneladas. População atual de 6,6 bilhões de pessoasnuma proporção de 106 homens para cada 100 mulheres.Formato: não é uma esfera perfeita. Na região do equador tem um diâmetro de 12. 756, mas depolo a polo o diâmetro é de 12.713 km.Uma volta ao seu redor tem 39.840 km. Num ritmo de 9,5 km/h uma pessoa levaria 175 diascorrendo sem parar. Para dar uma volta ao mundo pela linha do equador em Júpiter levaria mais de5 anos. O nome Terra: Vem do latim Ters, secar e era usada para designar terra firme. Com otempo passou a se chamar Globus Terra e finalmente Terra ou Earth em inglês.
A
Terra
é, em muitos aspectos, a unidade de medida dos astrônomos. À distância média entre a Terra e o Sol,150 000 000 km, chama-se unidade astronômica (UA). De carro demoraríamos mais de 140 anos a percorrer esta distância, que a luz percorre em 8 minutos. A Terra é o terceiro planeta a contar do Sol e o quinto maior do Sistema Solar, sendo o seu diâmetro superior ao de Vênus apenas por algumas centenas de quilômetros.O nosso planeta gira sobre o seu eixo em pouco menos de 24 horas e na sua órbita em torno do Sol, quedemora 365.25 dias a percorrer, faz-nos viajar pelo espaço a mais de 100.000 km/h! O nascer e pôr diários doSol, bem como a sequência das estações, resultam destes dois movimentos, contribuindo também para asestações o fato de o eixo de rotação da Terra estar inclinado 23º em relação ao eixo de revolução (órbita).
 
A envolver o planeta encontra-se uma fina camada de gases, a atmosfera, constituída por 78% de nitrogênio,21% de oxigênio, 0,5% de gás carbônico (apesar do efeito estufa), O restante é de gases nobres e hidrogênio.Esta camada protege-nos da maioria das radiações nocivas provenientes do Sol (ou de outras fontes deradiação mais longínquas e poderosas) e dos meteoros, impedindo que a grande maioria destes atinja o solo e proporcionando o espetáculo a que chamamos "estrelas cadentes". Verificou-se recentemente que, devido àatividade solar, a atmosfera dilata durante o dia para contrair durante a noite.As partículas carregadas que constituem o vento solar são responsáveis por outro fenômeno nascamadas superiores da atmosfera. Quando estas partículas encontram o campo magnético terrestre sãodirigidas por este na direção dos pólos magnéticos, penetrando então na atmosfera. Aí colidem com asmoléculas do ar, fazendo-as brilhar e provocando assim as auroras (boreais ou austrais).A superfície está em constante renovação devido à atividade geológica do planeta (tectônica de placas,vulcanismo, erosão...). Os continentes movem-se a velocidades semelhantes à do crescimento das nossasunhas, podendo por vezes acontecer alguns movimentos mais bruscos, muitas vezes com consequênciasdesastrosas para os habitantes dessas regiões. Um pouco por todo o planeta existem continentes a colidir (proporcionando assim, por exemplo, a formação de cadeias montanhosas como o Himalaia), a "raspar" unsnos outros (um bom exemplo será a falha de Sto. André, na Califórnia), a submergir para o manto (próximo doarquipélago do Japão existe uma destas zonas de subducção). Estes movimentos têm origem em grandescordilheiras, os "rifts", onde a atividade vulcânica traz para a superfície material proveniente do mantoterrestre, empurrando assim a crosta para os lados. A que se encontra mais próximo de nós é a CordilheiraCentral do Atlântico, onde se encontram os Açores. Cerca de 70% da superfície encontra-se coberta por água,sendo a Terra o único planeta do Sistema Solar cuja gama de temperaturas à superfície permite a existência deágua nos três estados físicos. O rápido movimento de rotação provoca correntes no material fundido queconstitui o núcleo do planeta, muito rico em níquel e ferro, sendo estas correntes responsáveis pela existênciado campo magnético.É também o planeta mais próximo do Sol com uma
Lua
. Esta tem ¼ do diâmetro da Terra e orbita-a a umadistância média de 380 000 km (de carro são 130 dias de viagem). No seu movimento em torno da Terra, quedemora 27,5 dias, a Lua apresenta várias
fases
e pode provocar 
eclipses do Sol
(vídeo de António Cidadão) ou ser encoberta pela sombra da Terra -
eclipse lunar
(vídeode António Cidadão). Pode também provocar a
ocultação
de outros corpos celestes.
Estrutura da Terra
O interior da Terra, assim como o interior de outros planetas telúricos, é dividido por critérios químicos emuma camada externa (crosta) de silício, um manto altamente viscoso, e um núcleo que consiste de uma porção sólida envolvida por uma pequena camada líquida. Esta camada líquida dá origem a um campomagnético devido à convecção de seu material, eletricamente condutor.O material do interior da Terra encontra frequentemente a possibilidade de chegar à superfície, através deerupções vulcânicas e fendas oceânicas. Muito da superfície terrestre é relativamente novo, tendomenos de 100 milhões de anos; as partes mais velhas da crosta terrestre têm até 4,4 mil milhões deanos.Camadas terrestres, a partir da superfície:
Crosta(de 0 a 30/35 km)Litosfera(de 0 a 60,2 km)Astenosfera(de 100 a 700 km)Manto(de 60 a 2900 km)Núcleo externo(líquido - de 2900 a 5100 km)
 Núcleo interno (sólido - além de 5100 km) Tomada por inteiro, a Terra possui, aproximadamente, aseguinte composição em massa:
34,6% deFerro 
30,2% deOxigênio 
15,2% deSilício 

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Ademir Leite liked this
mluzbb9706 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->