Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
45Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Música (história da música, ritmos musicais)

Música (história da música, ritmos musicais)

Ratings: (0)|Views: 4,209 |Likes:
Published by fabianerossi

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: fabianerossi on May 19, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF or read online from Scribd
See more
See less

01/24/2013

pdf

 
Percepção Musical
 
Ementa:
Introdução ao estudo dos fenômenos sonoros e da música. Apreciaçãomusical das principais obras dos compositores da música universal.
A- Maneiras de se ouvir música
 Plano sensível, plano expressivo e plano puramente musical
B- Noções básicas de acústica
 Características do som: Altura, intensidade, timbre;
C- Introdução à música
 Ritmo, melodia, harmonia;
D- Apreciação musical
 História da música.
1- Plano sensível (ouvir com o corpo)2- Plano expressivo (ouvir emotivamente)3- Plano puramente musical (ouvir intelectualmente)1- O fenômeno sonoro:
Quando um tambor é percutido ou a corda de um violão dedilhada, percebe-sealguma parte do instrumento vibrando. Essa vibração atinge as diversas estruturasdo ouvido, estabelecendo uma reação em cadeia e esses sons são transmitidos aocérebro. As vibrações captadas pelos dois ouvidos criam um efeito de estéreo, queauxilia ao cérebro a reconhecer a procedência do som.Esse femeno é possível quando acontece a juão de três elementos: aprodução, a propagação e a recepção do som.A produção do som pode acorrer com os elementos da natureza, como por exemplo,vento, chuva, trovão ou ser provocada pela voz, por instrumentos sonorosacústicos, instrumentos eletrônicos, etc.O som se propaga através de diferentes condutores; pode ser através de metais,água, gases e pelo ar. Experiência realizada com uma campainha dentro de umaredoma de vidro, sem ar, constatou que o som não se propaga no vácuo.
 
Quanto à recepção do som, pode ser através do aparelho auditivo, como tambématravés do registro sonoro utilizando-se meios eletromagnéticos ou eletrônicos, quesão os gravadores tipo k-7 e os gravadores digitais. Nesse caso, os microfonesrepresentam os “ouvidos” dos equipamentos de transmissão ou gravação.Segundo Johnson ( ),
constituem objeto da acústica, os fenômenos ligados à percepção auditiva mas que se passam fora do ouvinte; aqueles que se passamdentro do ouvinte pertencem aos domínios a Biologia e da Psicologia
(p.85)Nesta parte do manual, serão tratadas apenas as questões referentes à parte físicado som.Um determinado som, como por exemplo, um apito, pode ser descrito em suatotalidade, especificando-se três características de sua percepção:
a altura, aintensidade e o timbre
. Estas correspondem exatamente a três característicasfísicas:
a freqüência, a amplitude
 
e a composição harmônica ou formato da ondasonora.
Freqüência
é o termo empregado para designar a quantidade de vezes que umobjeto vibra, por segundo. Para medir a
freqüência
das oscilações de um objetovibrante, usa-se a unidade Hz.Uma determinada nota musical tem sempre a mesma
freqüência
, qualquer que sejaa fonte sonora que a produz. A nota lá, por exemplo, (440 Hz), sendo tocada numviolino ou piano, sempre terá a mesma
freqüência
.A
freqüência
 
ou oscilações por segundo determinará se o som é grave ou agudo.Quanto maior a freqüência, mais aguda é o som; quanto menor a
freqüência
, maisgrave será o som. Esse fato pode ser observado nas dimensões das teclas de umamarimba e no som das notas. As teclas maiores correspondem aos sons graves;quanto menor a tecla, mais aguda será o som. O mesmo pode ser constatado com acorda de um violão: a medida que a corda é encurtada, o som será mais agudo.
Amplitude
é a distância que o corpo elástico percorre ao vibrar. A variação da forçaaplicada em uma corda ou na batida de um tambor determina se o som é fraco,médio ou forte. A amplitude determina, portanto, a
intensidade
do som.O
formato
da onda sonora determina o
timbre
 da fonte sonora, ou seja, irácaracterizar qual é o instrumento que está tocando. O
timbre 
permite diferenciar notas iguais que são tocadas em instrumentos diferentes. Isso ocorre porque o somde um determinado instrumento é acompanhado de seus harmônicos.
El oido musical
"Es preciso que se forme un oido fino, sensible al ritmo y a la armonía"(Rousseau 1712-1778).
 
"Generalmente no se educa en los niños el sentido del oido ni se les enseña aescuchar, pues se les acostumbra a reconocer el objeto que emite un sonido máspor la vista que por el oido" (Jaques Dalcroze 1865-1950).
"Todo puede proporcionar enseñanzas al joven músico y resultarle provechoso,intelectual y artísticamente, si sabe escuchar, ver, leer y observar" (ThéodoreDubois: "Enciclopedia del conservatorio de París").
"Cuidad de que vuestro piano esté siempre bién afinado" (Schumann: "Consejosa los jovenes")."La educación no consiste en conocimientos proyectados desde el exterior, sino
 en el desarrollo de dones que todo ser humano trae consigo al nacer" (John Dewey)."Toda educación procede de la enseñanza; no hay enseñanza que no represente
 una educación" (J. Herbart).
"Escuchad con atención los cantos populares, pues son mina inagotable dondese encuentran las melodías más bellas, las cuales os darán idea del carácter de lasdiferentes nacionalidades" (Schumann: "Consejos a los jovenes").
"El mejor inicio para la educación musical es el canto. Incluso los más grandestalentos no pueden superar los obstáculos que se derivan de una educación musicalrealizada sin el canto" (Kodály)."El sistema de enseñanza musical húngaro lleva a cabo, desde las escuelas
 maternales hasta el grado superior, el desarrollo sistemático y gradual de lasaptitudes musicales tomando como base programática la enseñanza de cancionesinfantiles y la sica folklórica. En la concepción de Bartók y de Koly, lapedagogía representó, desde el comienzo, un ideal y un propósito. Quien trabaconocimiento con el canto folklórico y le cobra afición, conoce y empieza a amar alpueblo" (Jardány: "La educación musical en Hungría")."Entre todas las artes, es la música aquella que ejerce mayor influjo sobre las
 pasiones, y por esto, el legislador debería preocuparse de ella más que de otraalguna. Una sinfonía profundamente sentida y ejecutada, conmueve el ánimoinfalíblemente y posee, no cabe duda, mucho más influjo que un libro moralizador,pués este persuade a la razón, pero no ejerce influencia en las costumbres"(Napoleón I).
[1]
 
Hz
 é abreviatura de Hertz; a unidade se chama assim em homenagem ao físicoalemão Heinrich Rudolf Hertz.
[1]
 
Harmônicos: 
série de vibrações secundárias que acompanham uma vibraçãoprimária ou fundamental de movimento ondulatório, especialmente nos instrumentosmusicais.

Activity (45)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Tâmara Reis liked this
Clara Novaes liked this
Neuzelina Lopes liked this
Eliana da Silva liked this
Gladis Souza liked this
Valeria Monteiro liked this
Edward N. T. liked this
imperatriz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->