Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
29Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Ferias Direito Do Trabalho

Ferias Direito Do Trabalho

Ratings: (0)|Views: 5,509|Likes:
Published by Samuel Barboza
resumo sobre ferias, CLT comentada
resumo sobre ferias, CLT comentada

More info:

categoriesBusiness/Law, Finance
Published by: Samuel Barboza on May 26, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/24/2013

pdf

text

original

 
1 - O Período de Férias1.1 - Aspectos introdutórios
Ressalvadas algumas exceções legais, além do pagamento mensal do salário e dodescanso semanal remunerado, todo trabalhador tem direito gozar pelo menos uma vez por ano de férias remuneradas. Geralmente este período tem a duração de 30 dias.A concessão do direito a férias anuais tem o objetivo de preservar a saúde do trabalhador,dando-lhe uma oportunidade para "renovar" suas forças e ter um pouco de lazer. E, é justamente por este motivo que a lei proíbe que o empregado em seu período de férias, preste seus serviços a outro empregador, salvo, é claro as exceções prevista na Lei.É importante ressaltar que a Constituição Federal ainda prevê o pagamento de umacréscimo pecuniário na razão de 1/3 a mais sobre a remuneração normal do empregadono mês das férias.Todavia, este abono pecuniário de um terço, representa um percentual mínimo devido aotrabalhador e nada impede que seja fixado um valor maior por meio de um acordo ouconvenção coletiva de trabalho.
1.2 - Base legal
Trata-se de um direito que está previsto no artigo 7º, inciso XVII da Constituição Federale minuciosamente regulamentado, sobretudo nos artigos 129 a 145 da CLT. Veja o artigoda constituição:
Constituição FederalArt. 7º - São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem àmelhoria de sua condição social:XVII - gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do queo salário normal;
Veja os artigos da CLT:
Consolidação das Leis do TrabalhoCAPÍTULO IV - DAS FÉRIAS ANUAISSEÇÃO I - Do Direito a Férias e da sua DuraçãoArt. 129 - Todo empregado terá direito anualmente ao gozo de um período de férias,sem prejuízo da remuneração.Art. 130 - Após cada período de 12 (doze) meses de vigência do contrato de trabalho,o empregado terá direito a férias, na seguinte proporção:I - 30 (trinta) dias corridos, quando não houver faltado ao serviço mais de 5 (cinco)vezes;II - 24 (vinte e quatro) dias corridos, quando houver tido de 6 (seis) a 14 (quatorze)faltas;
 
III - 18 (dezoito) dias corridos, quando houver tido de 15 (quinze) a 23 (vinte e três)faltas;IV - 12 (doze) dias corridos, quando houver tido de 24 (vinte e quatro) a 32 (trinta eduas) faltas.§ 1º - É vedado descontar, do período de férias, as faltas do empregado ao serviço.§ 2º - O período das férias será computado, para todos os efeitos, como tempo deserviço.Art. 130-A - Na modalidade do regime de tempo parcial, após cada período de dozemeses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a férias, naseguinte proporção:I - dezoito dias, para a duração do trabalho semanal superior a vinte e duas horas,até vinte e cinco horas;II - dezesseis dias, para a duração do trabalho semanal superior a vinte horas, atévinte e duas horas;III - quatorze dias, para a duração do trabalho semanal superior a quinze horas, atévinte horas;IV - doze dias, para a duração do trabalho semanal superior a dez horas, até quinzehoras;V - dez dias, para a duração do trabalho semanal superior a cinco horas, até dezhoras;VI - oito dias, para a duração do trabalho semanal igual ou inferior a cinco horas.Parágrafo único - O empregado contratado sob o regime de tempo parcial que tivermais de sete faltas injustificadas ao longo do período aquisitivo terá o seu período deférias reduzido à metade. (NR).Obs.: Art. acrescentado pela MP n.º 2.164-41 , de 24-08-2001, DOU 27-08-2001.Art. 131 - Não será considerada falta ao serviço, para os efeitos do Art. anterior, aausência do empregado:I - nos casos referidos no art. 473 ;II - durante o licenciamento compulsório da empregada por motivo de maternidadeou aborto, observados os requisitos para percepção do salário-maternidade custeadopela Previdência Social; (Redação dada pela Lei n.º 8.921 , de 25-7-94, DOU 26-07-94)III - por motivo de acidente do trabalho ou enfermidade atestada pelo InstitutoNacional do Seguro Social - INSS, excetuada a hipótese do inciso IV do art. 133 ;(Redação dada pela Lei n.º 8.726 , de 05-11-93, DOU 08-11-93)IV - justificada pela empresa, entendendo-se como tal a que não tiver determinado odesconto do correspondente salário;V - durante a suspensão preventiva para responder a inquérito administrativo ou deprisão preventiva, quando for impronunciado ou absolvido; eVI - nos dias em que não tenha havido serviço, salvo na hipótese do inciso III do art.133 .Art. 132 - O tempo de trabalho anterior à apresentação do empregado para serviçomilitar obrigatório será computado no período aquisitivo, desde que ele compareçaao estabelecimento dentro de 90 (noventa) dias da data em que se verificar arespectiva baixa.
 
Art. 133 - Não terá direito a férias o empregado que, no curso do período aquisitivo:I - deixar o emprego e não for readmitido dentro de 60 (sessenta) dias subseqüentesà sua saída;II - permanecer em gozo de licença, com percepção de salários, por mais de 30(trinta) dias;III - deixar de trabalhar, com percepção do salário, por mais de 30 (trinta) dias, emvirtude de paralisação parcial ou total dos serviços da empresa; eIV - tiver percebido da Previdência Social prestações de acidente de trabalho ou deauxílio-doença por mais de 6 (seis) meses, embora descontínuos.§ 1º - A interrupção da prestação de serviços deverá ser anotada na Carteira deTrabalho e Previdência Social.§ 2º - Iniciar-se-á o decurso de novo período aquisitivo quando o empregado, após oimplemento de qualquer das condições previstas neste Art., retornar ao serviço.§ 3º - Para os fins previstos no inciso III deste Art. a empresa comunicará ao órgãolocal do Ministério do Trabalho, com antecedência mínima de 15 (quinze) dias, asdatas de início e fim da paralisação total ou parcial dos serviços da empresa, e, emigual prazo, comunicará, nos mesmos termos, ao sindicato representativo dacategoria profissional, bem como afixará aviso nos respectivos locais de trabalho.(Acrescentado pela Lei n.º 9.016 , de 30-3-95, DOU 31-03-95)SEÇÃO IIDa Concessão e da Época das FériasArt. 134 - As férias serão concedidas por ato do empregador, em um só período, nos12 (doze) meses subseqüentes à data em que o empregado tiver adquirido o direito.§ 1º - Somente em casos excepcionais serão as férias concedidas em 2 (dois) períodos,um dos quais não poderá ser inferior a 10 (dez) dias corridos.§ 2º - Aos menores de 18 (dezoito) anos e aos maiores de 50 (cinqüenta) anos deidade, as férias serão sempre concedidas de uma só vez.Art. 135 - A concessão das férias será participada, por escrito, ao empregado, comantecedência de, no mínimo, 30 (trinta) dias. Dessa participação o interessado darárecibo. (Alterado pela Lei n.º 7.414 , de 09-12-85, DOU 10-12-85)§ 1º - O empregado não poderá entrar no gozo das férias sem que apresente aoempregador sua Carteira de Trabalho e Previdência Social, para que nela sejaanotada a respectiva concessão.§ 2º - A concessão das férias será, igualmente, anotada no livro ou nas fichas deregistro dos empregados.Art. 136 - A época da concessão das férias será a que melhor consulte os interessesdo empregador.§ 1º - Os membros de uma família, que trabalharem no mesmo estabelecimento ouempresa, terão direito a gozar férias no mesmo período, se assim o desejarem e sedisto não resultar prejuízo para o serviço.§ 2º - O empregado estudante, menor de 18 (dezoito) anos, terá direito a fazer

Activity (29)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Suelen Batista liked this
Renata Rezende liked this
Beatriz Canan liked this
Osvaldo Pimenta added this note|
Ótimo esse material. Parabens!
Luzmere Carvalho liked this
Daniel Ferreira liked this
Thais Camila liked this
Brenda Barbosa liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->