Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
15Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E A TÉCNICA DE OBSERVAÇÃO

PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E A TÉCNICA DE OBSERVAÇÃO

Ratings: (0)|Views: 2,585 |Likes:
Published by emérico arnaldo

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: emérico arnaldo on May 26, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/15/2013

pdf

text

original

 
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E A TÉCNICA DEOBSERVAÇÃO
Rozana MazettoEmérico Arnaldo de Quadros
 Trabalho apresentado na 7ª semana pedagógica 2010 – Entre a educação e a inclusão e IEncontro de Psicologia e Educação: Implicações no processo de ensino aprendizagem(realizado pelo departamento de Educação da Fafipar, Paranaguá. ISSN 2177-546X
A primeira grande teoria sistematizada sobre o desenvolvimento epersonalidade foi apresentada por Freud, sendo seu impacto tão grande quepoucas pessoas desconhecem o nome de Freud ou partes de seu conjunto teóricocomo o inconsciente.Seus principais conceitos quanto ao desenvolvimento remetem à primeiratópica freudiana: Consciente, pré-consciente e inconsciente e aos seus “Trêsensaios sobre a sexualidade” onde aparecem as etapas do desenvolvimento: oral,anal, fálica (Complexo de Édipo), latência e genitalidade adulta. Após perceberque a primeira tópica não dava conta de explicar completamente o funcionamentoda personalidade humana, Freud propõe a segunda tópica: Id (Isso), Ego (Eu) eSuperego (Supereu).Para Quadros (2009), dentro de um recorte psicanalítico o Sujeito, naPsicanálise, está sempre na relação do Édipo da estrutura, vinculado a uma mãeinicialmente, a um pai de intermediário e ao social definido como a cultura na qualo sujeito esta imerso, a partir do complexo de Édipo e que o supereu é o herdeirodo mesmo, o supereu herdando o Édipo que é introjetado (colocado dentro dasubjetividade) na forma da lei, de todas as leis.Um autor que remete à uma visão construtivista da aprendizagem edesenvolvimento humano é Piaget. Sua leitura do desenvolvimento é diferente daleitura psicanalítica, embora ao lerem-se os textos de Piaget em muitos momentospassa a idéia de que Piaget fez uma leitura dos textos freudianos. Piaget segueuma dupla perspectiva: genética e estruturalista. Jean Piaget nasceu emNeuchâtel, Suíça no ano de 1896 e faleceu em 1980. Era formado em Biologia eFilosofia e dedicou-se a investigar como acontece o conhecimento no decorrer do
 
desenvolvimento humano. Da biologia retirou dois princípios básicos e universais – estrutura e adaptação, conforme será visto mais adiante. Trabalhou inicialmentecom Binet e Simon que elaboraram o teste Binet-Simon utilizado para medir ainteligência das crianças francesas (Quadros, 2009).Desenvolvimento para Piaget é a passagem de um estado de menorequilíbrio para um de maior equilíbrio; isto no campo da inteligência, da vidaafetiva e também das relações sociais (Quadros, 2009).Piaget (2003) diz que a toda ação corresponde uma necessidade, todanecessidade é manifestação de desequilíbrio, sendo então necessário umreajustamento da conduta. Desequilíbrio = necessidade = equilibração (odesequilíbrio cria uma necessidade que depois de satisfeita leva de volta àequilibração). Ex. Se uma pessoa tem fome ou sono isso a levará a necessidadede dormir ou comer, após isso satisfeito o organismo volta a um estado deequilibração da necessidade. A cada instante nossa ação é desequilibrada pelastransformações que aparecem no mundo (exterior ou interior) e cada novaconduta vai funcionar não só para restabelecer o equilíbrio, como também paratender a um equilíbrio mais estável que o do estágio anterior a essa perturbação.Assimilamos o meio progressivamente, incorporando-o ao nosso pensarque se torna cada vez mais amplo. Pode-se chamar de adaptação ao equilíbriodas assimilações e acomodações. É possível pensar esse processo como sefosse um espiral, onde quando se esta em estado e desiquilibração, assimila-se oque esta desequilibrando, trabalha-se a informação e acomoda-se o aprendido noprocesso, após o que parte-se para novo processo de desequilibração (isto é umnovo passo na espiral, que implicara em nova assimilação).Para Piaget (2003), os estágios são estruturas variáveis da organização dosprocessos mentais, sendo que se enfatiza quatro estágios principais: Estágiosensório motor (do nascimento até aproximadamente 18 a 24 meses), Estágio daInteligência Intuitiva ou Pré-operacional (aproximadamente de 02 a 6 ou 7 anos),das Operações Concretas ou Operacional Concreto (de aproximadamente 7 atéaproximadamente 11/12 anos), das Operações Intelectuais Abstratas ou Lógico,também chamado Estádio da Operações Formais (dos 12 anos em diante). Cada
 
um desses períodos define um momento do desenvolvimento humano com umtodo, ao longo do qual a criança vai construindo determinadas estruturascognitivas.Um teórico do desenvolvimento que atualmente talvez seja o de maiorimportância nos estudos realizados no Brasil é Vigostki. Vigotski, junto com Luriae Leontiev, começam então a corrente histórico-cultural a partir de 1924. LevSemyonovich Vigotski nasce em Orsha – nordeste de Minski, na Bielo-Rússia nodia 05-11-1896 e morre de tuberculose em 11-06-1934. Em 1917 – graduou-se emDireto na Universidade de Moscou – com especialização em literatura. De 1917 a1923 - lecionou literatura e psicologia, além de dirigir a seção de teatro do Centrode Educação de adultos. Fundou a revista
Verask 
– publica sua primeira pesquisaem literatura com o título “A Psicologia da arte”. Cria o laboratório de Psicologia doInstituto de treinamento para professores. Em 1924 muda-se para Moscou, ondetrabalha no Instituto das Deficiências. Entre 1925 e 34, Vygotsky reúne em tornode si um grande número de jovens cientistas que trabalhavam na área daPsicologia, faz então o curso de Medicina. Um pouco antes de sua morte foiconvidado para dirigir o Departamento de Psicologia do Instituto Soviético demedicina experimental.A concepção teórica de homem e de mundo em Vigotski, para Silva e Davis(2004): O homem é um ser social, pois se constitui nas e pelas relações sociaisque estabelece com a natureza e com outros homens, sendo então produto eprodutor destas relações num processo histórico. Para atingir o estagio dehumanização em que hoje se encontra, foi necessário que o homem dominasse anatureza para a produção de bens voltados para o próprio sustento. Domínio esseque só foi possível quando passou a conhecer as leis fundamentais que regiam anatureza. Tem-se então que o conhecimento é construído a partir dasnecessidades de um dado momento histórico, “no qual o homem passa a produzirseus modos de sobrevivência por meio do trabalho e do uso de instrumentos,desenvolvendo ainda a comunicação (linguagem)” p. 641. Constrói, portanto, umanova realidade, agora sócio histórica, permeada pela cultura e pelo conhecimento.

Activity (15)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Mococha50 liked this
Luana Cristina liked this
Custódia Vacas liked this
sonival liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->