Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Peixe congelado tem água demais - ÔMEGA-3 - alimentos - saúde - nutrição

Peixe congelado tem água demais - ÔMEGA-3 - alimentos - saúde - nutrição

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 5,639 |Likes:
Published by leleleite

More info:

Published by: leleleite on Jun 02, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

 
Peixe congelado tem água demais, diz teste
NUTRIÇÃO – GORDURAS – ÔMEGA-3 – ÔMEGA-6 – SAÚDE
Um terço do peso dos filés de merluza e de pescada de 2 das 3marcas mais consumidas do país era de água, segundo a ProTeste Análise apontou ainda filés quase deteriorados e de espéciesdiferentes das anunciadas; amostras são de supermercados deSP 
CLÁUDIA COLLUCCI
DA REPORTAGEM LOCAL
Filés de peixe quase deteriorados, com excesso de água e deespécies diferentes das anunciadas na embalagem. Esse é oresultado de uma análise feita pela Pro Teste (Associação Brasileirade Defesa do Consumidor) em duas espécies de peixe congelado-merluza e pescada- das três marcas de pescados mais conhecidasno país.Um total de 107 amostras (caixas de peixe) foi coletado emfevereiro em supermercados de São Paulo. As marcas avaliadasforam Costa Sul, Leardini (ambas de Santa Catarina) e Rica (do Riode Janeiro).Um dos dados que impressionaram os técnicos da Pro Teste foi aquantidade de água adicionada durante o congelamento do peixe.Um terço do peso dos filés de merluza e de pescada da Costa Sul eda Leardini, por exemplo, era de água."O consumidor tem direito à informação sobre o que ele estácomprando de fato. Ele pensa que está levando dois quilos depeixe, mas uma grande parte é água. Um produto aparentementemais barato pode sair mais caro com essa quantidade de água nasua composição", afirma Maria Inês Dolci, coordenadorainstitucional da Pro Teste e colunista da Folha.A adição de água é necessária para a conservação do peixe e nãohá regra no Brasil que defina o teor máximo nesses produtos. "OCódigo de Defesa do Consumidor garante que o consumidor deva
 
saber o que está comprando", diz Dolci.Na Europa, por exemplo, as embalagens contêm a informaçãosobre o peso líquido drenado (escorrido). No teste, apenas os filésde merluza e pescada da marca Rica tinham uma quantidade deágua aceitável (10%), segundo a Pro Teste."O excesso de água pode acarretar perda de minerais e vitaminasque estão presentes no peixe fresco", diz Jocelem Salgado,professora de nutrição da Esalq/USP, de Piracicaba, e presidenteda Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais.Algumas das amostras apresentavam deterioração do peixe acimados limites aceitáveis. Os filés de merluza Costa Sul e Rica ficaramna linha limítrofe entre os estados aceitável e de decomposição. Apescada da Rica teve indicadores de decomposição muito acima doaceitável. "O peixe se deteriora muito facilmente. E isso pode trazer infecções gastrointestinais graves", diz Salgado.Em quatro pescados avaliados, um exame de DNA mostrou que asespécies contidas nas caixas não são as mesmas informadas nasembalagens.A pescada e a merluza da Rica e a merluza da Leardini são, narealidade, abrótea – espécie que tem coloração e morfologiadiferente das espécies informadas no rótulo. No caso da merluzaCosta Sul, a coordenadora do teste, Alessandra Macedo, diz quenão se trata dessa espécie, mas o laboratório não soube precisar qual seria o peixe.Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2705200801.htm
NOTA:
Normalmente, a gordura com maior quantidade de ômega-3 podeser encontrada nos
 peixes de alto-mar 
em locais de águas maisfrias. As fontes mais ricas são cavala, anchova, arenque, salmão,sardinha, truta de lagos, esturjão do Atlântico e atum. Quantidadesmoderadas são encontradas no rodovalho, peixes serranídeos,tubarão, esperlano, peixe-espada e truta. Os crustáceos –
 
caranguejo, lagosta, camarão, mexilhão, ostras, marisco e lula –contêm menor quantidade de ômega-3.Para obter os maiores benefícios do ômega-3, cozinhe ou escalde opeixe. Fritar ou acrescentar gordura ao peixe, especialmente óleosvegetais com grande teor de ômega-6, diminui a potência doômega-3 no peixe.
 Abaixo, um texto que mostra o que a gordura pode fazer pelo nossocorpo,informações sobre o ômega-3, e suas propriedadesmedicinais, as fontes de ômega-3, etc.
COISAS QUE VOCÊ NUNCA IMAGINOU QUE AGORDURA PUDESSE FAZER POR VOCÊ
Jean Carper,
A gordura dos alimentos confere um poder surpreendente às suascélulas. A atividade biológica de uma célula – portanto, suapropriedade de promover ou desestimular os processos dasdoenças – freqüentemente sustenta-se em um equilíbrio frágil deácidos graxos derivados dos alimentos dentro da célula.
Issosignifica que o tipo de gordura que você come tem conseqüênciasenormes para sua saúde geral.
Novas pesquisas mostram que a ingestão de qualquer tipo degordura detona fogos bioquímicos de complexidade singular nascélulas. O resultado pode ser o envio de mensageiros semelhantesa hormônios que estimulam inflamações, respostas imunológicas,coágulos sangüíneos, dor de cabeça, constrição dos vasossangüíneos, dor e crescimento de tumores malignos. Por outro lado,determinadas gorduras incitam as células a produzirem elementosquímicos que dissolvem coágulos sanguíneos indesejados,combatem a dor nas articulações e frustram as células cancerosas.Embora a farmacologia da gordura seja um processo muitocomplexo, envolvendo enzimas, muitas etapas metabólicas e umequilíbrio delicado de gorduras na célula, apresenta possibilidadessensacionais para a detenção do avanço das doenças e suamelhora.Conhecer como a gordura atua sobre determinadas funçõescelulares críticas depende de duas grandes descobertas recentes.Primeiro veio da descoberta de que inúmeros processos físicos,como os coágulos sangüíneos e as inflamações, são amplamentecontrolados por substâncias semelhantes a hormônios,

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->