Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
36Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Aço

Aço

Ratings: (0)|Views: 2,159 |Likes:
Published by furmaniak

More info:

Published by: furmaniak on Jun 01, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/19/2013

pdf

text

original

 
Aço
Aço
é umaliga metálicaformada essencialmente por  ferroecarbono, com percentagens deste último variando entre 0,008 e 2,11%. Distingue-se doferrofundido, que também é uma liga de ferro e carbono, mas com teor de carbonoentre 2,11% e 6,67%.
A diferença fundamental entre ambos é que o aço, pela sua
, é facilmentedeformável por 
,
e
, enquanto que uma peça em ferro fundidoé fabricada pelo processo de
ou 
.
Classificação
O aço pode ser classificado da seguinte maneira:
Quantidade decarbono 
Composiçãoquímica 
Quanto à constituiçãomicroestrutural 
Quanto à sua aplicaçãoA classificação mais comum é de acordo com a composição química, dentre ossistemas de classificação química oSAE é o mais utilizado, e adota a notação
ABXX
, em que AB se refere a elementos de liga adicionados intencionalmente,e XX ao percentual em peso de carbono multiplicado por cem.Além dos componentes principais indicados, o aço incorpora outroselementosquímicos, alguns prejudiciais, provenientes dasucata, do mineralou do combustívelempregue no processo de fabricação, como oenxofree ofósforo. Outros são adicionados intencionalmente para melhorar algumascaracterísticas do aço para aumentar a suaresistência,ductibilidade, durezaou outra, ou para facilitar algum processo de fabrico, como usinabilidade, é o casode elementos de liga como oníquel, ocromo, omolibdênioe outros. No aço comum o teor de impurezas (elementos além do ferro e do carbono)estará sempre abaixo dos 2%. Acima dos 2 até 5% de outros elementos jápode considerado aço de baixa-liga, acima de 5% é considerado de alta-liga. Oenxofre e o fósforo são elementos prejudicais ao aço pois acabam por intervir nas suas propriedades físicas, deixando-o quebradiço. Dependendo dasexigências cobradas, o controle sobre as impurezas pode ser menos rigorosoou então podem pedir o uso de um anti-sulfurante como omagnésioe outroselementos de liga benéficos. Existe uma classe de aços carbono, conhecidacomo aços de fácil usinabilidade, que contém teores mínimos de fósforo eenxofre. Estes dois elementos proporcionam um melhor corte das ferramentasde usinagem, promovendo a quebra do cavaco e evitando a aderência domesmo na ferramenta. estes aços são utilizados quando as propriedades deusinabilidade são prioritárias, em relação as propriedades mecânicas emicroestruturais, ( peças de baixa responsabilidade ).O aço inoxidável é um aço de alta-liga com teores decromoe deníquelem altas doses (que ultrapassam 20%.) os aços inoxidáveis podem ser divididos
 
em três categorias principais : aços inoxidáveis austeníticos, os quais contémelevados teores de cromo e níquel, os aços inoxidáveis martensíticos, quecontém elevado teor de cromo, com baixo teor de níquel e teor de carbonosuficiente para se alcançar durezas médias ou altas no tratamento térmico detêmpera, e os aços inoxidáveis ferríticos, que contém elevado teor de cromo ebaixos teores de níquel e carbono. Este último e o tipo austenítico não podemser temperados.O aço é atualmente a mais importante liga metálica, sendo empregue de formaintensiva em numerosas aplicações tais como máquinas, ferramentas, emconstrução, etc. Entretanto, a sua utilização está condicionada a determinadasaplicações devido a vantagens técnicas que oferecem outros materiais como oalumíniono transporte por sua maior leveza e na construção por sua maior resistência acorrosão, ocimento (mesmo combinado com o aço) pela sua maior resistência ao fogo e acerâmica em aplicações que necessitem de elevadas temperaturas.Ainda assim, actualmente emprega-se o aço devido a sua nítida superioridadefrente às demais ligas considerando-se o seu preço. Já que:
Existem numerosas jazidasde minerais de ferro suficientemente ricas,puras e fáceis de explorar, além da possibilidade de reciclar asucata.
Os procedimentos de fabricação são relativamente simples eeconómicos, e são chamados deaciaria.Os aços podem ser fabricados por processo deaciaria eléctrica, onde se utiliza eléctrodos e processode aciaria LD, onde se utiliza sopro de oxigénio no metal líquido por meio de uma lança.
Apresentam uma interessante combinação de propriedades mecânicasque podem ser modificados dentro de uma ampla faixa variando-se oscomponentes da liga e as suas quantidades, mediante a aplicação detratamentos.
A sua plasticidade permite obter peças de formas geométricascomplexas com relativa facilidade.
A experiência acumulada na sua utilização permite realizar previsões deseu comportamento, reduzindo custos de projectos e prazos decolocação no mercado.Tal é a importância industrial deste material que a suametalurgiarecebe adenominação especial desiderurgia,e a sua influência no desenvolvimento humano foi tão importante que uma parte da história da humanidade foidenominadaIdade do Ferro,que se iniciou em 3500 a.C., e que, de certa forma, ainda perdura.
Normas de aplicação
NBR 5889 - Aço fundido e ferro fundido – Coleta de amostras – Métodode ensaio
NRB 6152 – Matérias metálicos – Determinação das propriedadesmecânicas a tração – Método de ensaio
 
NBR 6157 – Matérias metálicas – Determinação de resistência aoimpacto em corpo-de-prova entalhados simplesmente apoiados –Método de ensaio
NBR 6215 – Produtos siderúrgicos – Terminologia
NBR 6444 – Ensaio não destrutivo – Terminologia
NBR 6645 – Peça bruta de aço fundido – Afastamento dimensionais –Padronização
NBR 8653 – Metalografla e tratamentos térmicos e termoquímicos dasligas ferro carbono –terminologia
Propriedades
A propriedades médias de um aço com 0,2% de carbono em peso giram emtorno de:
Densidade média' 
: 7860 kg/m³ (ou 7,86 g/cm³)
Coeficiente de expansão térmica
: 11,7 10
−6
(C°)
−1
 
Condutividade térmica
:52,9 W/m-K
: 486 J/kg-K
Resistividade elétrica: 1,6 10 
−7 
Ω
 
Módulo de elasticidade(Módulo de Young) Longitudinal 
: 210GPa
Módulo de elasticidade (Módulo de Young) transversal 
:80 GPa
Coeficiente dePoisson
: 0,3
: 210 MPa
: 380 MPa
 Alongamento
: 25%
História
A fabricação deferroteve início naAnatólia, cerca de2000 a.C.tendo sido a Idade do Ferroplenamente estabelecida por volta de1000 a.C.. Neste período a tecnologia da fabricação do ferro espalhou-se pelo mundo. Em,aproximadamente,500 a.C., chegou às fronteiras orientais daEuropae por  volta de400a.C. chegou àChina.Os minérios de ferro eram encontrados em abundância na natureza, assim como ocarvão. Actualmente a maior quantidade de matéria prima para produção de aço é a sucata proveniente dosresíduos de fabricação industrial.A forma de produção era em pequenosfornosna forma de torrões ou pedaçossólidos, denominadostarugos. Estes, em seguida, eram forjados a quente naforma de barras de ferro trabalhando, possuindomaleabilidade, contendo,entretanto pedaços deescóriaecarvão. O teor de carbono dos primeiros aços fabricados variava de 0,07% até 0,8% sendo este último considerado um açode verdade. Osegípcios por volta de900 a.C.já dominavam processos relativos a tratamentos térmicos nos aços para fabricação deespadasefacas. Como quando o teor decarbonosupera 0,3% o material torna-se muito duro efrágil caso seja temperado (resfriado bruscamente em água) de umatemperaturaacima de 850 °C a 900 °C, eles utilizavam o tratamento

Activity (36)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
maburda liked this
marcosboa liked this
andryellebatista liked this
Totogo liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->