Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
19Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PETIÇÃO ADMINISTRATIVA

PETIÇÃO ADMINISTRATIVA

Ratings: (0)|Views: 6,712 |Likes:

More info:

Published by: Claudio Constantino Ribeiro Stephanou on Jun 09, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as ODT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/21/2013

pdf

text

original

 
 João Alberto Corrêa Pinto Júnior – OAB/RS 68.059
EXCELENTÍSSIMO SENHOR PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIODA PATRULHA - RS
AURA MARIA ALVES STEPHANOU,
brasileira,casada, professora, portadora da cédula deidentidade inscrita sob o n° 2012127946, CPF n.º294.398.410-87, residente e domiciliada na RuaPinheiro Machado, 554, Cidade Alta, em SantoAnnio da Patrulha/RS, vem, perante VossaExcencia, por intermédio de seu procuradorfirmatário, requerer
LICENÇA
de suas funções nos termos que seguem:
1.DO OBJETO
 Trata-se de pedido de licea postulado pelarequerente, em razão da transferência de seu cônjuge, funcionáriopúblico da Caixa Econômica Federal, para a cidade de São Jerônimo-RS.
2.DOS FUNDAMENTOS AUTORIZADORES DA LICENÇA
O Regime Judico dos Servidores blicos doMunicípio de Santo Antônio da Patrulha regulamenta o benefício noCapítulo IV, Seções I e V, da Lei Complementar Municipal 35/2005 e écristalino no que tange ao direito da requerente a tal benecio.Ademais, a postulante é respaldada pela Carta Magna Federal de1988, bem como por prinpios que norteiam nosso SistemaConstitucional. Senão, vejamos.
2.1. DO PRINCÍPIO DA SIMETRIA DAS FORMAS
Rua Victorino Pereira Baptista, 48, Caiu do Céu – Osório/RS – CEP 95.520-000Fone: (51) 3663-1267
lo
 
 João Alberto Corrêa Pinto Júnior – OAB/RS 68.059
Prinpio de relevante importância em nossoordenamento judico, estabelece que o ente da federação deveorganizar-se de forma harmônica e compatível ao textoconstitucional, reproduzindo, se necessário, os princípios e diretrizestrazidas na Lei Maior, em razão de sua supremacia e superioridadehierárquica.O princípio da simetria é um norteador dos entesfederados na elaboração de suas Cartas ou Leis Orgânicas, bem comode toda a legislão confeccionada. Deste modo, os mesmosparâmetros utilizados não só pela União e Estados Federados, mastambém pelos Municípios, devem ser observados.A Constituição, ao conceder a autonomiaadministrativa-política aos municípios, limitou esse poder àobedncia das diretrizes constitucionalmente estabelecidas,evidenciando a necessidade de se obedecer ao princípio da simetriana elaboração das Leis Orgânicas Municipais e nas demais leis dehierarquia inferior.Dessarte, aplicando o prinpio mencionado aoobjeto da presente peça postulatória, visualiza-se de forma cristalinao direito de licença da servidora Municipal requerente à Licença, nostermos do artigo 113 da Lei Complementar 35/2005, tendo em vista atransferência de seu cônjuge, funcionário Público da Caixa EconômicaFederal, para a cidade de São Jerônimo/RS.Ora, a jurisprudência de nossos Tribunais não deixamargem para dúvidas, nesse sentido:
CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO. MANDADO DESEGURANÇA. CORTE ESPECIAL. SERVIDOR PÚBLICO. LICENÇAPOR MOTIVO DE AFASTAMENTO DO NJUGE SERVIDOR.ARTIGO 84, § 2º, DA LEI 8112/90.E ARTIGO 226 DACONSTITUIÇÃO. REQUISITOS SUBJETIVOS. HARMONIA DOSINTERESSES PÚBLICOS E PRIVADOS.I. O § 2º do art. 84 da Lei nº 8.112/90 não faz distinção emrelação à forma de movimentação do cônjuge do servidor, se apedido ou de ofício, para ensejar a licença.II.
A licença da servidora pública, por prazoindeterminado e sem remuneração, para acompanharcônjuge ou companheiro, ocorre independentemente deser este servidor público ou não
.III. Exercício provisório. Possibilidade de a servidora, diante dalicença do seu órgão de origem, exercer provisoriamente suasatribuões no óro de destino. Requisitos objetivos:compatibilidade dos cargos e cônjuge removido ser servidorpúblico, civil ou militar.
Rua Victorino Pereira Baptista, 48, Caiu do Céu – Osório/RS – CEP 95.520-000Fone: (51) 3663-1267
lo
 
 João Alberto Corrêa Pinto Júnior – OAB/RS 68.059
IV.
Razoabilidade. Conciliação do interesse público como interesse privado, em benefício da manutenção dopoder econômico e da unidade familiares. (CF art. 226)
.
 
V. Precedentes do STJ e do TRF/1ª Região.VI. Manutenção da liminar. Concessão da segurança. (TRF1 -MANDADO DE SEGURANÇA: MS 19177 DF 2003.01.00.019177-2).
Grifo nosso.
PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. PRORROGAÇÃO DALICENÇA PARA ACOMPANHAR CÔNJUGE. EXERCÍCIOPROVISÓRIO COM BASE NO ART. 84, § 2º, DA LEI Nº 8.112/90.REQUISITOS PREENCHIDOS.
ART. 226 DA CONSTITUIÇÃOFEDERAL.PROTEÇÃO À FAMÍLIA
. EMBARGOS INFRINGENTESIMPROVIDOS.1. Nos termos do artigo 84 da Lei n. 8.112/90, depreende-seque pode o servidor público obter a concessão da licença, comou sem remuneração, por prazo indeterminado, para oacompanhamento de cônjuge ou companheiro que tenha sidodeslocado para outro Estado da Federação ou para o exterior.o obstante, conforme o art. 84, § , da Lei 8.112/90,somente podeser concedido o exercio provisório doservidor público em atividade compatível com o seu cargo,quando houver deslocamento do cônjuge ou companheiro,também servidor blico, civil ou militar, caso em que alicença será com remuneração.2. Desse modo, tendo em vista que o comando normativo emcomento não impõe qualquer razão específica aodeslocamento, exigindo-se apenas a mudança de domicílio,possui o servidor direito à licença em comento, ainda que odeslocamento do seu cônjuge tenha se dado em decorrênciade investidura em cargo público, como bem asseverado pelovoto condutor do v. acórdão embargado.3
. Consoante remansosa jurisprudência a respeito, oart. 84 da Lei n.8.112/90 deve ser analisado com observância aodisposto no art. 226 da Constituição Federal, segundo oqual, "a falia, base da sociedade, tem especialproteção do Estado"
.4.
Posta a questão nesses termos, e considerando que ocônjuge da embargada é servidor blico civil,Professor Adjunto da UFRS, bem assim que a pretensãoda embargada é no sentido de prorrogar a sua licença econtinuar a exercer as atribuições compatíveis ao seucargo, vislumbro a presença dos requisitosautorizadores a ensejar a prorrogação da concessão dalicença para acompanhar cônjuge ou companheiro, como consequente exercício de suas atividades junto àUFRS
.5. Embargos infringentes desprovidos. (Acórdão Nº1998.01.00.089982-3 de Tribunal Regional Federal da 1aRegião, de 15 Setembro 2009).
Grifo nosso.Conforme se vislumbra pela jurisprudência pátria, aconcessão de licença da servidora para acompanhar o cônjuge em
Rua Victorino Pereira Baptista, 48, Caiu do Céu – Osório/RS – CEP 95.520-000Fone: (51) 3663-1267
lo

Activity (19)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
ditta_cuja liked this
Silvana Escario liked this
Natália Avila liked this
Gaudencio83 liked this
sesconrj liked this
Otto Silveira liked this
Felipe Nunes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->