Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
13Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
História das Ervas

História das Ervas

Ratings:

4.83

(1)
|Views: 6,724|Likes:
Published by rogerio dias

More info:

Published by: rogerio dias on Jun 09, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/13/2013

pdf

text

original

 
História das Ervas
Já na época de Hipócrates, o mais ilustre médico da Antigüidade, as plantas eram tidascomo as aliadas mais seguras no desenvolvimento de medicamentos ou para a indicação“in natura” ou ainda em chá ou infusões. Esta exploração das plantas com a finalidadefitoterápica foi avançando gradativmente, quando os homens foram substituindo o uso deanimais e outras drogas que não davam o retorno esperado, pelo uso de espécies vegetais.O estudo das plantas medicinais, como ficaram conhecidas no mundo todo pêlos pesquisadores, esta sendo desenvolvido há várias décadas pôr admiráveis especialistas daflora global, comprovando as enormes qualidades medicinais das plantas, sejam de outros países, ou das milhares de espécies espalhadas pêlos quatro cantos do País e em outras partes do mundo, que ao mesmo tempo em que vêm ganhando respeito e maior espaçonas prateleiras de farmácias e casas especializadas do mundo inteiro, as plantasmedicinais também vêm apresentando propriedades nunca antes exploradas.
Marapuma: eficiente como anti-depressivo.
A marapuma (ou muirapuama) é um arbusto originário da Amazônia, e que dificilmentese adapta em outras regiões. Muito conhecida em todo o Brasil, é popularmenteempragada como afrodisíaca. Suas raizes rosáceas contêm um estimulante sexual, sendoque, em experiências clinicas, foram obtidos 70% de resultados razoáveis a excelentes,observando-se o efeito após duas horas.Entre as propriedades, verificou-se um bloqueio nos tremores nos extratos alcoólicos ehidroalcólicos. Verificou-se ainda que os extratos revertem o quadro de hiperatividadeinduzida por reserpina.Por ativar a digestão, é indicado em casos de inapetência, dispsia e atonia gástrica.A excitação que causa no sistema nervoso central justifica a indicação em casos dedepressão, esgotamento e outras doenças de nível neurológico.Indicado no tratamento fitoterápico de reumatismo, nevralgias, paralisias parciais,astenias, dispepsias, esgotamento e de pressão nervosa. Sua principal indicação é nasdoenças do sistema nervoso, sendo eficaz na ataxia locomotora e na impotência sexual,sendo encontrado em natura ou industrializado como o Catuama Catarinense.MEDICAMENTOS:Uso RacionalEm 1986 a Fundação Oswaldo Cruz registrou mais de quatro mil casos de intoxicações por remédios. As maiores vítimas foram crianças e as principais causas, a falta de cuidadoe o mau uso desses produtos. A maioria dos casos poderia não ter acontecido se as pessoastivessem procurado um médico para saber quanto e como usar os remédios.QUEM DEVE RECEITAR OU INDICAR O REMÉDIO?O médico é um profissional capaz de identificar doenças através dos sintomas que vocêsente. É ele quem pode receitar o remédio, se for necessário.O farmacêutico conhece os remédios, sua composição e finalidade. Ele pode orientar no
 
uso dos remédios que foram receitados pelo médico. Mas não pode identificar doenças,receitar nem indicar remédios.Lembre-se: Balconista de drogaria e farmácia não é farmacêutico. Farmácias e drogariasnão são consultórios médicos.O QUE VOCÊ DEVE EXPLICAR AO MÉDICO DURANTE A CONSULTA?. Seus sintomas (dor, cansaço, calafrio, calor intenso, febre, vômito, diarréia, etc);. As doenças que você já teve ou as doenças crônicas que você têm (por exemplo: diabete, pressão alta, problemas de rim, coração, epilepsia,etc.). Os remédios que você está tomando ou que tomou antes da consulta;. As doenças mais comuns na família;. Se você tem alergia a algum remédio;. Se você está grávida ou amamentando.O QUE É AUTOMEDICACÃO?A automedicação ocorre quando você toma remédio por conta própria ou indicado por alguém que já tomou. Automedicar-se é também tomar um remédio porque você viu ououviu propaganda em rádio, TV, revista etc. A automedicação é perigosa, todo remédio pode oferecer riscos, agravar a doença, esconder ou alterar os seus sintomas.AS PLANTAS MEDICINAIS CAUSAM PROBLEMAS?As plantas medicinais podem fazer mal, apesar do dito " O que é natural não faz mal".Exemplos não faltam. O confrei pode atacar o fígado, provocar intoxicação e fortesalergias. A jurubeba pode causar irritação no aparelho digestivo. Remédios caseirostambém podem causar problemas.CAMPANHA PELO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS. "A SAÚDE DO POVO NÃO É BRINCADEIRA".EXECUTIVAS NACIONAL E REGIONAIS DOS ESTUDANTES DE FARMÁCIA.FEDERAÇÃO NACIONAL DOS FARMACÊUTICOS E CONSELHO FEDERAL DEFARMÁCIAAbacateiro: Nome Científico : Persea americana Mill (LAURACEAE)Árvore mediana de copa bastante densa; folhas simples; inflorescência em panículas;fruto piriforme, é comum nas Américas Central e do Sul.Princípio Ativo : Carboidratos, proteínas, gordura, taninos, perseito, metilchavicol, metil-eugenol, dopamina, esparagina, ácidos málico e acético.Partes Usadas : Frutos, folhas, casca de árvore e sementes.Uso Popular : O fruto é delicioso, nutritivo, carminativo, contra o ácido úrico. O chá emDN(descanso noturno) das folhas, casca da árvore e sementes raladas é diurético, anti-reumático, contra anemia e diarréias.Abacaxi : Nome Científico : Ananás comosas (l.) Merril (BROMELIACEAE)Planta arbustiva, geralmente acaule; folhas simples; inflorescência espiciforme; frutosorose. É comum nas Américas.
 
Princípio Ativo : Carboidratos, proteínas, bromelina, ácidos cítricos, málico e tartárico, pectina, dextrina, serotonina, vitaminas e varios sais minerais.Partes Usadas : O Fruto.Uso Popular : O fruto é delicioso, estomáquico, carminativo, contra azia e litíase, solventedo catarro mucoso das vias respiratórias e antiiflamatório. O suco em jejum é indicadocontra a neurastenia.Abóbora ou Jerimum : Nome Científico : Cucurbita pepo L. (CUCURBITACEAE)Planta rastejante; de folhas simples; flores solitárias, unissexuais; fruto peponídeo, muitovariável na forma. É comum no BrasilPrincípio Ativo : Fitosterina, globulina, fitina, sacarose, destrose, lecitina, vitaminas A, Be C, sais minerais, ácidos oleicos, cucurbitacina.Partes Usadas : O Fruto, as Sementes, Folhas e Flores.Uso Popular : O fruto é usado cru, as sementes são vermífugas, o chá das flores em DN(descanso noturno) é estomático, anti-inflamatório dos rins, fígado e baço, e anti-térmico.O sumo das folhas verdes, pisadas é usado para queimaduras e erisipela.Alecrim : Nome Científico : Rosmarinus officinalis L. (LABIATAE - LAMIACEAE).Subarbusto ramificado, olente; folhas sésseis, opostas, lineares, folhas diminutas, bilabiadas, em cimeiras. Originário da Europa.Princípio Ativo : Pineno, canfeno, borneol, cineol, lineol, taninos e oléos.Partes Usadas : Folhas e sumidades floridas.Uso Popular : O chá deste material é estimulante digestivo, anti-espasmódico e contrareumatismo articular. Em altas doses é tóxico e abortivo. Usa-se em banhos para lvar feridas; em infusão e em emplastros para contusões. O pó das folhas secas é cicatrizante.Alecrim de Angola : Nome Científico : Vitex Agnus-castus L.. (VERBENACEAE).Arbusto bastante ramificado; folhas digitadas, opostas, folhas labiadas, violáceas emcachos terminais. Originário da África.Princípio Ativo : Pineno, cineol, lineol e vitricina.Partes Usadas : Folhas.Uso Popular : O chá das folhas em DN (descanso noturno) é anti-espasmódico, anti-séptico, diurético, carminativo e contra dores de estômago e cefaléia.Alface : Nome Científico : Lactuca sativa L.. (COMPOSITAE).Planta herbácea de caule carnoso e esverdeado; folhas simples; flores amareladas, emcapítulo. Originária da Ásia.Princípio Ativo : Lactucina, manitol, ácido lactúcico, oxálico, asparagina, carboidratos,sais minerais e vitaminas.Partes Usadas : Folhas, talos e raiz.

Activity (13)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Priscila Silva liked this
Irá Bahia liked this
Keitizinha liked this
miriambih liked this
bruxaria liked this
arsmurubu liked this
Euriclia liked this
adxav2000 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->