Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
30Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Cidade antiga Resumo

Cidade antiga Resumo

Ratings: (0)|Views: 4,414 |Likes:

More info:

Published by: marlacarineschlickma on Jun 10, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/25/2013

pdf

text

original

 
Livro primeiro: antigas crençasCapitulo I : Crenças a respeito da alma e da morte
Esse trecho nos mostra que a raça indo-europeia acreditava que após a morte tudo seacabasse, mas já as primeiras civilizações acreditavam não numa decomposição do ser, mascomo uma transformação de vida.Conforme as mais antigas crenças dos romanos e gregos, a alma permanecia junto ao corpo,no mesmo tumulo. Acreditavam tão fortemente nessa união da alma com o corpo, queenterravam junto ao corpo utencilios necessários, roupas, armas e chegavam ate a degolar cavalos e escravos para que eles pudessem servir ao morto.Haviam determinados dias do ano, em que se ia levar a refeição ao tumulo, leva-se vinho,leite, mel e comidas sólidas e uma vitima para ser sacrificada, pois se derramavam todos oslíquidos e o sangue da vitima sobre o tumulo e se enterrava num buraco feito no tumulo ascarnes e os alimentos sólidos, e ainda depois de todo esse ritual se colocavam alguns doces e potes com leite pra o morto, e se algum ser vivo tocasse naquilo era uma grande infração.
“Acreditou-se mesmo, por muito tempo, que nesta segunda existência a alma continuavaunida ao corpo. Nascida com o corpo, a morte não os separava; alma e corpo encerravam- se no mesmo tumulo.” (pg.11)“ A criatura que vive debaixo da terra não se encontra tão desprendida do humano que nãotenha necessidade de alimento de alimento. Por isso, em determinados dias do ano, levava- se uma refeição a cada tumulo.” (pg.14)
Capitulo II: O culto dos mortos
Os mortos eram considerados criaturas sagradas, eram chamados pelos antigos de bons,santos, bem aventurados, e não era necessário ser um homem bom ou virtuoso, o mautambém era deus.Era realizado um culto para os seus deuses, para lhes dar oferenda como o “sradalha” umamistura de arroz, leite, raízes e frutos, pois se almejava benefícios dos deuses.Pois o deus que não tivesse seu culto e suas oferendas voltavam a atormentar os vivos comaparições, colheitas pobres, gemidos na madrugada e etc, e só descansava quando erarealizado o culto e suas oferendas.Essa religião dos cultos dos mortos parece ter sido a mais antiga que existiu, ou seja, antes deadorar qualquer deus, homem adorou seus próprios mortos e os temiam assim como osgregos temiam Zeus.
 As sepulturas eram os templos dessas divindades.[...]Diante da sepultura havia um altar  para os sacrifícios igual ao que há em frente dos templos dos deuses.” (pg.18)“ Se o morto cujo culto se descurara tornava-se uma criatura malfazeja, um outro que sehonrava era sempre um deus tutelar que amava aqueles que lhe ofereciam alimentos.Para protege-los, continuava a tomar parte nos negócios humanos, neles desempenhavacom freqüência o seu papel.[...]Dirigiam-lhe suplicas, pedindo-lhe seu auxilio e os seus favores.”(pg.19)
Capitulo III : O fogo sagrado
 Nesse capitulo vimos que toda casa de grego ou romano tinha um altar do qual possuía um pouco de cinzas e brasas, era obrigação do dono da casa manter o fogo acesso , do qual acada anoitecer era colocado carvão para que não se apaguasse e no amanhecer do diaseguinte era colocado madeiras e galhos secos para reavivar o fogo, impotante lembrar que amadeira devia ser aquela imposta por sua religião e tudo que se colocava no fogo devia ser  puro.

Activity (30)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Carina Goulart liked this
leticia_rech1 liked this
Carina Goulart liked this
Samuel Mondardo added this note
gay
Neide Hair liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->