Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Perturbação bipolar

Perturbação bipolar

Ratings: (0)|Views: 114|Likes:
Published by Ana Maria Cantante

More info:

Published by: Ana Maria Cantante on Jun 12, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/13/2010

pdf

text

original

 
Perturbação bipolar, será a vida que nos leva a esse exercíciocircular dos opostos? Porque é que alguns de nós não somoscapazes de travar essa guerra e mantermo-nos lúcidos?
A afectividade é um sector fundamental de toda a vida psicológica humana. Asemoções e os sentimentos são o regente primordial da acção do Homem,desenrolando-se num duplo plano: externamente, sendo muitas vezesobserváveis e traduzindo-se em comportamentos; internamente assumindotambém um vivenciar muito próprio, influenciando todo o mundo psicológico doindivíduo .É na articulação desta duplicidade, que podemos encontrar umaafectividade patológica. De facto, estão actualmente categorizadas diversasPerturbações da Afectividade ou do Humor (PAH) sendo uma delas aPerturbação Bipolar. Sendo uma perturbação altamente lesiva e incapacitantepara o individuo, afectando-o quer a nível social quer físico e psicológico.O nome Perturbação Bipolar é uma expressão recente fixada pelos norte-americanos até aí foi conhecida por “folie circulaire” e mais tarde depois deFabret ter demonstrado que os acessos de mania e melancolia, até entãoconsiderados como duas doenças distintas, passíveis de vitimar um mesmoindivíduo, correspondiam na verdade a duas fases da evolução cíclica de umamesma doença ,Emil Kraepelin chamou-lhe psicose maníaco-depressiva.O início deste transtorno acontece geralmente por volta dos 20 ou 30 anos mastambém pode começar aos 70. O inicio tanto pode ser pela fase maníaca,iniciando-se gradualmente ao longo de semanas, meses ou abruptamente empoucos dias e já com sintomas psicóticos o que muitas vezes confunde com”síndromes psicóticas.”Além destes quadros depressivos e maníacos, há também os quadros mistos(sintomas depressivos simultâneos aos maníacos) O que confunde muitasvezes os médicos retardando o diagnóstico da fase em actividade.Normalmente aceitam-se dois tipos de transtorno bipolar: o tipo I e o tipo II. Otipo I é a forma clássica em que o indivíduo apresenta episódios de maniaalternados com os depressivos. As fases de mania o precisamnecessariamente de serem seguidas pelas depressivas, nem o contrário.Geralmente acontece que um individuo tem mais crises de um tipo e poucas deoutro. O tipo II caracteriza-se por não apresentar episódios de mania mas dehipomania com depressão.A fase maníaca leva uma ou duas semanas para começar e quando não étratado pode demorar meses. O estado do humor está elevado o que significauma alegria contagiante ou uma irritação agressiva. Em conjunto com esteestado aparecem outros sintomas como sentimentos de grandiosidade quepodem chegar a manifestações delirantes de grandeza, considerando-se umapessoa especial, dotada de poderes especiais ou encarnando personagensespeciais. A nível físico também se dá um aumento da actividade motoraapresentando grande vigor físico. Ficam com uma enorme hiperactividade nãoconseguindo ficar sentados ou parados mais do que alguns minutos ou relaxar.Sexualmente ficam muito desinibidos e mesmo promíscuos. O sentido deperigo fica comprometido e podem envolver-se mesmo em actividades queapresentam risco para a sua integridade física. Os pensamentos correm de

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->