Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
73Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Eclâmpsia: Manual para professores de enfermagem obstétrica

Eclâmpsia: Manual para professores de enfermagem obstétrica

Ratings:

4.89

(9)
|Views: 10,993|Likes:
Published by CDuque
Um Manual para especialistas acerca de Eclâmpsia, que penso deve ser divulgado.
Um Manual para especialistas acerca de Eclâmpsia, que penso deve ser divulgado.

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: CDuque on Jun 11, 2008
Copyright:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/25/2013

pdf

text

original

 
Eclâmpsia
1
 
Eclâmpsia
2Dados Internacionais de Catalogação da Publicação (CIP) - Biblioteca da OMSOrganização Mundial da Saúde.Educação para uma maternidade segura: módulos de educação.
2ª ed.6 módulos um 1 v. + 1 CD-ROM.Conteúdo: Módulo básico: a parteira na comunidade – Eclâmpsia – Aborto incompleto – Parto prolongado eParagem na progressão do trabalho de parto – Hemorragia pós-parto – Sépsis puerperal1.
 
Tocologia - educação 2. Complicações na gravidez - terapia 3. Materiais de ensinoI. Título: EclâmpsiaISBN 92 4 854666 8 (Classificação NLM: WQ 160)
© Organização Mundial da Saúde 2005
Todos os direitos reservados. As publicações da Organização Mundial da Saúde podem ser pedidas a: Publicações daOMS, Organização Mundial da Saúde, 20 Avenue Appia, 1211 Genebra 27, Suíça (Tel: +41 22 791 2476; fax: +41 22791 4857; e-mail: bookorder@who.int). Os pedidos de autorização para reprodução ou tradução das publicações daOMS – para venda ou para distribuição não comercial - devem ser endereçados a Publicações da OMS, mesmo endereço(fax: : +41 22 791 4806; e-mail: permissions@who.int).As denominações utilizadas nesta publicação e a apresentação do material nela contido não significam, por parte daOrganização Mundial da Saúde, nenhum julgamento sobre o estatuto jurídico de qualquer país, território, cidade ouzona, nem de suas autoridades, nem tão pouco sobre questões de demarcação de suas fronteiras ou limites. As linhasponteadas nos mapas representam fronteiras aproximativas sobre as quais pode ainda não existir acordo completo.A menção de determinadas companhias ou do nome comercial de certos produtos não implica que a OrganizaçãoMundial da Saúde os aprove ou recomende, dando-lhes preferência a outros análogos não mencionados. Com excepçãode erros ou omissões, uma letra maiúscula inicial indica que se trata dum produto de marca registado.A OMS tomou todas as precauções razoáveis para verificar a informação contida nesta publicação. No entanto, omaterial publicado é distribuído sem nenhum tipo de garantia, nem expressa nem implícita. A responsabilidade pelainterpretação e utilização deste material recai sobre o leitor. Em nenhum caso se poderá responsabilizar a OMS porqualquer prejuízo resultante da sua utilização.Printed in Portugal, Gráfica Maiadouro, S.A.Maio 2005
 
Eclâmpsia
3
AGRADECIMENTOS
Os módulos de obstetrícia foram desenvolvidos em resposta a uma necessidade sentida de materiais educativos quefacilitassem o ensino de competências indispensáveis ao tratamento das principais causas de morte materna.Gaynor Maclean desenvolveu um esboço inicial dos módulos e realizou, em dois países africanos, o pré-teste de algunsdos métodos de ensino-aprendizagem. Friederike Wittgestein preparou o teste da versão de campo dos módulos,mantendo a maioria das ideias e métodos incluídos na primeira versão. Judith O’Heir desenvolveu o protocolo dotrabalho de campo, coordenou-o em cinco países da África, Ásia e Pacífico e completou os módulos após o trabalho decampo. Barbara Kwast e, mais tarde, Anne Thompson, ambas parteiras de renome internacional, eram responsáveis,como membros da OMS pela criação, desenvolvimento, produção e em última análise, pela disseminação e uso dosmódulos.A OMS agradece as muitas contribuições individuais e institucionais. Em particular da Confederação Internacional deParteiras (CIP) e do Colégio Americano de Enfermeiras-Parteiras (CAEP), que estiveram envolvidos nodesenvolvimento, pré-teste, aperfeiçoamento, trabalho de campo e finalização dos módulos. A OMS apreciaprofundamente o trabalho individual de todos os que estiveram envolvidos no trabalho de campo dos países, o tempo eesforço que dedicaram à versão de trabalho de campo, e os seus contributos para a versão final.Esta segunda edição dos módulos de obstetrícia foi desenvolvida sob o auspício da equipa do Departamento de SaúdeReprodutiva. O layout dos módulos foi feito por Maureen Dunphy e a coordenação foi de Shamilah Akram. Estasegunda edição (versão inglesa) está a ser publicada conjuntamente pela OMS e pela CIP, que agradecem a Betty Sweete a Judith O’Heir pela revisão e actualização dos módulos e também, a todos os membros da reunião científica“Fortalecendo a Obstetrícia” que teve lugar em Genebra em 2001, pelos seus comentários, contribuições e sugestõesúteis para as últimas melhorias na finalização da segunda edição; ao
IPAS
pelos seus comentários e assistência napreparação do novo módulo de tratamento do Aborto Incompleto e dos cuidados pós-aborto, e pela autorização parausar as suas ilustrações.A OMS agradece, igualmente, as contribuições financeiras dos governos da Austrália, Itália, Noruega, Suécia e Suíça,da Corporação Carnegie, da Fundação Rockefeller, PNUD, UNICEF, UNFPA e do Banco Mundial que apoiaram estase outras actividades dentro do Programa de Saúde Materna e Maternidade Segura. A produção dos módulos deobstetrícia foi apoiada financeiramente pela Corporação Carnegie, pelos governos da Itália e do Japão e pela Autoridadepara a Cooperação e Desenvolvimento Internacional Sueca.
 
Esta versão portuguesa dos Manuais foi executada pela Associação para o Desenvolvimento e Cooperação Garcia deOrta com o apoio financeiro da Fundação Calouste Gulbenkian e da Organização Mundial de Saúde, Genebra. OsManuais foram traduzidos em 2004, pela Enfermeira Inês Fronteira. As traduções foram revistas por Teresa Aguiar(Pediatra), Beatriz Calado (Obstetra), Cláudia Conceição (Internista), Paulo Ferrinho (Médico de Saúde Pública), InêsFronteira (Enfermeira de Saúde Pública), Fátima Hipólito (Socióloga), Luís Varandas (Pediatra). A harmonização finalde todos os textos foi da responsabilidade de Paulo Ferrinho, Maria Cláudia Conceição, Ana Rita Antunes e VandaFerreira. A coordenação global foi de Paulo Ferrinho. Agradecemos ainda o apoio da enfermeira Anabela Candeias.

Activity (73)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
bom de mais liked this
Katiane Dias liked this
Luciana Amaro liked this
elisa2201 liked this
Renan Cescon liked this
Jacira Mendes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->