Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
8Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Felizmente há luar- Luis sttau monteiro

Felizmente há luar- Luis sttau monteiro

Ratings: (0)|Views: 310|Likes:
Published by Tânia Amorim

More info:

Categories:Types, Resumes & CVs
Published by: Tânia Amorim on Jun 16, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as RTF, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/10/2010

pdf

text

original

 
Felizmente há luar Luis sttau Monteiro
Surgida no mesmo ano em que o Autor publicou o romance
 Angústia para o Jantar 
– mais tarde também adaptado ao teatro – , esta peça contribuiu para celebrizar Luís deSttau Monteiro como dramaturgo, tendo sido bem recebida pela crítica do seu tempo.Baseada na tentativa frustrada de revolta liberal em 1817, supostamente encabeçada por Gomes Freire de Andrade,
 Felizmente Há Luar!
recria em dois actos a sequência deacontecimentos históricos que em Outubro desse ano levou à prisão e ao enforcamento deGomes Freire pelo regime de Beresford, com o apoio da Igreja, sublinhando um apeloépico (e ético) politicamente empenhado e legível à luz do que era Portugal nos anos 60.Chamando a atenção para a injustiça da repressão e das perseguições políticas, a peça – designada por "apoteose trágica" pelo Autor – esteve proibida até 1974 e foi pela primeira vez levada à cena apenas em 1978, no Teatro Nacional, numa encenação do próprio Sttau Monteiro.topoLuís Infante de Lacerda Sttau Monteiro nasceu no dia 03/04/1926 em Lisboa e faleceu nodia 23/07/1993 na mesma cidade. Partiu para Londres com dez anos de idade,acompanhando o pai que exercia as funções de embaixador de Portugal. Regressa aPortugal em 1943, no momento em que o pai é demitido do cargo por Salazar. Licenciou-se em Direito em Lisboa, exercendo a advocacia por pouco tempo. Parte novamente paraLondres, tornando-se condutor de Fórmula 2. Regressa a Portugal e colabora em várias publicações, destacando-se a revista Almanaque e o suplemento "A Mosca" do Diário deLisboa, e cria a secção Guidinha no mesmo jornal. Em 1961, publicou a peça de teatroFelizmente Há Luar, distinguida com o Grande Prémio de Teatro, tendo sido proibida pela censura a sua representação. Só viria a ser representada em 1978 no Teatro Nacional.Foram vendidos 160 mil exemplares da peça, resultando num êxito estrondoso. Foi presoem 1967 pela Pide após a publicação das peças de teatro A Guerra Santa e A Estátua,sátiras que criticavam a ditadura e a guerra colonial. Em 1971, com Artur Ramos,adaptou ao teatro o romance de Eça de Queirós A Relíquia, representada no Teatro MariaMatos. Escreveu o romance inédito Agarra o Verão, Guida, Agarra o Verão, adaptadacomo novela televisiva em 1982 com o título Chuva na Areia.Obras – Ficção: UmHomem não Chora (romance, 1960), Angústia para o Jantar (romance, 1961), E se for Rapariga Chama-se Custódia (novela, 1966). Teatro: Felizmente Há Luar (1961), Todosos Anos, pela Primavera (1963), Auto da Barca do Motor fora da Borda (1966), A GuerraSanta (1967), A Estátua (1967), As Mãos de Abraão Zacut (1968).topo
CLASSIFICAÇÃOTrata-se de uma
drama narrativo de carácter épico
que retrata a trágicaapoteose do movimento liberal oitocentista, em Portugal. Apresenta as
 
condões da sociedade portuguesa do c. XIX e a revolta dos maisesclarecidos, muitas vezes organizados em sociedades secretas. Segue alinha de Brecht e mostra o mundo e o homem em constante transformação;mostra a preocupação com o homem e o seu destino, a luta contra a misériae a alienação e a denúncia da ausência de moral; alerta para a necessidade deuma sociedade solidária que permita a verdadeira realização do homem.De acordo com Brecht, Sttau Monteiro proporciona uma análise crítica dasociedade, mostrando a realidade, do modo a levar os espectadores a reagir criticamente e a tomar uma posição.
CARACTERÍSTICAS DA OBRA- personagens psicologicamente densas e vivas- comentários irónicos e mordazes- denúncia da hipocrisia da sociedade- desfesa intransigente da justiça social- teatro épico: oferece-nos uma análise crítica da sociedade, procurandomostrar a realidade em vez de a representar, para levar o espectador a reagir criticamente e a tomar uma posição- intemporalidade da peça remete-nos para a luta do ser humano contra atirania, a opressão, a traição, a injustiça e todas as formas de perseguição- preocupação com o homem e o seu destino- luta contra a miséria e a alienação- denúncia a ausência de moral- alerta para a necessidade de uma superação com o surgimento de umasociedade solidária que permitia a verdadeira realização do homem.As personagens são psicologicamente densas, os comentários irónicos emordazes e denuncia-se a hipocrisia da sociedade, a luta contra a miséria e aalienação, a preocupação com o Homem e o seu destino. Drama narrativo,de carácter social, na linha de Brecht (exprime a revolta contra o poder, ohomem tem o direito e o dever de transformar a sociedade em que vive, como objectivo de levar o espectador a reagir criticamente).
 
BRECHT ("Estudos Sobre o Teatro"): propõe um afastamento entre o actor e a personagem e entre o espectador e a história narrada, para que se possamfazer juízos de valor.Em "FELIZMENTE HÁ LUAR!", as personagens, o espaço e o tempo sãotrabalhados para que a "distanciação se concretize".Luta contra a tirania, opressão, traição, injustiça e todas as formas de perseguição.O dramaturgo através dos gestos, cenários, palavras e didascálias, leva o público a entender de forma clara a mensagem.LINGUAGEM: natural, viva e maleável; frases em latim com conotaçãoirónica, frases incompletas por hesitação ou interrupção, marcascaracterísticas do discurso oral e recurso frequente à ironia e sarcasmo.Como drama narrativo, pressupõe uma acção apresentada ao espectador ecom possibilidade de ser vivida por ele, mas, sobretudo, procura a suaconivência (cumplicidade) ou participação testemunhal.O carácter narrativo é sinonimo de épico, ao contar determinadosacontecimentos que devem ser interpretados, reflectidos e julgados peloespectador, enquanto elemento da sociedade. Observando Felizmente háLuar, verificamos que são estes os objectivos de Luís de Sttau Monteiro, queevoca situações e personagens do passado, usando-as como pretexto parafalar do presente.o teatro moderno, do qual faz parte esta obra, tem como preocupaçãofundamental levar os espectadores a pensar, a reflectir sobre acontecimentos passados e a tomar posições na sociedade em que se inserem, para tal éusada uma técnica realista/influencia de Brecht – DISTANCIAÇÃOHISTÓRICA – isto é:- o actor deve conseguir "afastar-se"da personagem- o espectador deve conseguir "afastar-se" da historia narradaEsta técnica acaba por aproximar o actor e o espectador, de tal modo queambos se distanciam da historia narrada, podendo assim como pessoas reaisfazerem os respectivos juízos ou criticas de forma precisa e consciente sobreo que se passa em palco.Assim, Luís de Sttau Monteiro, através desta técnica, pretende levar o

Activity (8)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Renato Silva liked this
Renato Silva liked this
marinaalice liked this
corsairf16 liked this
angelamagalhaes7 liked this
manchinhas liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->