Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
fidene

fidene

Ratings: (0)|Views: 24 |Likes:
Published by vilmar konageski jr
trabalho de fundamentos da educação básica
trabalho de fundamentos da educação básica

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: vilmar konageski jr on Jun 11, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/16/2009

pdf

text

original

 
FUNDAÇÃO DE INTEGRAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E EDUCAÇÃO DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SULUNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDEDO SULDEPARTAMENTO DE BIOLOGIA E QUÍMICA
RELATÓRIO DA REALIZAÇÃO DA PRÁTICAEPRÁTICA DE ENSINO
ALUNO: VILMAR ARMANDO KONAGESKI JUNIOR PROFESSORA: LORI INEZ FEIGEL GRISONESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA2º SEMESTRE DE 2005REGIME ESPECIAL
 
 RELATÓRIO DA PRÁTICA
:
a) Introdução
Este relatório foi elaborado a partir da prática de ensino realizada na escolaMadre Stanislá que fica no Alto da União no interior do município de Ijuí. Com oobjetivo de aproximar minha visão de educador a um contexto sócio-cultural diferentedaquele que já conheço, sendo de fundamental importância, uma vez que, é necessárioestar pronto a se inserir em diferentes contextos sócio-culturais quando se pensa emtrabalhar com a educação. Já sobre o tema que escolhi, tenho em mente que é difícil detrabalhar com algumas pessoas sobre ele, pois o
diálogo entre professor e aluno
semprefoi, no meu ponto de vista, algo unilateral, o professor fala e o aluno escuta, e quandolhe é dada a oportunidade de perguntar, muitas vezes o aluno se cala. E é por isso quedecidi pesquisar como é esta relação, pois é um processo, este tema não se esgotará comeste trabalho, e poderei aprimorá-lo fazendo outros projetos em outras escolas, e a cadavez que o “concluir” estarei melhorando a minha visão e a de quem tomar conhecimentodestes projetos que estarei realizando.
b) Caracterização
Após a apresentação à diretoria da escola fui encaminhado para acompanhar asaulas de ciências da 7ª série e após o intervalo para a 8ª série, depois desta experiência,decidi que seria mais útil se fizesse a observação de uma turma por dia por que no meio período que fiz a observação não foi útil não só pelo pouco tempo, mas também porqueao entrar na sala não me foi dada a oportunidade de me apresentar aos alunos da formacomo havia planejado, fui apresentado pela professora da turma. De modo meio semgraça cheguei e sentei na cadeira sem falar com ninguém e não houve a conversa que euesperava eu sabia que aquele primeiro dia estava perdido, não poderia aproveitar muitodo que fosse feito. Então no segundo dia me adiantei a professora que iria à salacomigo, fui antes dela, quando os alunos estavam na sala, pedi para que eles sentasseme me apresentei da forma como havia planejado aproveitei o curto tempo inclusive paraconversar um pouco e decidi onde seria o melhor lugar para acompanhar a aula, sendoque o primeiro dia seria descartado quanto a realização do projeto, pois no primeiro diaem que há alguém estranho na sala o comportamento dos alunos fica afetado, e creio ser mais confiável o resultado da observação se primeiro eu me “enturmar” com os alunos edepois no segundo ou terceiro dia, aí sim, levar em considerações suas “falas” e atitudesquanto a objetos de estudo. Para mim foi uma boa experiência, pois enfrentei adificuldade do primeiro dia e consegui um bom aproveitamento nos demais. Ganheialguns amigos e os alunos ganharam algumas das minhas bolitas, percebi que noterceiro dia já não me estranhavam mais e pude perguntar sobre como eram as aulas e oque estavam estudando sem, no entanto estar cobrando deles uma resposta exata, foi simo diálogo que eu esperava. Claro que irei enfrentar situações em que este método nãosurtirá efeito, para isso deverei me preparar para criar novas formas e novos meios detrabalhar.
c) Conclusão
Foi possível concluir com este trabalho que, a idéia inicial que me propusinvestigar é existente, já eu há um conflito inevitável na relação professor aluno, creio2
 
que este conflito por mais estudado que seja, sempre existirá uma vez que onde há umarelação hierárquica, o diálogo entre as partes é substanciado por esta diferença naescala, assim pode-se dizer que uma possível solução seria diminuir esta distância seaproximando do aluno para o diálogo, mas aí entra a experiência relatada de que,quando nos aproximamos muito dos alunos em uma relação de amizade eles montamnas nossas costas, esta experiência eu ainda não passei, mas tenho consciência de ser  possível. Este é o desafio desta profissão, tecer um diálogo que seja fluente com oeducando, principalmente quando o conteúdo a ser exemplificado é complexo pois énecessária a troca de interpretações para que se possa mostrar qual é a direção certa,ainda mais quando se fala em química ou com séries que nunca tiveram ciências.
d) Bibliografia:
GADOTTI, Moacir.
 História das Idéias Pedagógicas
. Editora Ática, 2003.GADOTTI, Moacir.
 Pedagogia Diálogo e Conflito
. Cortez Editora, 1986.HERBART, Johann Friedrich.
 Pedagogia Geral 
. Serviço de Educação e BolsasFundação Calouse Gulbenkian, 2003.VALE, Ana Maria do.
 Diálogo e Conflito
, Cortez Editora, 2002. ______________________________________________________________________ 
 PROJETO DE PRÁTICA DE ENSINO
1- Caracterização da temática
:O diálogo entre o professor e o aluno: O conflito inevitável. 
2- Objetivos
:
Criar alternativas para o relacionamento professor-aluno, se tornar maisharmonioso – despertar novas formas de atuação e/ou aprimorar as já existentes.
Revelar se há ou não um conflito na relação professor-aluno.
Despertar no educador que existem diferentes formas de aprender doeducando.
3- Justificativa
:Facilitar o convívio, aproximar a realidade do aluno à realidade do professor, proporcionando um maior aproveitamento do tempo em sala de aula. Dinamizar asatividades realizadas.
4- Plano de ação
:3

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->