Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Wicca a Bruxaria Moderna

Wicca a Bruxaria Moderna

Ratings: (0)|Views: 178|Likes:
Published by Amanda Carvalho
Esta é uma resenha sobre bruxaria moderna, ou seja, Wicca. Crétidos a mesma para:Marcelo C. Sette Camara.
Esta é uma resenha sobre bruxaria moderna, ou seja, Wicca. Crétidos a mesma para:Marcelo C. Sette Camara.

More info:

Categories:Types, Resumes & CVs
Published by: Amanda Carvalho on Jun 22, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/26/2013

pdf

text

original

 
Wicca
O que é
A Bruxaria é uma religião de origem Xamânica e forte tradição mágica, mas é bom lembrar queXamanismo e Magia são técnicas espirituais, isto é, para ser Bruxa não é preciso fazer magia, ou ter  poderes paranormais. Muito menos ser vidente ou médium. O que diferencia a Bruxa do Mago ouXamã é a sua devoção pelos Deuses. Xamanismo e Magia são técnicas utilizadas pelas Bruxas, masnão têm nada a ver com a parte devocional da Wicca.É possível ser bruxa fazendo-se somente os rituais de devoção, sem nunca praticar um único feitiçona vida, mas o contrário não é verdadeiro, pois, se não houver da sua parte um Amor sincero pelaenergia dos Deuses e harmonia com a Natureza, você pode fazer feitiços dia e noite, mas nunca seráuma Bruxa. Tradicionalmente, as Bruxas podem (e devem) fazer feitiços recorrendo às energias da Natureza para resolver os problemas práticos da sua vida, bem como para ajudar ao próximo, masnunca devemos nos esquecer de que o mais importante é a comunhão com as energias da Natureza,e o respeito por todos os seres vivos, e, em especial, pelos nossos semelhantes.
Origens
Falar em origem da bruxaria é o mesmo que retornar aos primórdios da Humanidade, quando osseres humanos começaram a despertar sua percepção para os mistérios da vida e da natureza.Segundo os estudiosos da Pré-História, as primeiras demonstrações de arte devocional foram asMadonas Negras, encontradas em cavernas do período Neolítico.Portanto, as Deusas da Fertilidade foram os primeiros objetos de adoração dos povos primitivos. Damesma forma que nossos antepassados se maravilharam ao ver a mulher dando a Luz a umacriança, todo o Universo deveria ter sido criado por uma Grande Mãe. Entre os povos quedependiam da caça, surgiu o culto ao Deus dos Animais e da Fertilidade, também conhecido comoDeus de Chifres ou Cornífero. Os chifres sempre representaram a fertilidade, coragem e todos osatributos positivos da energia masculina, representando também a ligação com as energiascósmicas.Hoje a figura do Deus Cornífero é bastante problemática, pois, com o advento do Cristianismo, elefoi usado para personificar a figura do Diabo, entidade criada pelas religiões judaico-cristãs. Ele nãoé reconhecido e muito menos cultuado pelas Bruxas.A wicca surgiu no período Neolítico, em várias regiões da Europa, onde hoje se localiza a Irlanda,Inglaterra, País de Gales, Escócia, indo até o Sudoeste da Itália e a região da Britânia na França.Quando os Celtas invadiram a Europa, quase mil anos antes de Cristo, trouxeram suas própriascrenças, que, ao se misturarem às crenças da população local, originaram o sistema que deunascimento à Wicca. Com a rápida expansão desse povo, ela foi levada para regiões onde seencontram Portugal, Espanha e Turquia. Embora a Wicca tenha se firmado entre os Celtas, éimportante lembrar que a bruxaria é anterior a eles. Mas como esse povo foi o mantenedor datradição, é importante que conheçamos, pelo menos, o rudimento de seu pensamento e cultura.O Panteão Celta, ou seja, o conjunto de Deuses e Deusas dessa cultura é hoje o mais utilizado nosrituais da Wicca, embora possamos trabalhar com qualquer Panteão, desde que conheçamos osimbolismo correto, e não misturemos os Panteões num mesmo ritual. A sociedade Celta eraMatrifocal, isto é, o nome e os bens da família eram passados de mãe para filha. Homens emulheres tinham os mesmo direitos, sendo a mulher respeitada como Sacerdotisa, mãe, esposa eguerreira, participando das lutas ao lado dos homens. O culto da Grande Mãe e do Deus Cornífero
 
 predominaram nas regiões da Europa dominadas pelos Celtas, até a chegada dos romanos, que praticamente dizimaram as tribos Celtas, que nessa época já estavam sendo dominadas pelosDruidas, que representavam uma introdução ao patriarcalismo.Porém, em muitos lugares, a religião da Grande Mãe continuou a ser praticada, pois havia certatolerância por parte dos romanos, chegando certos ramos da Wicca a incorporar elementos doPanteão Greco-Romano, especialmente na Bruxaria Italiana. Foi somente na Idade Média que aBruxaria foi relegada às sombras com o domínio da Igreja Católica e a criação da Inquisição, cujoobjetivo era eliminar de vez as antigas crenças, que eram uma ameaça a um clero muito mais preocupado em acumular bens e riquezas do que a propagar a verdadeira mensagem de Jesus.Muitas das vítimas da Inquisição não eram Bruxas, e sim, pessoas com problemas de Saúde,doenças mentais, deficiências físicas ou somente o alvo da suspeita e inveja do povo. Também eracomum se acusar pessoas para tomar seus bens, pois esses eram divididos entre os inquisidores.Durante o tempo das fogueiras, o medo fez com que muitos permanecessem no anonimato pararesguardar as vidas de suas famílias. Muitos dos conhecimentos passaram a ser transmitidosoralmente, por medida de segurança, e, assim, muito se perdeu.
As Treze Metas da Wicca
o
Conhecer a si mesmo
o
Saber sua arte
o
Aprender 
o
Usar o que você aprendeu
o
Manter o balanço de todas as coisas
o
Manter suas palavras verdadeiras
o
Manter seus pensamentos verdadeiros
o
Celebrar a vida
o
Alinhar você mesmo com os ciclos da Terra
o
Manter seu corpo correto
o
Exercitar seu corpo e sua mente
o
Meditar 
o
Honrar a Deusa e o DeusEssas metas devem ser seguidas pelos praticantes da Wicca, já que realmente acreditamos nelas. Hátambém algumas leis da Wicca, que assim como as metas devem ser seguidas e respeitadas.Antes de mais nada, é importante citar as quatro palavras do Mago. Antes de começar o estudo damagia, é básico você saber e seguir essas quatro palavras. Primeiro tente entendê-las, pois sem quevocê as entenda, não há como ser um bom praticante de magia.
o
Saber;
o
Ousar;
o
Querer;
o
Calar.São as quatro palavras do Mago. Para ousar, precisamos saber. Para querer, precisamos ousar.Precisamos querer para possuir império. Para reinar, precisamos manter silêncio.
 
A Bruxa Solitária
Primeiro, uma dica: reflita bastante antes de virar uma bruxa solitária. A bruxa solitária é aquela quetrabalha sozinha, ou então com seu parceiro(a). Por ser solitária, ela opta por qualquer coisa, e tem o poder de decisão quanto ao tipo de ritual, vestimenta, etc. É ela que invoca e faz tudo sozinha numritual, em spells, etc. Muitas bruxas solitárias são muito ecléticas, dependendo de sua tradição.Algumas são extremamente radicais, mas isso varia de bruxa pra bruxa.Praticar bruxaria solitária é um pouco triste, exatamente pelo nome, que dá uma idéia: sozinha. Nãohá com quem compartilhar seus conhecimentos, ou mesmo uma ajuda para se fazer um ritual. Vocêtrabalha sozinha, por si própria e desempenha todos os papéis de um coven completo. Mas nada aimpede de mais tarde, fazer parte de um Coven ou mesmo, criar um coven, o que é muitointeressante.
O que é uma bruxa?
São pessoas que vivem com princípios pagãos e adotam o extraordinário como parte integrante desuas vidas. São pessoas que optaram por ter uma vida diferente, que reverenciam a natureza e oselementos e não tem medo de se assumirem como são e nem vergonha de serem como são.Hoje as pessoas falam muito sobre Bruxaria, mas o real sentido, o verdadeiro significado elasdesconhecem. Infelizmente perdeu-se o verdadeiro significado, e é confundida com satanismo eMagia Negra.A natureza é o templo da Bruxa, e neste templo se pratica o grande culto à Deusa, que érepresentada pela Lua.As Bruxas não adoram o diabo e nem praticam o mal, pelo menos as verdadeiras Bruxas!Ser Bruxa também é ser feminina, afinal quem não gosta de um pouco de sedução? Ser Bruxa éreconciliar o masculino e o feminino. É encontrar a verdadeira essência que está dentro de nós! Éaceitar o Deus e a Deusa em seu coração, é acreditar, respeitar, amar a Natureza, perdoar e, acimade tudo, amar...
Deusa-Mãe
O período neolítico não conhecia deuses - vigorava o matriarcado, com a Deusa-Mãe. O conceito de paterno inexistia e a moral, a ciência e a religião ocupavam a mesma esfera. Com a instituição do patriarcado, o cálice foi derramado através da espada, relegando o elemento feminino. Com o fimda era de Peixes, tipicamente masculina, o reinado feminino retorna em Aquário para resgatar Sofia,o arqtipo da Sabedoria. Assim como o Taoísmo primitivo, todas as religiões ancestraisvisualizavam o Universo como uma generosa Mãe. Nada mais natural: não é do ventre delas quesaímos? De acordo com o mito universal da Criação, tudo teria saído dela.Entre os egípcios, era chamada de Nuit, a Noite. "Eu sou o que é, o que será e o que foi. Para osgregos era Gaia - Mãe de tudo, inclusive de Urano, o Céu. Entretanto, ela não era apenas fonte devida, como também senhora da morte. O culto a Grande- Mãe era a religião mais difundida nassociedades primitivas. Descobertas arqueológicas realizadas em sítios neolíticos testificam aexistência de uma sociedade agrícola pré-histórica bastante avançada, na região da Europa e OrienteMédio, onde homens e mulheres viviam em harmonia e o culto à Deusa era a religião. Não háevidências de armas ou estruturas defensivas, onde se conclui que esta era uma sociedade pacífica.

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Liziane Zimmer liked this
Ragna Rokador liked this
mikvirtuoso242 liked this
Marcelo Moura liked this
vardao609159 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->