Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
18Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Recuperação Paralela

Recuperação Paralela

Ratings: (0)|Views: 3,960 |Likes:
Published by apostilasnorte1

More info:

Published by: apostilasnorte1 on Jun 25, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/06/2013

pdf

text

original

 
RECUPERAÇÃO PARALELA
Resolução SE 93, de 8/12/2009Resolução SE 92, de 8/12/2009Resolução Cenp nº1, de 11/01/2010
CICLO I
A partir de 2010, todos os professores do Ciclo I , 1º ao 5º anodo Ensino Fundamental,
FARÃO JUS (OPCIONAL) a seis (06)horas de trabalho pedagógico
para garantir, de forma continua eimediata, a oportunidade de estudos de recuperação, objetivandosuperar as dificuldades encontradas pelos alunos no processo deescolarização. A saber: 04 (quatro) horas com alunos pararecuperação e 02 (duas) horas de H.T.P.C.
CICLO II
A partir de 2010 cada escola terá um ou mais professores deLíngua Portuguesa e de Matemática com carga horária específica paraapoiar alunos com dificuldades de aprendizagem (ESTUDOS DERECUPERAÇÃO) e sob diferentes formas de atendimento.1.
 
As unidades escolares com classes de ensino regular de Ciclo IIe Ensino Médio passarão a contar com BLOCOS de 10 (dez)aulas de Língua Portuguesa e 10 (dez) aulas de matemática.Estes blocos são indivisíveis. Serão atribuídas 10 (dez) aulas acada professor.
 
Escolas com até
15
(quinze) classes
, 1 (um ) Bloco decada disciplina, ou seja, 10 aulas de Língua Portuguesa e 10(dez) aulas de matemática.
 
Escolas com
1
6 (dezesseis) a 29 (vinte e nove) classes
,2 (dois) Blocos de cada disciplina, ou seja, 20 aulas deLíngua Portuguesa e 20 (vinte) aulas de Matemática;
 
Escolas com
3
0 (trinta) ou mais classes,
3( três) Blocosde cada disciplina, ou seja, 30 aulas de Língua Portuguesa e30 (trinta) aulas de Matemática. Distribuídas em 10 aulaspara cada professor;
 
Para calcular os blocos, desconsiderar as classes do E.J.A;
 
As Escolas de Tempo Integral deverão desenvolveratividades de recuperação continua, principalmente nasOficinas Curriculares. Não terão grupos específicos para
 
estudos de Recuperação Paralela. Portanto,
NÃO
haveráaulas de Recuperação para o processo de atribuição.
2.
 
A carga horária destinada às atividades de recuperaçãoparalela, será atribuída, respeitada a classificação noprocesso de atribuição de aulas em nível de UnidadeEscolar e ou Diretoria de Ensino:
y
 
Ao titular de cargo, COMO CARGA SUPLEMENTAR,ficando vedada a atribuição para constituição ouampliação de jornada de trabalho docente.
y
 
Excepcionalmente, a composição do Bloco de aulaspara os efetivos com Jornada Básica, poderá serreduzida para 08 (oito) aulas.
y
 
Ao docente ocupante de função-atividade comocarga horária de trabalho.
3.
 
As aulas deverão ser desenvolvidas em horário não coincidentecom a freqüência do aluno às aulas regulares, podendo serrealizadas na pré ou pós aulas, no contraturno ou aos sábados.4.
 
Devido ás diferentes formas de atendimento aos alunos, ohorário das aulas e dos professores , deverão ser flexíveis paraatender os três turnos da unidade escolar.5.
 
Havendo disponibilidade de horário o professor responsávelpela recuperação paralela poderá auxiliar o professor da classenas atividades de RECUPERAÇÃO CONTINUA.6.
 
A Proposta de Recuperação Paralela deve ser feita
SEMESTRALMENTE
, dadas as características do atendimento eencaminhada à Diretoria de Ensino para análise e aprovação.7.
 
Os alunos, ou grupos serão cadastrados em opção específica noSistema de Cadastro de Alunos do Estado de São Paulo.Comissão de Recuperação Paralela
 
O Professor Coordenador e a Recuperação Paralela namatemática:
A eficiência da recuperação acontece quando o compromisso de todosos atores envolvidos no processo está direcionado tanto para oensino, na busca da melhor estratégia metodológica, como para aaprendizagem, quando as necessidades e potencialidades dos alunossão de fato consideradas. Esse processo deve ser entendido comouma das etapas fundamentais de todo o trabalho de ensino e deaprendizagem realizado por uma escola que respeita a diversidade eacredita que seus alunos são capazes de aprender, porque ela secapacita para ensinar.Do ponto de vista prático na matemática:
y
 
O estudo do conceito de números racional aperfeiçoa ahabilidade de dividir, que permite a manipular melhor osproblemas do mundo real e construir o importantíssimoconceito de proporcionalidade.
 
y
 
Na perspectiva psicológica, os números racionais proporcionamum rico campo, dentro do qual as crianças podem desenvolvere expandir suas estruturas mentais para um desenvolvimentointelectual contínuo, pois são inseridos no currículo no períododa transição do pensamento concreto para o pensamentooperatório formal.
 
y
 
Propor algumas reflexões sobre o estudo das frações, tentandoassociar as práticas pedagógicas mais utilizadas a possíveisproblemas ou dificuldades que têm sido observados em alunosdo Ensino Fundamental e Médio.
 
Segundo o Professor Lino de Macedo ³ Temos que recuperar orecuperável´ 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->