Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
1Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
26-27-28/06/2010

26-27-28/06/2010

Ratings: (0)|Views: 608|Likes:
Published by felipearuan

More info:

Published by: felipearuan on Jun 28, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/28/2010

pdf

text

original

 
ANO XXI26-27-28 DE JUNHO DE 2010
CORTESIA - DISTRIBUIÇÃO DIRIGIDA - R$ 1,00
DIRETOR RESPONSÁVEL: DANIEL D. RIBEIRO
 A G
 AZETA
 
DOS
M
UNICÍPIOS
C
AÇAPAVA
• C
AMPOS
 
DO
J
ORDÃO
• C
ARAGUATATUBA
• C
UNHA
• I
LHABELA
• J
AMBEIRO
• L
AGOINHA
• M
ONTEIRO
L
OBATO
• N
ATIVIDADE
 
DA
S
ERRA
• P
ARAIBUNA
• P
INDAMONHANGABA
R
EDENÇÃO
 
DA
S
ERRA
• S
ANTO
A
NTONIO
 
DO
P
INHAL
•S
ÃO
B
ENTO
 
DO
S
APUCAÍ
• S
ÃO
L
UIZ
 
DO
P
ARAITINGA
• T
AUBATÉ
• T
REMEMBÉ
• U
BATUBA
 A GAZETA DETREMEMBÉ A GAZETA DOSMUNICÍPIOS
Nº 03/256
A Vigilância Sanitária daSecretaria de Saúde deTremembé investiu naaquisição de equipamentode nebulização e EPI -equipamentos deproteção individual paraampliar o combate àdengue.A VigilânciaSanitária de Tremembédesenvolve há 10 anos omonitoramento domunicípio, trabalhandopara eli minar o mosquitotransmissor da dengue econscientizar apopulação. Em 2009formou uma equipe fixacom onze agentestreinados e capacitadospela Superintendência deControle de Endemias doEstado de SãoPaulo (SUCEN).Segundo o CoordenadordaEquipe de Combate àDengue Vagner Leandrode Lima, a compra dosequipamentos foinecessária devido amudança do cenário daregião do Vale doParaíba. “Nesse anohouve um aumento decasos na região.Aqui no Vale, todas ascidades são muitopróximas e o queacontece em uma, afeta aoutra”, explica.Paracontrolar e bloquear aproliferação do mosquitotransmissor da Dengue aequipe usará oatomizador, conhecidocomo Fumaça, para aaplicação do inseticida nacidade. “Todo o trabalho émonitorado pela SUCENe não prejudica em nada àsaúde da população”,esclarece Vagner.RicardoCorbani Coord. Técnicode Comunicação(12)3607-1004(12)3607-1000 ramal1004.PrefeituraMunicipal da EstânciaTurística de Tremembé
Tremembé contra aDengue
O prefeito de Taubaté,Roberto Peixoto, assinouna manhã de segunda-feira, 21 de junho,convênio com aCompanhia deDesenvolvimentoHabitacional e Urbano(CDHU) para aconstrução de mais 500unidades habitacionais nomunicípio.A assinaturaaconteceu na sede daCDHU, em São Paulo, econtou com as presençasdo presidente dacompanhia, o secretáriode Habitação do Estado,Lair Alberto SoaresKrähenbühl, do diretor dePlanejamento e Fomentoda CDHU, Mário AmaralSampaio Coelho Júnior, edo gerente regional daCDHU, Francisco deAssis Vieira.Peixotoinformou que aadministração municipal já disponibilizou umaárea no bairro do Estorilpara a construção dasnovas residências eressaltou que elas deverãoficar prontas no prazo dedois anos. Esta área jáestava reservada há cercade dois anos, aguardandoapenas a concretização doconvênio.As unidadesserão construídas peloPrograma de Parceriacom Municípios (PPM),sendo destinadas afamílias de baixa renda.“Com mais essaconquista, tão esperadapor todos, ampliamossignificativamente aoferta de residênciasdentro do nosso programahabitacional”, avaliouPeixoto.O prefeitolembrou que a suaadministração já colocoucomo meta a construçãode 600 residências dentrodos próximos três anos(2010, 2011 e 2012).Além disso, atualmente aPrefeitura está construídaoutras 272 residências noParque Ipanema.”Estamosreduzindo de maneiradrástica o déficithabitacional de Taubaté egarantindo à população debaixa renda o direito à casaprópria”, completou oprefeito.Peixoto tambémdestacou outras ações naárea, como aregularização deloteamentos, dentro doque é estabelecido peloprograma “Minha casa,minha vida”. Quatroloteamentos já forambeneficiados e o objetivoda administração éregularizar outros 28loteamentos.
Peixoto assina convêniocom CDHU paraconstrução de mais 500residências
A Quadrilha de Bonecões,que encantou a plateia daFesta São João deCaçapava nanoite do últimodomingo, volta a seapresentar noespaço no encerramentodo evento domingo, dia27, a partir das 20h.Aquadrilha é um projeto doGAMT e da artistaplástica Ana Salles Motae estreou neste ano naprogramação da festa junina da entidade. Nodomingo passado,participou comoconvidada especial daprogramação da Festa SãoJoão de Caçapava echamou a atenção dopúblico pelo colorido dosbonecões.
Quadrilha de Bonecões voltaa se apresentar na Festa SãoJoão de Caçapava domingo
Caçapava recebe no dia27, a partir das 7h, a 4ªEtapa do CampeonatoValeparaibano deCiclismo, com aparticipação de cerca de100 ciclistas de dezcidades do Vale doParaíba, Litoral Norte eEstado de Minas Gerais.Serão disputadas 15categorias. A prova serárealizada na Av. Dr.Antonio Pereira Bueno,no Jardim Caçapava, aolado da Nestlé. Caçapavaparticipará com umaequipe de 20 atletas.Ascategorias em disputa natemporada 2010 são pró-elite, feminino elite,feminino Júnior,fraldinha (masculino efeminino),dente de leite (masculinoe feminino), mirim(masculino e feminino),infantil (masculino efeminino), infanto-juvenil(masculino e feminino), juvenil (masculino efeminino), Junior, sub-30,sênior A, sênior B esênior C, máster A,máster B, Máster C, MTBElite, MTB Feminino,estreantes,paraolímpicos. O evento éorganizado pelaLÍDER – Liga deDesportos deRendimento e de Base daCapital, Vale do Paraíba eLitoral Norte, com apoioda Prefeitura de Caçapava.
Caçapava recebe etapado CampeonatoValeparaibano deCiclismo
 
Página 2
 A G
 AZETA 
 
DOS
M
UNICÍPIOS
MiscelâneaMiscelâneaMiscelâneaMiscelâneaMiscelânea
EXPEDIENTEEXPEDIENTEEXPEDIENTEEXPEDIENTEEXPEDIENTE
Editada por Editora Flor do Vale JornalismoComunicação e Promoção LtdaCNPJ: 61.661.328/0001-43Rua dos Lírios, 171- Flor do Vale - Tremembé - S.P.Tel. (0xx12) 3672-2257 - Fax (0xx12) 3672-4831CEP 12120-000 -E-mail: editoraflordovale@terra.com.brRegistro no INPI 81717790 -Impresso em 26/06/2010Diretor responsável pela publicação:Daniel Domingues Ribeiro PRT 004860Diretora Comercial: Dolores RussoEditoração Eletronica eImpressão: Gráfica do Jornal da Cidade -R. Júlio Prestes, 164 - PindamonhangabaRepresentante em São PauloREVESP Representações Ltda.Alameda dos Jurupes, 455Conj. 46 - São Paulo -CEP 04088-001Filiado a ADJORJ Associação dos Jornais do InteriorSistema de distribuição dirigidaMatérias pagas ou autografadasnão representam necessariamente a opinião deste jornal
.Jornal Regional
POSTOS DE DISTRIBUIÇÃOCAÇAPAVA: Na banca da Praça das Bandeirase outras da cidade.CAMPOS DO JORDÃO: Livraria J. B. Pires -Rua Dr. Djalma Forjaz, 211 - Capivari.CARAGUATATUBA: Salles Jornais e Revistas -Rua Aluno Arantes.CUNHA: Banca da Várzea - Rua Augusta Galvao de França ( Ao lado do campo defutebol)JAMBEIRO: Praça Almeida Gil, 19 - Centro - Papelatia BangaloLAGOINHA: Parada Obrigatória - Praça Pedro Alves Ferreira,65MONTEIRO LOBATO: Banca do Lu -Praça Com. Freire.NATIVIDADE DA SERRA: Banca de Natividade e Panificadora Pão Zico -Rua Lírio da Serra.Banca Nossa Senhora de NatividadePARAIBUNA: Prança Antonio Carvakho, 100 - Banca canto das LetrasPINDAMONHANGABA: Distribuidora de Jornais e Rev.Rua Dep. César Claro 218.REDENÇÃO DA SERRA:Banca de Redenção Av. 7 de setembro, 258 - Claudia e GoretiSANTO ANTÔNIO DO PINHAL:Na banca de jornal da cidade (Estação rodoviária).SÃO BENTO DO SAPUCAÍ:Na banca de jornal da cidade (Estação rodoviária).SÃO LUIS DO PARAITINGA:Banca da Praça - Praça Oswaldo Cruz, 18TAUBATÉ: Irmãos Pascheta Ltda. -Rua XV de Novembro, 504.TREMEMBÉ: Nas bancas de jornais da cidade.UBATUBA: D.D.P. Distribuidora de Publicidade Costa Verde - Praça Exaltação à SantaCruz, 75Este jornal é distribuído à todas as Prefeituras e Câmaras Municipais do Vale doParaíba, Litoral Norte e Região Serrana, além de vários órgãos Federais, Estaduais eMunicipais.
26-27-28 de Junho
CuriosidadesO arco-íris tem a forma de arco e se forma a partir da refração dos raios solaresnas gotículas da chuva. Refração é o fenômeno no qual uma onda de luz ou som écapaz de atravessar um meio (por exemplo, a água). Os raios que atravessam omeio são chamados de raios refratários. Ao penetrarem nas gotas da chuva, osraios sofrem um desvio e se decompõem em várias cores, as cores do espectrosolar. Elas vão do alaranjado ao violeta, apesar de habitualmente só conseguirmosver 3 a 4 cores. A chuva atua como se fosse um anteparo, uma cortina finíssima quese impõe no caminho dos raios do Sol. O arco-íris é a projeção dos raios solaressobre esse anteparo. Como o Sol tem formato arredondado, o arco-íris tambémterá.A China é o país que mais vende bicicleta no mundo. São fabricados por ano cercade 80 milhões de unidades das quais 50 milhões são exportadas para outros países.Os habitantes das classes média e alta estão substituindo a bicicleta pelo carro,mas a maioria ainda a usa como principal meio de transporte. Com base emlevantamentos feitos pela Associação de Bicicleta da China, o volume de bicicletasem circulação mantêm-se acima de 500 milhões e tem crescimento em média de30 milhões de novas unidades por ano. Com tanta bicicleta circulando, não há umsó lugar que não seja cortado por ciclovias e que não tenha estacionamento para oveículo, não apenas nas ruas, mas nas empresas, escolas e universidades.HumorO Policial Rodoviário diz ao motorista:- O senhor está multado, porque não está com os documentos.- Assim, o senhor vai estragar o meu fim de semana. Diz o motorista.E o policial tranqüilo, responde:- Não se preocupe, vou fazer a multa com a data de segunda-feira.Dois pescadores conversavam na beira do rio e um deles diz:- Imagine só você que na semana passada, aqui mesmo, eu pesquei um lambari deum metro de comprimento.- Puxa! Incrível! Eu acredito sim, porque eu também pequei no mês passado, aquimesmo, um lampião aceso.- Não, essa é demais! Um lampião aceso? Não acredito.- Não acredita, tudo bem. Basta você diminuir o tamanho do seu lambari que euapago o meu lampião.Um paulista, trabalhando pesado, vê um baiano deitado numa rede na maior folga ediz:- Você sabia que a preguiça é um dos pecados capitais?E o baiano, sem se mexer e na maior folga, responde:- Sei! E a inveja também.Naquela festa da alta sociedade, madame Lili, que vivia escondendo a sua idade,conversava animadamente quando um dos convidados resolveu elogiá-la:- Para uma senhora da sua idade, até que estás bastante forte e alegre.E madame Lili, retrucou:- Quero que saiba, cavalheiro, que eu não sou uma senhora da minha idade!MensagensO dinheiro é um fator preponderante, resolve muito a situação não resta a menordúvida, mas nem sempre ele consegue comprar aquilo que às vezes constituem osnossos profundos desejos. Querem saber o que o dinheiro pode e não pode comprar?- a cama, mas não o sono.- o livro, mas não a inteligência.- a comida, mas não o apetite.- o luxo, mas não a formosura.- a casa, mas não o lar.- o remédio, mas não a saúde.- a conveniência, mas não a cultura.- o divertimento, mas não a felicidade.- o crucifixo, mas não a salvação.- um assento na igreja, mas não um lugar no Céu.Assim como o amor traz uma brisa profunda para os nossos relacionamentos, oentendimento traz uma diminuição de medo. O entendimento abre uma janela atravésda qual o amor, como uma brisa suave, sopra para longe nossas dúvidas e ansiedades,refrescando nossas almas e alimentando nossos relacionamentos. Freqüentementenossos medos se ligam a eventos ocorridos no passado, em alguns momentos destavida ou em outras existências passadas, porém, como mergulhamos noesquecimento projetamos esses medos para o presente e o futuro. Mas, aquilo quetememos não existe mais. Tudo o que precisamos fazer é recordar e despertar paraum novo futuro.PensamentosO amor receia mais a mudança do que a destruição.Nunca se vai tão longe quando não se sabe aonde se vai.Há duas coisas infinitas: O Universo e a tolice dos homens.O oposto de falar não é ouvir, mas sim é esperar a sua vez.Você tem que encontrar a força que existe dentro de você.Quem sente saudade já conheceu a felicidade.Antes de destruir, veja o que vai colocar no lugar.O homem é o mais perfeito dos animais domésticos.Por fora uma beleza, por dentro uma tristeza.A intolerância é a irmã gêmea da necessidade.
Percentual de fumantescaiu de 16,2% para15,5% em quatro anos. Excesso de peso e abusode bebidas preocupam
.O Ministério da Saúdedivulga os resultados daPesquisa de Vigilância deFatores de Risco eProteção para DoençasCrônicas por InquéritoTelefônico (Vigitel), feitaem parceria com oNúcleo de Pesquisa emNutrição e Saúde daUniversidade de SãoPaulo (USP). Aoentrevistar 54 mil adultos,o estudo levantou dadossobre tabagismo,consumo de bebidasalcoólicas e peso.
Cigarro
- Um dado a secomemorar é adiminuição do percentualde fumantes no país. De2006 a 2009, ele caiu de16,2% para 15,5%. Essaqueda é a confirmação deuma tendência dosúltimos vinte anos: em1989, o índice dos quefumavam era de 33%. Avitória brasileira contra ocigarro resulta do trabalhode conscientizaçãoliderado pelo Ministérioda Saúde, aliado a medidasrestritivas como aproibição da publicidadede tabaco e inclusão deadvertências sobre osmalefícios do fumo nascarteiras de cigarro.
Peso
- A pesquisa tambémmostra que o percentualde pessoas com excessode peso aumentou de42,7% para 46,6% entre2006 e 2009. Entre oshomens , 51% estão acimado peso, enquanto 42,3%das mulheres sofrem como problema. Para acoordenadora deVigilância de Agravos eDoenças NãoTransmissíveis doMinistério da Saúde,Deborah Malta, este é umproblema mundial.“O hábito de deixar decomer alimentossaudáveis para comerprodutos industrializadosé um dos principaisfatores para o excesso depeso”, ressalta acoordenadora.A pesquisa verificoutambém que o percentualdos que sofrem deobesidade cresceu de11,4% para 13,9%entre 2006 e 2009. OMinistério dasaúde combate oproblema através dediferentes ações, entreelas a inclusão denutricionistas nas equipesde Saúde da Família. Aorientação sobre amudança de hábitosalimentares é decisivapara evitar prejuízos àsaúde, como hipertensãoe problemascardíacos.
Consumo debebidas
- Sobre oconsumo do álcool, apesquisa revela que entre2006 e 2009 o número depessoas que declaram játer abusado da bebidaaumentou de 16,2% para18,9%. Para o Ministérioda Saúde, excesso debebida é o consumo decinco ou mais doses namesma ocasião em ummês, no caso dos homens,ou quatro ou mais doses,no caso das mulheres.Para combater este mal, oMinistério da Saúdedefende medidas como aproibição da propagandade cervejas e a elevação dacarga tributária sobre asbebidas, que iria aumentarseu preço. O governotambém aponta o sucessode medidas como a “leiseca”, que puneseveramente quem dirigesob efeito de álcool. Onúmero de mortes notrânsito depois de um anode validade da lei diminuiuem 6,2%. Foram 2.302mortes a menos em todoo país.
Pesquisa revelacomo anda asaúde dapopulação brasileira
 
 A G
 AZETA 
 
DOS
M
UNICÍPIOS
Página 3
Acesse:
www.agazetadosmunicipios.com
 Maior campanha járealizada no Brasiltermina com mais de 73milhões de pessoasimunizadas. Municípiosdevem continuar vacinando grupos queainda não atingiramcobertura mínima de80%
.A mobilizaçãonacional para vacinaçãocontra a gripe H1N1termina nesta quarta-feira(2) em todo o Brasil, com73.205.076 pessoasimunizadas, segundodados parciaisinformados pelos Estadose Municípios até as 15h.É a maior vacinação járealizada no país,superando os 67 milhõesde imunizados contra arubéola, em 2008. Os73,2 milhões devacinados representam37% da populaçãobrasileira.Proporcionalmente, é amaior campanha realizadano mundo. EstadosUnidos, por exemplo,vacinaram 24% de suapopulação. México, 20%;Suíça, 17%; França, 8%;e Alemanha, 6%. “Osnúmeros mostram osucesso de nossaestratégia, uma vitória detodo o Sistema Único deSaúde e da sociedadebrasileira”, resume oministro da Saúde, JoséGomes Temporão. “Issodemonstra o grandetrabalho desenvolvidopelos profissionais desaúde vacinadores e aconfiança da populaçãono Programa Nacional deImunizações”. A metanacional de vacinar pelomenos 80% do público-alvo foi atingida entredoentes crônicos,crianças menores de 2anos, adultos de 20 a 29anos, trabalhadores desaúde e indígenas. Mas,até as 15h desta quarta-feira, a cobertura aindadeixava a desejar entreadultos de 30 a 39 anos(60%, com 17,5 milhõesde vacinados e público-alvo de 29 milhões) ecrianças de 2 a menoresde 5 anos (10%, com 1milhão de vacinados epúblico-alvo de 9,6milhões). Nesses doisgrupos, nenhum estadoatingiu 80%, até omomento. Por isso, oMinistério da Saúdedeterminou, juntamentecom os ConselhosNacionais de SecretáriosEstaduais (CONASS) eMunicipais(CONASEMS) de Saúde,que os municípios devemcontinuar a vacinar ospúblicos prioritários quenão tenham atingido ameta. Um balançoconsolidado com osnúmeros da campanhadeverá ser divulgado napróxima semana.
CRIANÇAS
– Tambémhaverá novo reforço nopróximo dia 12, quandoocorre a primeira etapa daCampanha Nacional deVacinação contra aPoliomielite, voltada paracrianças de 2 anos amenores de 5 anos. Nestadata, as crianças tambémpoderão tomar a vacinacontra a gripe H1N1, masapenas nos postos fixosde vacinação e não nasunidades volantes. Já épraxe que nos dias decampanha contra aparalisia infantil asequipes de saúdeaproveitem para atualizaro cartão de vacinas dacriança. Este ano, os paise responsáveis poderãoaproveitar a ida aospostos para vacinar ascrianças contra agripe.”Masrecomendamos que nãodeixem para imunizar ascrianças contra a gripeapenas no dia da campanhada pólio. Procurem sevacinar antes”, diz oministro Temporão. Éimportante lembrar que,após tomar a vacina, oorganismo leva até 14 diaspara estar totalmenteprotegido. As pessoasdevem procurar aSecretaria de Saúde doseu município para buscarorientações sobre dias ehorários defuncionamento dospostos.Outro pontoimportante é sobre avacinação diferenciadadas crianças, queprecisam tomar duasmeias doses da vacina,para garantir umaimunização completacontra o vírus da gripeH1N1. A segunda dosedeve ser tomada 21 diasdepois da primeira. Nestecaso, se a criança tomar aprimeira dose no dia dacampanha da paralisiainfantil, os pais eresponsáveis devem ficaratentos para levá-las aospostos novamente, para asegunda dose.
GESTANTES
– No casodas mulheres grávidas, os2,1 milhões de vacinadasaté o momentorepresentam umacobertura de 70%. Oíndice está dentro doesperado, pois o cálculodo público-alvo foi feitocom base na estimativa denascimentos para todo oano. “Mas precisamosconsiderar as gestantesque deram à luz nosprimeiros meses do ano,antes da vacinação, e asque vão engravidar após acampanha”, explica odiretor de VigilânciaEpidemiológica doMinistério da Saúde,Eduardo Hage. Em 2010,foram registradas 540internações e 64 mortesem decorrência da gripeH1N1, até 8 de maio.Desse total, 18% doscasos graves e 30% dosóbitos foram emgestantes. Por isso, oMinistério da Saúdereforça a importância deque todas as grávidas, emqualquer período dagestação, procurem umposto para tomar a dose davacina. No ano passado,foram registrados 2.051óbitos em todo o país.Desse total, 1.539 (75%)ocorreram em pessoascom doenças crônicas e189 entre gestantes.Adultos de 20a 29 anos concentraram20% dos óbitos (416, nototal) e os de 30 a 39concentraram 22% dasmortes (454, no total).
Atendimento àimprensa
(61) 3315-2351/3580
Mobilização nacional chega aofim, mas vacinação contraH1N1 em municípios continua
O vereador Orestes Vanone(PSDB) falou da adaptaçãodo TCTAU (TransporteComplementar de Taubaté)para o sistema de bilhetagemeletrônica e contestou apresidência da cooperativacriada para administrar otransporte alternativo.”Opresidente da cooperativa é oex-diretor do Departamentode Trânsito, Valdir Santos, eisso não pode acontecer. Nãopodem deixar um ex-diretorde departamento comandaruma cooperativa.”Vanonedisse que foram colocadosaparelhos eletrônicos em 26vans sob a administração dacooperativa e explicou osgastos com a adaptação. “Acolocação dos aparelhoscustou R$ 18 mil, um terço docusto de uma van, que serãopagos em cinco anos, sendoR$ 300 por mês. Além disso,se pagará 10% para que essetipo de serviço sejaadministrado pelacooperativa. Estou no quintomandato e não aceito esse tipode coisa. Isso me enoja.”Oparlamentar afirmou existir oagravante de a permissãopara o funcionamento dotransporte complementarterminar em 2011, quandoencerraria o prazodeterminado pela lei que criouo sistema alternativo, ecomentou irregularidades nacooperativa. “Quem garanteque o transportecomplementar terá permissãode funcionamento renovada?Tenho certeza de que oprefeito não temconhecimento do que está sepassando. Recentemente,houve uma reunião nacooperativa, e a ata foi feitapor um funcionário doDepartamento de Trânsito.Isso não pode acontecer.”
Vanone questiona cooperativa doTCTAU sobre bilhetagem eletrônica
26-27-28 de Junho

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->