Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
155Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Literatura - Aula 21 - Modernismo em Portugal

Literatura - Aula 21 - Modernismo em Portugal

Ratings:

4.88

(16)
|Views: 39,340|Likes:

More info:

Published by: Literature Literatura on Jun 14, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/22/2013

pdf

text

original

 
AULA 21 – LITERATURA
PROFª Edna Prado
 
MODERNISMO EM PORTUGAL
I – CONTEXTO HISTÓRICO
As primeiras manifestações modernistas começaram a surgir noperíodo compreendido entre as duas guerras mundiais, período marcadopor profundas transformações político-sociais em toda a Europa, não sóem Portugal.Didaticamente, o
Modernismo português
tem início em 1915,com o lançamento do primeiro número da
Revista Orpheu
, revistaque, inspirada pelos movimentos da Vanguarda Européia, desejavaromper com o convencionalismo, com as idealizações românticas,chocando a sociedade da época.Vários artistas participaram da elaboração da revista, entre elesdestacaram-se:
Fernando Pessoa
,
Mário de Sá-Carneiro
e
AlmadaNegreiros
. Os escritores do
Orfismo
, como ficaram conhecidos,queriam imprimir à literatura portuguesa as inovações européias.Anos depois, em 1927, outra importante revista passa a serdivulgadora dos novos ideais modernistas – A
Revista Presença
, queteve como maior representante, o escritor
José Régio
.Veja o principal representante do Modernismo português:
 
Ilustração de Costa Pinheiro
Fernando Pessoa
é a grande figura da produção modernista em Portugal. Maspor que será que essa imagem tem o autor ao centro com três sombras ao redor?
Pessoa criou vários heterônimos que apresentavam característicasparticulares e que por isso escreviam textos bem diversos. Mas o que éum
heterônimo
? É um desdobramento da própria personalidade doautor, é a criação de outras pessoas. Heterônimo é diferente de
pseudônimo
, pois atinge uma maior complexidade, o pseudônimo éapenas a criação de nomes fictícios para uma mesma pessoa,heterônimo é mais que um nome diferente, é uma outra pessoa.Veja esquematicamente o que significa o
 
fenômeno daheteronímia:
 ORTÔNIMO – “Ele mesmo”  FERNANDO PESSOA HETERÔNIMOS*Alberto Caeiro*Ricardo Reis*Álvaro de Campos
Existem outros heterônimos menos conhecidos. Como disse opróprio escritor, várias foram as personagens que o acompanharam
 
desde a infância. Segundo ele sua tendência, sua necessidade eramultiplicar-se:
“Multipliquei-me, para me sentir,Para me sentir, precisei sentir tudo,Transbordei-me, não fiz senão extravasar-me”.
Os heterônimos de Pessoa apresentavam uma biografia, ou seja,tinham data e local de nascimento, profissão e diferentes visões demundo.Veja a imagem de um de seus heterônimos:
Ilustração de Almada Negreiros
Alberto Caeiro
nasceu em 1989 e morreu tuberculoso em 1915, era umhomem simples do campo. Sua estatura era mediana, loiro, de olhos azuis, órfão eestudou pouco, até o primeiro ano.
Seus textos são marcados pela ingenuidade e pela linguagemsimples, seus versos são livres e falam do amor à natureza e àsimplicidade da vida no campo. Recusa qualquer explicação filosóficasobre a vida. Caeiro pensa com os sentidos, não com a razão, para ele afelicidade reside em não pensar.Identifique as características de Alberto Caeiro no próximofragmento de um de seus textos:

Activity (155)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Fernando Amaral liked this
Gostei muito da forma como explicou o q é o heterônimo.
Letícia de Oliveira added this note
quem falou???
Myller Novelli added this note
Pessimo,não gostei...
Roni Rangel added this note
ótima aula parabéns!
jbras liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->