Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
121Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Literatura - Aula 10 - Romantismo no Brasil e em Portugal

Literatura - Aula 10 - Romantismo no Brasil e em Portugal

Ratings:

4.6

(10)
|Views: 114,013|Likes:

More info:

Published by: Literature Literatura on Jun 14, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

08/07/2013

pdf

text

original

 
AULA 10 – LITERATURA
PROFª Edna Prado
ROMANTISMO
 
EM PORTUGAL E NO BRASIL
I - CONTEXTO HISTÓRICO
Na aula passada nós estudamos as principais características do
Romantismo
e vimos que a liberdade era a mola propulsora de todoesse movimento. Na aula de hoje nós veremos como essascaracterísticas se manifestaram
em Portugal e no Brasil
.Em Portugal, o Romantismo é a estética literária que dá início àchamada Era Moderna ou Romântica. Didaticamente, o
RomantismoPortuguês
tem início em 1825, com a publicação do poema
Camões
de Almeida Garrett e permanece no cenário literário até as primeirasatitudes de rebeldia de um grupo de estudantes de Coimbra, 1865, –na famosa Questão Coimbrã que abre caminho para um novomovimento: o Realismo.A partir de suas principais características e da variedade temática,toda a produção literária desse período, dividi-se em três gerações oumomentos:No
primeiro momento
encontramos autores ainda presos acertos valores neoclássicos. Mas foram eles os responsáveis pelaincorporação do novo estilo. As duas grandes figuras são:
AlmeidaGarrett
e
Alexandre Herculano
.No
segundo momento
temos a intensificação das característicasromânticas, ou seja, essas características são levadas ao exagero. É ochamado ultra-romantismo.
Soares de Passos
e
Camilo CasteloBranco
são os poetas mais populares.
 
Já no
terceiro momento
, encontramos um prenúncio doRealismo, com os autores se distanciando das características românticasdo período inicial. Destacam-se nesse momento
João de Deus
e
JúlioDinis.
Veja agora a imagem do primeiro grande poeta românticoportuguês – Almeida Garrett:Em seus primeiros textos encontramos um Garrett, que mesmolivre da influência árcade ainda não escreve plenamente dentro dasvertentes românticas. Sua obra
Camões
conta a história da grandefigura do Renascimento Português, da sua vida atribulada, das suaspaixões e do seu amor pela pátria.Já em
Folhas Caídas
 
(poesia) e
Viagens na minha terra
(prosa)
, encontramos um autor tipicamente romântico, voltado para oamor, para suas experiências pessoais, suas dores e angústias.Garrett também se dedicou ao teatro, sendo considerado o
fundador do teatro “
nacional 
português”
. Não confunda: Gil Vicentefoi o
fundador do “
teatro
português”
. Lembre-se de que nessemomento a burguesia detinha o poder econômico e era para essaburguesia que Garrett escrevia, não para a nobreza como fez Gil Vicenteem vários momentos de sua produção literária.Garrett chegou aescrever uma peça chamada
Um auto de Gil Vicente
 ,
homenageando-o.
 
Também, baseado no passado histórico, escreveu um grande dramaretomando o Mito do Sebastianismo e as situações ligadas à Batalha deAlcácer-Quibir (século XII), é a peça
Frei Luís de Sousa
.
 
Nesse período temos também a presença de outro importanteautor:
Alexandre Herculano
foi ativista político e ao lado de Garrett,participou das lutas liberais em Portugal. Podemos falar que AlexandreHerculano é o iniciador do romance histórico em Portugal, ele soubecomo ninguém, aliar as características do Romantismo ao registrohistórico.
 
Eurico, o presbítero
, um romance histórico, é sua grande obra(presbítero é sinônimo de padre). Nessa obra, além da história do amorimpossível, encontramos retratado o período das lutas da Reconquistaem plena Idade Média e uma forte crítica ao celibato clerical. Nessaépoca estava acontecendo a expulsão dos árabes que dominaramgrande parte da Península Ibérica. E quanto ao celibato, AlexandreHerculano criticava o fato do padre, do religioso de uma maneira emgeral não poder se casar. Eurico e Hermengarda eram apaixonados, masviviam um amor impossível. Os pais da moça não aceitavam ocasamento e os dois, não tendo outra saída, acabam entrando para avida religiosa. A certa altura da história, Eurico se disfarça como um
Cavaleiro Negro
para proteger a amada, libertando-a dos invasoresárabes. Depois Hermengarda descobre que seu Cavaleiro Negro era opróprio Eurico, mas devido ao celibato, acabam se separando.Veja o grande representante do 2º momento romântico emPortugal:

Activity (121)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
1 hundred thousand reads
Sergio Pereira liked this
Marjorie Padilha liked this
Clara Canthé liked this
Valdete Nunes liked this
Adann Alan liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->