Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
marketing_imobiliario

marketing_imobiliario

Ratings: (0)|Views: 262|Likes:
Published by Helio Korehisa
Mídia Adequada ao Marketing Imobiliário - Da Conversa a Gestão

Resumo:Uma das palavras mais usadas e mais criticadas nos últimos anos é a mídia. Entretanto poucos existiriam sem o uso dela e muitos cresceram devido ao seu uso adequado desse instrumento. Sendo assim, este trabalho analisa material de divulgação de diversas empresas do ramo da construção civil, procurando entender como eles podem influenciar o processo de compra dos consumidores frente ao que eles estão comunicando. Procuraremos
Mídia Adequada ao Marketing Imobiliário - Da Conversa a Gestão

Resumo:Uma das palavras mais usadas e mais criticadas nos últimos anos é a mídia. Entretanto poucos existiriam sem o uso dela e muitos cresceram devido ao seu uso adequado desse instrumento. Sendo assim, este trabalho analisa material de divulgação de diversas empresas do ramo da construção civil, procurando entender como eles podem influenciar o processo de compra dos consumidores frente ao que eles estão comunicando. Procuraremos

More info:

Published by: Helio Korehisa on Jul 02, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/04/2013

pdf

text

original

Mídia Adequada ao Marketing Imobiliário - Da Conversa a Gestão
Resumo:Uma das palavras mais usadas e mais criticadas nos últimos anos é a mídia. Entretanto

poucos existiriam sem o uso dela e muitos cresceram devido ao seu uso adequado desse instrumento. Sendo assim, este trabalho analisa material de divulgação de diversas empresas do ramo da construção civil, procurando entender como eles podem influenciar o processo de compra dos consumidores frente ao que eles estão comunicando. Procuraremos também, ver sua adeqüabilidade na indústria civil e observaremos a constituição e o uso dos elementos da peça publicitária, procurando um melhor uso no mercado imobiliário a fim de proporcionar um gerenciamento adequado aos empresários deste segmento. Finalmente propomos um modelo do processo comunicativo adequado ao mercado de imóveis.

Palavras-Chave: Mídia no mercado imobiliário, Marketing na construção civil, Processo de
comunicação de um imóvel.
1. Introdução

A comunicação é a transmissão verbal ou não-verbal de informações entre alguém que deseja expressar uma idéia e uma outra pessoa que receberá ou deverá receber essa idéia. Um dos atributos de um sistema de mercado livre é o direito de utilizar a comunicação como um instrumento de influência. Em nosso sistema econômico, essa liberdade se reflete nos esforços promocionais que as empresas empregam para influenciar sentimentos, crenças e o comportamento de clientes potenciais.

O que mostraremos neste trabalho é restrito às empresas do setor imobiliário e mais especificamente no que se refere à proposição do modelo, aqueles escritos: os folder’s e anúncios.

A metodologia utilizada englobou as técnicas de pesquisa descritiva, documental,
bibliográfica e exploratória.
1.1. A mídia usada pelas empresas

A promoção é o elemento do mix de marketing de uma empresa, que serve para informar, persuadir e lembrar o mercado de um produto e/ou da organização que o vende, tendo em vista influenciar os sentimentos, crenças ou comportamento do público. A promoção é demasiadamente confundida com propaganda, mas na verdade a propaganda é apenas mais uma das formas de se promover produtos/serviços e ou marcas.

São diversas as formas que uma empresa encontra para comunicar-se com seu público- alvo, onde as mais importantes são: venda pessoal, propaganda, promoção de vendas, relações públicas e publicidade (ETZEL; WALKER; STANTON , 2001, p. 446). Outros autores indicam ainda como formas de promoção, o que na verdade eles chamam de estratégias de empurrar (push) e estratégias de atrair (pull). Essas promoções constituem metáforas que caracterizam as

atividades promocionais empreendidas para encorajar os membros do canal a cuidar dos produtos
(CZINKOTA et al , 2001, p. 372).

A empresa usa a promoção para fornecer mais informação no processo de decisão de compra do tomador de decisões, para auxiliar na diferenciação de seu produto e para persuadir compradores potenciais. Mas a promoção pode também mudar a localização e a forma da curva de demanda (receita) para o produto de uma empresa, aumentar o volume de vendas de seu produto a um determinado preço, e finalmente tornar um produto mais atraente para os compradores potenciais (KOTLER, 2000, p. 573-84; CZINKOTA et al ,2001, p.362; NICKELS; WOOD, 1999, p. 320-22).

A promoção desempenha três papéis essenciais: informar, persuadir e lembrar os clientes potenciais sobre uma empresa e seus produtos. Como um produto pode passar por diversas mãos entre o produtor e o consumidor final, então o produtor deve informar os intermediários, bem como os consumidores finais ou usuários empresariais, sobre seu produto. Os atacadistas, por sua vez, devem informar os varejistas, e estes devem informar os consumidores. A medida que o número de clientes potenciais cresce e as dimensões geográficas de um mercado se expandem, os problemas e o custo de se informar o mercado também aumentam (ETZEL; WALKER; STANTON , 2001, p. 450).

Alguns fatores devem ser levados em consideração na determinação do mix de promoção, os mais importantes são: mercado-alvo, natureza do produto, estágio no ciclo de vida do produto, recursos financeiros disponíveis para a promoção. Entretanto não podemos esquecer que a comunicação de uma empresa deve ser integrada dentro do planejamento estratégico da mesma pois a execução efetiva requer que todos os elementos do mix de marketing, produto, preço, distribuição e promoção, estejam coordenados (ETZEL; WALKER; STANTON, 2001, p. 464).

Então, fica claro para a empresa, que quando ela estiver decidindo o mix de promoção, a
gerência deve considerar os seguintes aspectos descritos:
a) A natureza do mercado, incluindo o tipo de cliente, a prontidão para a compra e o escopo

geográfico do mercado;
b) A natureza do produto, incluindo o valor unitário, o grau de customização requerido;
c) Quantidade de serviço pré-venda e pós-venda
d) A fase do ciclo de vida do produto;
e) Os fundos disponíveis para promoção.

1.2. A mídia do mercado imobiliário

A promoção no mercado imobiliário é muito rica, chegando a ser também o único P do mix de marketing que mais se assemelha aos demais do mercado tradicional. Podemos observar como ela acontece na prática.

O Processo de comunicação é muito diversificado e aparece na mídia convencional sob as
mesmas formas usadas pela maioria das empresas, ou seja, sob a forma dos seguintes meios:
Jornal escrito – o famoso classificado do domingo, é o mais comum;
Jornal televisivo - não tem um preço muito acessível, mas é muito usado
devido a sua abrangência;
Revistas - um dos menos usados, por muito dispendioso;
Panfleto – muito usado, sobretudo no Nordeste nas esquinas mais
movimentadas das cidades;
Outdoor - muito usado com bastante cobertura, o preço é razoável;
Internet - a mais usada, e uma das baratas.

A internet causaram uma verdadeira revolução no mercado imobiliário. Os portais de imóveis atingem um alcance enorme de compradores. No Brasil, cerca de 30 a 40% das transações do setor passam pela WEB. Nos Estados Unidos esse percentual é de 58% dos compradores (SUPLICY, 2001, p.C-3).

Ao perceberem que existe um público-alvo interessante à Internet, principalmente entre as classes A e B as imobiliárias idealizaram a facilitação da tomada de decisão por parte do cliente e para isso, criam até mesmo passeios virtuais para a visualização do imóvel (OLIVEIRA e RIBAS, 2000, p. 12).

Os sites imobiliários permitem oferecer todo o serviço necessário para quem quer comprar ou alugar uma casa, apartamento ou escritório, investir, reformar ou mobiliar um imóvel. Entre outros serviços, estão informações sobre financiamento bancário, consultoria jurídica, seguros, dicas de compras e utilização de materiais de construção, acessórios e decoração (MARTINS, 2002,4).

OMer ch an d isin g é composto por uma multiplicidade de técnicas utilizadas pela indústria civil bem como a diversidade é fantástica. As feiras e os salões de imóveis com seusBa nn ers tamanho gigante proporcionam verdadeiras viagens e sonhos do consumidor ao interior dos imóveis. O contato inicial do comprador com o produto civil começa pelo stand na obra, passa pela maquete geralmente a disposição nas imobiliárias chegando até mesmo as visitas aos imóveis decorados.

Na indústria civil, as empresas usam praticamente todos os meios de comunicação

utilizados pelas demais indústrias. Desta forma, elas podem fazer campanhas, prevendo a
utilização de desde a panfletagem na esquina mais movimentada da cidade, até mesmo a visita a
portais magníficos tais com planeta imóveis, o que proporcionam verdadeiros sonhos, viajando
com os consumidores nos interiores dos imóveis. Tudo isso é feito na intenção de trabalhar os
sentimentos dos consumidores, modificar os hábitos e usos de seus costumes e evidentemente
levá-lo à compra do imóvel. O que é básico em qualquer instrumento de comunicação para o
produto civil, é a planta. Isso faz com que o cliente tenha o primeiro contato dando-lhe uma idéia
de como será o seu imóvel, como mostra o exemplo a seguir.

Figura 1: Planta baixa

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Silvano Reis liked this
Rejane Barros liked this
cristal_log liked this
brunoroseno liked this
Simone Casas liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->