Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
comite_300

comite_300

Ratings: (0)|Views: 36|Likes:
Published by trigolimpo
A Hierarquia dos Conspiradores - O Comitê dos 300
Este novo artigo procura detalhar todo o processo
em andamento há séculos, para instauração do “Governo Mundial Único”
A Hierarquia dos Conspiradores - O Comitê dos 300
Este novo artigo procura detalhar todo o processo
em andamento há séculos, para instauração do “Governo Mundial Único”

More info:

Published by: trigolimpo on Jul 05, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/27/2013

pdf

text

original

 
1
 A Hierarquia dos Conspiradores O Comitê dos 300 
 “Os dez chires que viste são dez reis que ainda nãoreceberam o reino, mas que receberão por um momentopoder real com a era1. Eles têm o mesmo pensamento:Transmitir à era1 a sua orça e o seu poder. Combaterãocontra o Cordeiro, mas o Cordeiro os vencerá, porque é Se-nhor dos senhores e Rei dos reis. Aqueles que estão comele são os chamados, os escolhidos, os éis. (Ap. 17,12-14)Este novo artigo procura detalhar todo o processoem andamento há séculos, para instauração do “GovernoMundial Único”, que muitos denominam também de “Go-vernança Global!”. Conorme alerta o livro do Apocalipse,será a instituição do curto reinado do anticristo, para cum-primento de todas as proecias que antecedem a Segunda Vinda Gloriosa de Nosso Senhor JESUS CRISTO! A seguir, divulgaremos trechos do livro “Conspira-tors’ Hierarchy: The Story o the Commitee o 300”, do Dr.John Coleman. (America West Publishers, Carson City, Ne-vada: 1992)
Preácio 
Na minha carreira como uncionário do serviço se-creto, em muitas ocasiões tive acesso a documentos alta-mente condenciais, mas trabalhando como um cientistapolítico em Angola, no Oeste da Árica, tive acesso a umasérie de documentos condenciais ultrasecretos extra-ordinariamente explícitos. O que eu vi me deixou irado eressentido e me lançou numa direção irreversível, com oobjetivo primordial de desmascarar o poder que controlae manipula os governos inglês e americano. – Doutor JohnColeman, novembro de 1991. 
Uma visão panorâmica e alguns históricos 
Certamente que alguns estão cientes de que as pes-soas que governam o nosso país não são as que verda-deiramente controlam os assuntos políticos e econômicos,domésticos e exteriores. Isto levou muitos a buscarem averdade na imprensa alternativa, os autores de boletins In-ormativos que, como eu, procuraram descobrir, mas nemsempre com êxito, por que os Estados Unidos estão comesta doença terminal. “Buscai e encontrareis” nem sempreoi o caso com este grupo. O que nós descobrimos oi queas pessoas vivem em densas trevas, e a maioria delas nãose preocupa nem se interessa em descobrir para onde oseu país está indo, acreditando rmemente que ele sempreestará ali para ajudá-las. É assim que a maioria da popula-ção oi manipulada a reagir, e com essa atitude as pessoasse tornam marionetes nas mãos do governo secreto.Freqüentemente ouvimos alar que “eles” estão a-zendo isto, aquilo e aqueloutro. “Eles” azem qualquer coisae passam impunes. “Eles” aumentam os impostos, man-dam nossos lhos para morrerem em guerras que não be-neciam nosso país. “Eles” parecem inatingíveis, invisíveispara nós, e é rustrantemente nebuloso quando se trata detomar uma ação contra “eles”. Parece que ninguém conse-gue identicar claramente quem são “eles”. É uma situa-ção que já dura há décadas. No decorrer deste livro, vamosidenticar esses “eles” tão misteriosos, e depois disso, capor conta das pessoas resolverem a sua situação.O Comitê dos 300 é uma sociedade altamente se-creta, composta da classe governante intocável, que incluia rainha da Inglaterra, a rainha da Holanda, a rainha da Di-namarca e as amílias reais da Europa. Esses aristocratasdecidiram, quando a Rainha Vitória aleceu, que, de modoa adquirirem controle de mundo, seria necessário que osseus aristocratas “zessem negócios” com os que não sãoaristocratas, mas que são líderes extremamente poderososde empresas a nível global. E desta orma as portas para opoder total se abriram para “os comuns”, como a rainha daInglaterra gosta de chamá-los.Desde a época que trabalhei no serviço secreto eusei que chees de Estado em outros países se reerem aeste órgão onipotente como “Os Magos”. –Stalin criou asua própria rase para descrevê-los: “As Forças Tenebro-sas”, o presidente Eisenhower, que jamais conseguiu pas-sar do nível “hojuden” (judeu da Corte), se reeriu a issonuma declaração que de maneira alguma dene exata-mente o que são. Ele disse que se tratava do “complexoindustrial militar”.Quem são os conspiradores que servem ao poderosoe onipotente Comitê dos 300? Os nossos cidadãos maisbem inormados estão cientes de que existe uma conspira-ção e que a conspiração trabalha sob diversos nomes comopor exemplo, Iluminati, Maçons, Mesa Redonda, Grupo Mi-lner. O problema é que é bem diícil obter inormação ver-dadeiramente concreta sobre as atividades dos membrosdo governo invisível.Para ter uma idéia da amplitude e do nível universaldesta conspiração, seria adequado a esta altura denir asmetas decididas pelo Comitê dos 300 para a conquista econtrole iminente deste mundo. É preciso ter uma compre-ensão bem clara de por que a energia nuclear é tão odiadano mundo todo, e por que é que o movimento pseudo-ecológico, undado e nanciado pelo Clube de Roma, oiconvocado para travar guerra contra a energia nuclear. Coma energia nuclear que gera a eletricidade de uma ormabarata e abundante, os países do Terceiro Mundo aos pou-cos cariam independentes do auxílio exterior dos EstadosUnidos e começariam a rmar sua soberania. A energia nu-clear é o segredo para tirar os países do Terceiro Mundo dasua condição retrógrada, uma condição que o Comitê dos
 
300 ordenou que permanecesse.Menos auxílio estrangeiro signica menos controledos recursos naturais de um país por parte do FMI, e aidéia das nações em desenvolvimento assumirem o con-trole do seu destino oi anátema para o Clube de Romae o Comitê dos 300, que o dirige. Nós já vimos oposiçãoao uso da energia nuclear nos Estados Unidos ser usadacom êxito para bloquear desenvolvimento industrial emconormidade com os planos e “Desenvolvimento ZeroPós-industrial” do Clube de Roma.Depender da ajuda dos Estados Unidos na verdademantém os países estrangeiros subjugados ao Conselhodas Relações Exteriores. O povo que deveria receber au-xílio nesses países, recebe uma mínima parte do dinheiro,visto que normalmente acaba indo parar no bolso dos lí-deres do governo que permitem que a matéria-prima dopaís seja consumida desenreadamente pelo FMI.Mugabe do Zimbabwe, ex-Rodésia, é um bomexemplo de como a matéria-prima, neste caso minério decromo de alto nível é controlada através do auxílio es-trangeiro. LONRHO, o conglomerado gigantesco dirigidopor Angus Ogilvie, um importante membro do Comitê dos300, que trabalha para a sua prima Elisabeth II, tem agoracontrole total deste recurso tão valioso, enquanto que opovo do país aunda cada vez mais na pobreza e miséria,apesar de uma esmola de mais de 300 milhões de dólarespor parte dos Estados Unidos. A LONRHO agora monopoliza o cromo da Rodésiae cobra o preço que quer, sendo que durante o gover-no de Smith isso não era permitido. O preço permane-ceu a um nível razoável por 25 anos antes do regime deMugabe subir ao poder. Apesar de ter havido problemasdurante o governo de 14 anos de lan Smith, desde queele partiu o desemprego quadruplicou e a realidade é queo Zimbabwe se encontra num estado de caos e bancar-rota. Mugabe recebeu suciente auxílio estrangeiro dosEstados Unidos (uns 300 milhões de dólares por ano) paradar-lhe condições de construir três hotéis na Cote d’Azur,Cap Ferat e Monte Carlo, enquanto que o seu povo soredoença, desemprego, subnutrição e vive subjugado a umregime de erro que não permite queixas. Compare istocom o governo de Smith, que jamais pediu nem recebeuum centavo sequer em orma de auxílio dos Estados Uni-dos. Vê-se então claramente que o auxílio do exterior é ummeio poderoso de exercitar controle sobre os países comoo Zimbabwe, e na verdade todos os países da Árica.
O Clube de Roma 
Como é que os conspiradores mantém as suasgarras no mundo, e, mais especicamente, as mãos nopescoço dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha? Uma dasperguntas que mais se az é: “Como é que uma entida-de pode saber o tempo todo o que está acontecendo, ecomo é que exercita esse controle?” Neste livro tentareiresponder a estas e outras perguntas. A única maneira deconseguirmos compreender a realidade do êxito adquiridopelos conspiradores é mencionando e alando de algumassociedades secretas, organizações de achada, órgãosgovernamentais, bancos, companhias de seguros, multi-nacionais, a indústria petrolíera e as centenas de milha-res de entidades e undações cujos altos administradorescompõem o Comitê dos 300 – o órgão que na verdadecontrola o mundo e o tem eito há pelo menos 100 anos. Visto que já existem dezenas de livros escritos so-bre o Conselho das Relações Exteriores (CFR, segundo asigla em inglês) e os Trilaterais, vamos passar diretamenteao Clube de Roma e à Fundação Marshall da Alemanha.Foi uma revelação para algumas pessoas que oClube de Roma e os seus patrocinadores usando o nomede Fundação Germânica Marshall, eram dois corpos alta-mente organizados da conspiração operando sob a acha-da da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN),e que a maioria dos executivos do Clube de Roma eramprovenientes da OTAN. O Clube de Roma ormulou tudo oque a OTAN estipulou como diretrizes e, através das ati-vidades do membro do Comitê dos 300, Lord Carrington,conseguiu dividir a OTAN em duas acções: um poder polí-tico (ala da esquerda) e a sua antiga aliança militar.O Clube de Roma continua sendo uma das armasmais importantes da política exterior do Comitê dos 300,sendo o outro os Bilderbergers. Foi ormado em 1968 commembros dedicadíssimos do grupo original Morgenthau,com base num teleonema eito pelo alecido Aurellio Pec-cei pedindo uma nova e urgente campanha para agilizaros planos do Governo Mundial – agora chamado a NovaOrdem Mundial, apesar de que eu prero o nome antigo.O pedido de Peccei oi atendido pelos mais sub-versivos “planejadores do uturo” que os Estados Unidos,França, Suécia, Grã-Bretanha, Suíça e Japão conseguiramreunir. Durante o período de 1968-1972, o Clube de Romase tornou uma entidade coesa de cientistas de novas ci-ências, globalistas, planejadores do uturo e internaciona-listas de todos os tipos. De um modo geral, pretendia-seque o Clube de Roma incentivasse e disseminasse umprograma de idéias de “pós-industrialização” nos EstadosUnidos, juntamente com a disseminação de movimentosde contracultura tais como drogas, rock, sexo, hedonismo,satanismo, eitiçaria, “ecologia”, etc. O Instituto Tavisto-ck (Tavislock Institute), o Instituto de Pesquisas Stanord(Stanord Research Institute) e o Instituto para RelaçõesSociais (Institute or Social Relations) , na verdade todasas organizações de pesquisa no campo da psiquiatria so-cial aplicada, ou têm delegados no corpo administrativodo Clube de Roma, ou agiram como conselheiros e de-sempenharam um papel de relevo na tentativa da OTANde adotar o que eles denominaram a “Conspiração Aqua-riana”.O Clube de Roma é a matriz das agências conspi-ratórias, uma união entre nancistas anglo-americanos e
 
amílias da Nobreza Negra da Europa, principalmente aautodenominada “nobreza” de Londres, Veneza e Génova.O segredo para o seu sucesso no controle do mundo é acapacidade que tem de criar e manipular recessões eco-nômicas e subseqüentes depressões. O Comitê dos 300procura convulsões sociais a nível global, seguidas dedepressões, como uma técnica para levar o povo a aceitarmais acilmente coisas maiores que estão por vir, e usamisto como o seu método principal para criar no mundointeiro massas de pessoas que vão se tornar beneciáriasda sua “assistência social” no uturo.O Clube de Roma tem a sua própria agência do ser-viço secreto e também pega “emprestado” da INTERPOLde David Rockeeller. Cada agência de serviço secretoamericano – bem como a KGB e a Mossad – colaboracom ela.
 As Metas 
Quais são as metas desta elite secreta? Desta eliteque também se autodetermina os OLÍMPIOS (eles acre-ditam verdadeiramente que têm o mesmo poder e im-portância dos deuses legendários de Olimpo, que, comoLúcier, o deus deles, se colocam acima do nosso Deus Verdadeiro) e acreditam rmemente que oram chamadospara implementar o seguinte, por divino direito:(1) Um Governo Mundial/Nova Ordem Mundial,com uma igreja e um sistema monetário, unicados soba direção deles. Não são muitas as pessoas que sabemque o Governo Mundial Único começou a estabelecer asua “igreja” na década de 1920/1930, pois perceberam anecessidade de uma é religiosa, inerente ao ser humano,de modo a terem um veículo e assim poderem ter cor-po “religioso” para canalizar esta crença na direção quequeriam.(2) A destruição total de toda identidade nacional eorgulho nacional.(3) A destruição da religião, principalmente da reli-gião cristã, exceto a “religião” acima mencionada criadapor eles.(4) Controle de todas as pessoas através do con-trole mental e do que Brzezinski (Zbignew) denominou“tecnotrônica”, que criaria autômatos e um sistema deterror ao lado do qual o Red Terror de Felix Dzerzhinskypareceria brincadeira de criança.(5) Terminar toda industrialização e produção deeletricidade por energia nuclear no que eles denominam“sociedade de desenvolvimento zero pós-industrial”.Isentos disso se encontram a indústria da inormática ede eletrodomésticos. As indústrias americanas que conti-nuarem existindo serão transeridas para países como oMéxico, onde existe mão de obra escrava em abundância.Os desempregados no princípio da destruição Industrialou se tornariam viciados em ópio-heroína e ou cocaína, ouse tornariam uma estatística no processo de eliminaçãoque conhecemos hoje em dia como Global-2000.(6) Legalização das drogas e da pornograa.(7) Despovoamento das grandes cidades com basena experiência eita durante o regime de Pol Pot no Cam-boja. É interessante observar que os planos de genocídiode Pol Pot oram eitos aqui nos Estados Unidos por umadas undações de pesquisa do Clube de Roma. Tambémé interessante notar que o Comitê no momento procurareinstaurar ao poder os carniceiros de Pol Pot no Cam-boja.(8) Repressão de todo desenvolvimento cientícoexceto o que or considerado benéco para o Comitê.Maiores alvos são a energia nuclear para objetivos pací-cos. Odeia-se em particular as experiências de usão queno momento estão sendo vítimas de zombaria e sendoridicularizadas pelo Comitê e os seus abutres na impren-sa. O desenvolvimento da tocha de usão acabaria de umavez com o conceito do Comitê de “limitados recursosnaturais”. Uma “tocha de usão” usada adequadamentepoderia criar recursos naturais ilimitados das substânciasmais comuns que existem.(9) Causar através de guerras limitadas nos paí-ses desenvolvidos, e através de inanição e enermidadesnos países do Terceiro Mundo, a morte de três bilhões depessoas até o ano de 2050, pessoas que eles chamam de“bocas inúteis”. O Comitê dos 300 encarregou Cyrus Van-ce de redigir um texto sobre este assunto, sobre a melhormaneira de causar tal genocídio. O texto oi redigido como titulo de Relatório Global 2000 e oi aceito e aprovadopara ser colocado em prática pelo presidente Carter, pelogoverno americano e em nome do governo americano, eoi aceito por Edwin Muskie, na época Secretário de Es-tado. Segundo as cláusulas do Relatório Global 2000, apopulação dos Estados Unidos deverá ter uma redução daordem do 100 milhões até o ano de 2050.(10) Enraquecer a bra moral da nação e desmora-lizar os trabalhadores da classe operária criando desem-prego em massa. À medida que os empregos diminuemdevido às políticas de desenvolvimento zero pós-industrialapresentados pelo Clube de Roma, trabalhadores desmo-ralizados e desalentados recorrerão a bebidas alcoólicase drogas. Os jovens serão incentivados através do rock edas drogas a se rebelarem contra o status quo minando esubseqüentemente destruindo o núcleo amiliar. O Comitêdos 300 encarregou o Instituto Tavistock de esboçar umplano para atingir este objetivo. O Instituto Tavistock por

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->