Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
144Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Ritual Aprendiz Maçom

Ritual Aprendiz Maçom

Ratings: (0)|Views: 33,619|Likes:
Published by frateraec

More info:

Published by: frateraec on Jul 11, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/25/2014

pdf

text

original

 
À GdGAdU
∴ ∴
RITUAL DE
APRENDIZ
do
Rito Escocês Antigo e Aceite
GLLP / GLRP
 
GLLP / GLRPR
L
Mestre Afonso Domingues
ÍNDICE
ÍNDICE......................................................................................................................................2PREÂMBULO............................................................................................................................3LANDMARKS............................................................................................................................3INTRODUÇÃO..........................................................................................................................6TEMPLO..........................................................................................................................6INSTRUÇÕES E NORMAS DE FUNCIONAMENTO......................................................8ENTRADAS E SAÍDAS EM LOJA...................................................................................9COLUNA DA HARMONIA.............................................................................................12RITUAL DOS TRABALHOS....................................................................................................18ABERTURA DOS TRABALHOS....................................................................................18ANTES DA ORDEM DO DIA.........................................................................................23ORDEM DE TRABALHOS.............................................................................................25PREPARAÇÃO DO ENCERRAMENTO DOS TRABALHOS........................................25ENCERRAMENTO DOS TRABALHOS.........................................................................27RITUAL DE INICIAÇÃO..........................................................................................................31PREPARAÇÃO DA LOJA..............................................................................................31RECEPÇÃO DO CANDIDATO NAS INSTALAÇÕES...................................................32CÂMARA DE REFLEXÃO.............................................................................................32CERIMÓNIA DE INICIAÇÃO.........................................................................................33COLUNA DA HARMONIA.............................................................................................54CATECISMO...........................................................................................................................55PREÂMBULO................................................................................................................55INSTRUÇÕES...............................................................................................................55
 /home/kurumin/documentos/mac/AM.docPágina 2
 
GLLP / GLRPR
L
Mestre Afonso Domingues
PREÂMBULO
O Decreto nº 762 da Grande Loja Nacional Francesa emitido em Neuilly–Sur–Seine, a 29 deJulho de 1991, assinado pelo Grão–Mestre André Roux, e por Yves Trestournel, GrandeSecretário e ViceGrãoMestre de Honra da G L N F, determina a criação da
∴ ∴ ∴ ∴
Grande Loja Regular de Portugal e estabelece que ela deveobservar todas asobrigações, usos e costumes estabelecidos pela Grande Loja Unida de Inglaterra, bemcomo respeitar e fazer respeitar a Constituição e Regulamento Geral que merecem aaprovação da Grande Loja–Mãe.A Maçonaria autêntica é essencialmente um RITO. O Rito tem por finalidade fazer ascendero adepto à INICIAÇÃO. Essa iniciação tem por tarefa, como todas as outras tradiçõesdesligar o homem dos limites do seu estado humano, de tornar efectiva a capacidade queele recebeu de aceder aos estados superiores graças a Ritos rigorosos e precisos, de umamaneira activa e durável.Esta iniciação que deve conduzir o candidato no caminho de uma realização pessoal,consiste essencialmente na transmissão de uma influência espiritual. Esta transmissão éassegurada pelo Venerável Mestre nas cerimónias iniciáticas. Cria–se assim uma cadeiaininterrupta de Mestre a Discípulo que reporta cada Maçon ao Começo dos Tempos.
LANDMARKS
“São consideradas Landmarks as regras de conduta que existem de tempos imemoriais – seja sob a forma de lei escrita ou não escrita, que são essenciais à sociedade MAÇÓNICA,que, na opinião da maioria, são imutáveis, e que todo o Maçon é obrigado a manter intactas, em virtude dos mais solenes e invioláveis compromissos".
Esta definição, de JohnW. Simon, vem no seu livro
"Principles of Jurisprudence",
e é aceite por todas asObediências Regulares do Mundo.Daí os princípios:
de que um Landmark é irreformável perpetuamente;
de que nenhum novo Landmark pode ser criado;
de que, teoricamente, poderia, contudo, ser explicitado;
de que, mesmo que se concebesse a possibilidade de se reunir numa convençãomundial todos os Maçons regulares do planeta, e que mesmo que essa convençãoemitisse um voto unânime, ele seria detido pelas regras acima citadas;
de que um Landmark não é nenhum símbolo, nem uma alegoria, mas uma regra;
 /home/kurumin/documentos/mac/AM.docPágina 3

Activity (144)

You've already reviewed this. Edit your review.
MarceloBarizão liked this
Camila Do Miranda added this note
marcons
Luis Nascimento liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Gilberto Mahle liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->