Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
17Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Roteamento - STP, RSTP, MSTP

Roteamento - STP, RSTP, MSTP

Ratings: (0)|Views: 2,658 |Likes:
Published by Judá teixeira
Protocolos RSTP MSTP e STP
Protocolos RSTP MSTP e STP

More info:

Published by: Judá teixeira on Jul 16, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/12/2013

pdf

text

original

 
 
Curso Superior de Tecnologia em
Redes de Computadores
Disciplina: Roteamento
 
Aluno: Judá FernandesMatrícula: 2008.1.405.0282
 
STP, RSTP e MSTP
Protocolos de camada de enlace
 
Trabalho apresentado como requisito paraobtenção de parte da nota do segundobimestre da disciplina de Roteamento,lecionada pelo Professor Dhiego FernandesCarvalho.
 
Natal – RN08 de Julho de 2010
 
Sumário:
1.Introdução.................................................................................................pág. 032. ProtocoloSTP.............................................................................................pág. 03. ProtocoloRSTP...........................................................................................pág
 
5
 
 
. 04. ProtocoloMSTP...........................................................................................pág. 05.Conclusão....................................................................................................pág. 06.Referências..................................................................................................pág. 0
1. Introdução
Em redes com switches e/ou bridges é comum a ocorrência de “anéis” derede, onde pode ocorrer mais de um caminho para um mesmo dispositivo, dentroda mesma VLAN. Isso torna evidente a possibilidade de loops infinitos de pacotesdentro da mesma rede, devido à redundância de caminhos, causando aumentointenso de tráfego e comprometendo o funcionamento satisfatório do sistema.O STP, Spanning Tree Protocol é um protocolo de camada de enlace queatua em switches e bridges e existe como uma solução essencial para o problemade formação de loops em VLANS.O RSTP e o MSTP derivaram do STP e apresentam melhoras em relaçãoao seu predecessor, permitindo um maior número de funcionalidades, além demelhor tempo de resposta.
2. Protocolo STP
Quando switches são colocados em cascata, ocorre o iminente risco decongestionamento da rede devido ao loop gerado com isso. O protocolo STP segueum passo a passo que o permite aprender rotas para VLANS próximas e escolhercaminhos para os pacotes que não ofereçam risco de loop indesejado.As “decisões” do STP acerca dos caminhos a serem tomados pelos pacotesfuncionam e são aplicadas nos switches e hubs, utilizando uma linguagem própria:a Unidade de Dados do Protocolo Bridge (
Bridge Protocol Data Units -
BDPU
). Essaunidade de dados trafega entre os dispositivos através de broadcast, contendoinformações que identificam os dispositivos [switches e bridges] e suas interfaces.Dentro da rede onde o protocolo STP deve rodar, deverá haver umdispositivo destinado a executar essas operações. Um dos dispositivos escolhidopara tal operação [além da sua função nativa] e a escolha da forma como ospacotes serão transferidos de um dispositivo a outro será feita a partir da visãodeste dispositivo, denominado
Root Bridge
.Tipos de BDPU’s trocadas entre dispositivos:
 
5
 
 
- CBDPU
: transporta dados de configuração do protocolo STP;
-TCN
: avisa os dispositivos acerca de mudanças na topologia;
- TCA
: responde que recebeu a notificação [
acknowledgement
]Inicialmente, são trocadas informações de identificação de cadadispositivo. Cada um possui um ID próprio. Identificados estes, será escolhidoo
Bridge Root
aquele que tiver o menor ID. O segundo critério para escolha do
Bridge Root
é o endereço físico [MAC].Escolhido o Bridge Root, inicia-se o “desenho” da árvore STP. Nesteprocesso, algumas portas, que possuem levam a caminhos redundantes, serãobloqueadas.As portas dos dispositivos podem assumir 3 estados:
Porta raiz
: aquela que está mais perto do Root Bridge;
Porta Designada
: a porta que receberá pacotes e encaminhará pela PortaRaiz;
Porta não-designada
: porta bloqueada devido a redundância. Elapermanece neste até que uma porta designada perca conectividade.
 
As portas dos dispositivos bridge possuem 4 estágios de funcionamento:
Blocking
[Parado, bloqueado]: quando a porta está bloqueada paratransmissão de pacotes, entretanto, recebe e investiga as unidades de dados doprotocolo (está pronta para assumir o lugar de porta correspondente, indo para oestado
listening
);
Listening
– [escutando] a porta apenas recebe pacotes BDPU, mas apenasanalisa;
 
5
 

Activity (17)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
spyderlinuxrgm liked this
Anny Macias liked this
Silvia Pimpão liked this
Luciano Vargas liked this
Rom Medeiros liked this
Joao Vieira liked this
erickmaia liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->