Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
368Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
resumo IED

resumo IED

Ratings:

4.56

(16)
|Views: 39,961 |Likes:
Published by Anderson Staub
RESUMÃO INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO
RESUMÃO INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

More info:

Published by: Anderson Staub on Jun 17, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/17/2014

pdf

text

original

 
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITOUNOESC-CAMPUS APROXIMADO DE PINHALZINHOPROFA Ms.Silvana Colombo2008/01
AULA 1:NOÇÕES GERAIS SOBRE INTRODUÇÃO AO ESTUDODO DIREITO
1. A DISCIPLINA DE INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO1.1 CONCEITO E O OBJETO DA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO
A Introdução ao Estudo do Direito é uma matéria que visa a fornecer uma noçãoglobal da ciência que trata do
fenômeno jurídico
, propiciando uma compreensão de
conceitos jurídicos comuns
a todos os ramos do Direito e introduzindo o estudante e o jurista na
terminologia técnico-jurídica.
 
-Um sistema de conhecimentos, recebidos de
múltiplas fontes de informação
,destinado a oferecer os elementos essenciais ao estudo do Direito, em termos de
linguagem
e de
método
, com uma
visão preliminar das partes
que o compõem e desua
complementaridade
, bem como de sua situação na história da cultura.Então, a Introdução ao Estudo do Direito é:-Uma disciplina
propedêutica
 
destinada a dar ao iniciante na ciência jurídica asnoções e os princípios jurídicos fundamentais, indispensáveis ao raciocínio jurídico etambém noções sociológicas, históricas e filosóficas necessárias à compreensão do direitona totalidade de seus aspectos. Fornece, portanto, uma visão de conjunto, bem como aspossíveis raízes históricas e sociais do direito e seu fundamento filosófico.
Adverte-se que a Introdução ao Estudo do Direito não é uma
ciência
, por faltar-lhe
unidade de objeto
, um campo de
atuação autônomo
e
objeto próprio.
 
Para
REALE
“a Introdução ao Direito não é uma ciência no sentido rigoroso dapalavra, por faltar-lhe um campo autônomo e próprio de pesquisa. Contudo, é
ciência enquanto sistema de conhecimento logicamente ordenado segundoum objetivo preciso
 
de natureza pedagógica
. Não importa, pois, que seja umsistema de conhecimento de conhecimentos de outra ciências unificados”Portanto, a disciplina de Introdução ao Direito não é uma Ciência, mas é uma
disciplina epistemológicaepropedêutica
por:
(a)
Dar uma visão sintética da ciência jurídica;
(b)
Definir e delimitar, com precisão, os conceitos jurídicos fundamentais, queserão utilizados pelo jurista na elaboração da ciência jurídica;
(c)
Apresentar, de modo sintético, as escolas científico-jurídicas.
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO
Nesse sentido, a epistemologia jurídica gera conhecimentos conectados com apergunta “como conhecer o direito”?A Introdução ao Estudo ao Direito
s
e serve de pesquisas realizadas em outroscampos do saber e os conforma aos fins próprios, tendo como suas fontes essenciais:
 
Filosofia do Direito:
ao expor os conceitos universais do Direito, pressupostosnecessários do fenômeno jurídico. “Como gerar um Direito melhor (mais justo ou maisútil)?”;
Dogmática Jurídica:
quando contempla normas vigentes no tempo e lugar,abordando problemas específicos de aplicação jurídica. “Como operacionalizar o direito”?;
Sociologia Jurídica:
ao analisar os fatos sociais que influem na origem edesenvolvimento do Direito. “Quais são as interações entre direito e sociedade?”;
História do Direito:
ao meditar sobre a dimensão temporal do Direito, considerando-odo ponto de vista histórico-evolutivo, através do tempo. “Como se deu a evolução doDireito”?;
Teoria do Direito:
ao estudar as fontes do Direito, a aplicação da lei no tempo e noespaço, etc.. “O que é o Direito?”;
Axiologia Jurídica:
“Quais são os valores que permeiam o Direito?”;Hermenêutica Jurídica: “Como aprender o Direito”?
Psicologia Jurídica:
Estuda a natureza do comportamento humano. “Quais são asinterações entre o Direito e a psique?”;
Direito Comparado:
“Quais são as diferenças e semelhanças entre os ordenamentos jurídicos dos diferentes povos?”;
Moral:
versa sobre as normas de ação humana, sendo de importância fundamentalpara o direito, que também rege tal conduta. Muitas regras morais foram incorporadas aoDireito, como por exemplo, “Não matar”.Por fim, “a disciplina de Introdução ao Estudo do Direito é dirigida ao principiante dosestudos jurídicos. Ela ajuda construir uma base teórica para o estudo posterior proveitosodas diversas disciplinas judicas. Um bom curso de “Introdução” repercutirá,permanentemente, no arcabouço mental do futuro profissional do Direito”.
1.2 O DIREITO SOB ENFOQUE ZETÉTICO E DOGMÁTICO
Numa disciplina de Introdução ao Direito é preciso fixar, qual o enfoque teórico a ser adotado. Ou seja, o
direito
, como
objeto
, pode ser estudado de diferentes ângulos: um
zetético
 e outro
dogmático
.
Para esclarecê-los, vamos admitir que a investigação Científica esteja sempre àsvoltas com perguntes e respostas, problemas que pedem soluções, soluções já dadas quese aplicam à elucidação de problemas.Temos, portanto, duas possibilidades de proceder à investigação de um problema: ouacentuando o aspecto da pergunta, ou acentuando o aspecto da resposta:
(a)
Se o
aspecto pergunta
é acentuado, os conceitos básicos, as premissas, osprincípios ficam abertos à dúvida
 (enfoque zetético).(b)
Se o
aspecto resposta
é acentuado, determinados elementos, de antemão,subtraídos à dúvida. Ou seja, postos fora de questionamento, mantidos como soluções nãoatacáveis
(enfoque dogmático).(A)
 
DOGMÁTICA:
Significa ensinar, doutrinar.Apresenta as seguintes características:
Conceitualização: 
Para a Dogmática, não há mais Direito que o ordenamento jurídico estabelecido através das leis validamente editadas e vigentes. Por isso,vincula-se ao
positivismo jurídico
, interpretação da lei atras do
método
 
exegético
e ao
formalismo:
se limita a reproduzir e explicar o conteúdo do direitovigente.-É uma disciplina de
conceitos jurídicos
(conteúdo exato para a lei).
Dogmatização:
Elaboração de proposições, princípios, a partir dos conceitos jurídicos extraídos dos textos legais.
Sistematização:
Constituição de uma disciplina especifica. Os conceitos eprincípios têm um traço de
universalidade
e
invariabilidade
. O resultado é umaTeoria Geral do Direito (sistematização da dogmática e culmina com a teoria puraque exclui a faticidade e o aspecto valorativo do Direito).o disciplinas dogticas, o direito civil, comercial, penal, direito tributário,constitucional, trabalho, etc. Os juristas procuram compreender e tornar aplicável o direitodentro dos marcos da ordem vigente. Essa ordem que lhes aparece como um dado, queeles aceitam e não negam, é o ponto de partida de qualquer investigação
(B)
 
ZETÉTICA:
Significa perquirir.
O enfoque zetético desintegra,
dissolve as opiniões
, pondo-as em dúvida.
A zetética torna-se
flexível à dogmática
ao mostrar a problemática jurídica e aspossíveis soluções para seus problemas.
Ela põe em relevo a problemática das premissas e os pontos de partida dadogmática.O campo das investigações zetéticas do fenômeno jurídica é amplo.
Zetéticas
são,por exemplo, as investigações que tem como objeto o direito no âmbito da
Sociologia
,
Antropologia, História, Psicologia, Filosofia
. São disciplinas gerais, que admitem umespaço para o fenômeno jurídico. À medida que esse espaço é aberto, elas incorporem-seao campo das investigações jurídicas sob o nome de
Filosofia do Direito, História doDireito, etc.
Posto isso, é preciso reconhecer que o femeno judico, com toda suacomplexidade, admite tanto
o enfoque zetético,
quanto o
enfoque dogmático,
em suainvestigação.Na disciplina de Introdução ao Direito não é nossa pretensão optar pelo estudo doDireito apenas do ponto de vista dogmático. Por isso, objeto de nosso estudo será:
(a)
o
direito no pensamento dogmático; (b) análise zetética
.
O enfoque
 
dogmático deve ser estudado dentro de um ângulocrítico
.
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITOUNOESC-CAMPUS APROXIMADO DE PINHALZINHOPROFA Ms.Silvana Colombo2008/01

Activity (368)

You've already reviewed this. Edit your review.
ThaináLopes liked this
Aksana Daio liked this
Raylani Ribeiro added this note
Noções Gerais!
Brunna Santos liked this
Ellen Almeida liked this
Ana Barros liked this
Leonardo Viana liked this
Rose Apel liked this
coimbracity liked this
Luis02Santos liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->