Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O Conto Do Galo e Do Lobo

O Conto Do Galo e Do Lobo

Ratings: (0)|Views: 26|Likes:
Quando pretende criar uma transformação em si mesmo, pense antes em transformar o mundo primeiro.
Quando pretende criar uma transformação em si mesmo, pense antes em transformar o mundo primeiro.

More info:

Published by: António Marcos Coelho on Jul 24, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/24/2010

pdf

text

original

 
 O Conto do Galo e do Lobo
António Marcos N. F. Coelho
[colecção: aplicações](todos os direitos reservados - 2010)
 
 
"Veridis quo?" 
, Pilatos
 
 Esta é a história de como o galo comeu o lobo.Certo dia, numa quinta de animais, nasceu uma ovelhinha de pelo branco. Logo quenasceu, seu dono, Pastor do rebanho da quinta, afeiçoou-se a ela como nunca tinha feito comnenhum outro animal da quinta. No mesmo dia, nasceu uma ninhada de pintainhos. Eramtodos iguais e nenhum se destacava em especial. Nenhum dos outros animais tinha otratamento que a pequena ovelhinha tinha.A ovelhinha começou a crescer, o Pastor gostava cada vez mais da sua pelagem brancacomo neve. Seria uma ovelha que se pagaria apenas com a sua própria lã. A ovelhinha sabiaque era especial para o Pastor e recusava-se a ouvir as mentiras que todas as outras ovelhasdo rebanho lhe contavam. “O Pastor gosta tanto de mim que nunca me mataria, ele gosta demim pela ovelha que sou e não pela minha lã ou pela minha carne”, dizia a ovelhinha de lãbranca como a neve às suas companheiras de rebanho. Os pintainhos da capoeiracontinuavam a crescer, já não eram pintainhos eram frangos da capoeira e nenhum deles eratão especial como aquela ovelhinha de lã vasta e branca como neve.Um dia, a ovelhinha foi tosquiada, estranhou o que o Pastor fez mas não deu atençãodemais ao acontecido. “O Pastor gosta tanto da minha lã que a quis levar para nunca seseparar dela, mas a minha lã há-de crescer novamente e ele vai gostar ainda mais de mim”,dizia a ovelhinha que era branca e já não tinha lã. Os frangos da capoeira, por esta altura jáandavam livres pela quinta mas nenhum era tão especial quanto aquela ovelhinha, mesmodepois dela ter sido tosquiada. A ovelhinha era o animal favorito do Pastor.A lã da pequena ovelha voltou a crescer, mas desta vez havia escurecido e agora eramais áspera do que antes. Nenhum animal da quinta percebia porquê. Nem mesmo o Pastorpercebia a razão da lã daquela ovelhinha ter mudado de cor. Os frangos eram galos e galinhasagora. E apesar do Pastor já não ter nenhum interesse por aquela ovelhinha de pelagemáspera e escurecida, não tinha escolhido nenhum dos bichos da capoeira como seu favorito.Com o passar do tempo, a lã da ovelhinha escureceu até ser completamente negra e rijacomo pedra. “Ninguém vai querer comprar esta lã! Esta ovelha vai ser servida no banquete deDomingo”, pensou o Pastor. Todo o rebanho comentava entre si em balidos discretos: “AFavorita é a próxima!”, “Sim, o banquete é no Domingo.”, “Eu já não acreditava que o pastorfosse capaz mas…”, “Foi o pelo que a condenou, ela já não é a Favorita.” Na capoeira ninguémse preocupava com a ovelhinha. Nunca ninguém havia sido o favorito do dono, ali eram todosiguais.Era domingo, e pela manhã, o Pastor veio até à quinta buscar a ovelhinha. Os galos egalinhas passeavam-se por ali perto, sem dar atenção especial ao que iria acontecer àquelaovelha. “É menos uma no rebanho”, terá comentado uma ou outra galinha. Mas nada mais. Nacapoeira eram todos iguais. O Pastor aproximou-se da ovelhinha de lã negra e rija como pedra.Por esta altura, a ovelhinha já sabia qual era o seu destino mas não gostava dele. “Não hei-deser servida no banquete!”, pensou para consigo mesma, “Quem me dera ser um lobo e podercomer este Pastor traidor agora mesmo.” Todos os bichos da quinta ficaram abismados com o

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->