Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
12Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Conde Nicolaus Ludwig Von Zinzendorf

Conde Nicolaus Ludwig Von Zinzendorf

Ratings: (0)|Views: 1,496|Likes:
Published by Gilson Moura
Biografia ilustrada do Conde Zinzendorf, o líder das missões morávias. Blog Missões e Adoração
Biografia ilustrada do Conde Zinzendorf, o líder das missões morávias. Blog Missões e Adoração

More info:

Published by: Gilson Moura on Jul 27, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/27/2012

pdf

text

original

 
Missões e A
Co
Tradução das páginas 100 aChristian missions” de Ruth T
1) Introdução2) Origens
Zinzencasampietistensinoele foiensinoUniverdessacristãevang 
3) Seu chamado
De Halle, Zinzendorf foi paraserviço público, a única aceitfuturo. Ele desejava entrar nA decisão pesou muito em sumudou o curso da sua vida.
Figura 1 - Conde Zinzendorf (fonte: livro deTucker)Figura 2 - August HermannFrancke (Fonte: EnciclopédiaBritânica)
 
oração – Um blog para Missionárioswww.missoeseadoracao.net
nde Nicolaus Ludwig von Zinz
104 do Livro “From Jerusalem to Icker, Editora Zondervan, 2004. ComO Conde Zinzendorf foi um dosdo movimento protestante mino evangelismo ecumênico, fudezenas de hinos, mas acimamissionário mundial que defini"Grande Século" de missões quaspectos, ele não tinha habilimovimento ao qual ele dedicoentrou em colapso devido àequivocadas.dorf nasceu no ano 1700 em riqueznto subseqüente de sua mãe o fezevangélico marcou seu coraçãoinicial foi reforçado por uma educenviado para estudar em Halle, oinspirador do grande luterano piesidade de Halle, Zinzendorf se uniassociação surgiu a "Ordem do Grãomprometida com amor por "todalho.Wittenberg para estudar Direito, evel para um nobre. Mas ele estava iministério cristão, mas quebrar a tmente até 1719, quando um incideAo visitar uma galeria de arte, el
R
 
uth
e Adoradores do Deus Vivo – pág.
1
endorf.
ian Jaya: a biographical history of adaptações.líderes missionários mais influentessionário moderno. Ele foi pioneirondou a Igreja Morávia, e autor dee tudo, ele lançou um movimentou o cenário para William Carey e oe se seguiu. No entanto, em muitosdades de liderança, e o poderosou sua vida mais de uma vez quasefalta de planejamento e decisõese nobreza. A morte de seu pai e oer criado pela avó e tia, cujo fervorpara as questões espirituais. Seução formal. Na idade de dez anos,nde se aprofundou no âmbito dotista August Hermann Francke. Nacom outros jovens dedicados, eo de Mostarda", uma fraternidadefamília humana" e para difundir opreparação para uma carreira nonfeliz com suas perspectivas para oadição da família seria impensável.nte durante uma turnê pela Europaviu uma pintura (Homo Ecce de
 
Missões e ADomeniinscriçãmim?" Efutura,
4) Herrnhut
Figura 4 - Vista de Herrnhut (fonte: site w
Um ponto de virada na champrotestantes buscaram abrigque significa "sob as vistasHerrnhut cresceu rapidamentornou-se uma próspera conúmero vieram também probem mais de uma ocasião a exi
5) O Avivamento
Então, em 1727, cinco anosperíodo de renovação espiritgrande avivamento, que, seguque quer que possa ter ocorritrouxe uma nova paixão paraMorávia. Havia um senso deoração foi iniciada, que contin
Figura 3 - Homo Ecce deDomenico Feti (fonte sitewww.zinzendorf.com)
 
oração – Um blog para Missionárioswww.missoeseadoracao.neto Feti) que mostra Cristo suportanque dizia: "Tudo isso eu fiz por vssa experiência teve um profundo ias também em sua formação teoló
w.ebu.de)
da de Zinzendorf ao ministério veioem sua propriedade em Berthelsdo Senhor". Ele convidou os refugte. Os refugiados religiosos continunidade com casas recém-construí lemas. As diversas origens religiosasstência de Herrnhut esteve em perigpós os primeiros refugiados chegaal foi o clímax de uma reunião de cndo os participantes, marcou a vinddo na esfera espiritual, não há dúvias missões, que se tornou a princiunidade e de dependência de Deuou sete dias por semana, sem intere Adoradores do Deus Vivo – pág.
2
do a coroa de espinhos, com umaocê, o que você está fazendo porpacto não só sobre a sua vocaçãoica e espiritual.em 1722 quando alguns refugiadoso
 
rf, mais tarde nomeada Herrnhut,iados a se estabelecer na terra, euaram a chegar, e a propriedadedas e lojas. Mas com o crescentedos moradores geraram discórdia e.em, toda a atmosfera mudou. Ummunhão em 13 de agosto com umdo Espírito Santo para Herrnhut. Oa de que esta noite de avivamentoal característica do movimento das. Neste momento uma vigília derupção por mais de cem anos.
 
Missões e A
6) Missões Morávias
OapdinnatapimcasanVirmisséc
7) Suas viagens missionárias
Em 1738, alguns anos após otrês novos recrutas que foraeles ficaram sabendo que oscaso e, usando seu prestígioDurante a visita realizou servatribuições territoriais para osólida, ele retornou para a Euobservou o trabalho missioná
Figura 6 - Igreja Morávia ao redor do MunFigura 5 - Hans Egede, o apóstoloda Groenlândia (fonte: Wikipedia)
 
oração – Um blog para Missionárioswww.missoeseadoracao.netnvolvimento direto em missões ests esse despertar espiritual. Zinzenamarquês Cristiano VI, e durante asivos da Groenlândia (convertidosstolo da Groenlândia) e um escravoressionado que ficou, convidou-osa com um senso de urgência para oos dois primeiros missionários daens, e nas duas décadas que se sesionários do que todos os protestanulos.s primeiros missionários chegaremse juntar aos seus colegas. Mas quseus colegas haviam sido presos.e autoridade como um nobre, priços diários para os africanos e melmissionários. Ciente de que o trabopa. Dois anos mais tarde, ele partiio com os índios nativos.
do (fonte: livro de Ruth Tucker)
e Adoradores do Deus Vivo – pág.
3
rangeiras não veio até alguns anosdorf foi assistir a coroação do reifestividades foi apresentado a doispelo trabalho de Hans Egede, oAfricano das Índias Ocidentais. Tãovisitar Herrnhut, e ele voltou paravangelismo mundial. Dentro de umorávia foram enviados para as Ilhasuiram os morávios enviaram maises tinham enviado nos últimos doisao Caribe, Zinzendorf acompanhoundo eles chegaram ao seu destino,Zinzendorf assumiu rapidamente ocurou garantir a libertação deles.horou a estrutura organizacional elho da missão estava em uma basepara as colônias americanas, onde

Activity (12)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
cesararagao liked this
Claudia Ribeiro liked this
jorgeprlara liked this
jorgeprlara liked this
nilvaci1 liked this
Gilson Moura liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->