Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Apostila 04-Variacoes Do Patrimonio Liquido-C.geral

Apostila 04-Variacoes Do Patrimonio Liquido-C.geral

Ratings: (0)|Views: 565 |Likes:
Published by zeramentocontabil

More info:

Published by: zeramentocontabil on Aug 02, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/12/2012

pdf

text

original

 
As Variações do Patrimônio Líquido
1.Despesa, Receita e Resultado.
As causas principais que fazem variar o Patrimônio Líquido são:a)o investimento inicial de capital e seus aumentos posteriores ou desinvestimentos(devoluções de capital) feitos na entidade;
b)
o resultado obtido do confronto entre contas de
receitas e despesas
dentro do períodocontábil.Como o primeiro item já foi exposto anteriormente, discutiremos o que concerne às receitas,despesas e resultado.
1.1Receita
Entende-se por Receita a entrada de elementos para o ativo, sob forma de dinheiro oudireitos a receber, correspondente, normalmente, à venda de mercadorias de produtos ou à prestaçãode serviços. Uma receita também pode derivar de juros sobre depósitos bancários ou títulos e deoutros ganhos eventuais.A obtenção de uma Receita resulta, pois, num aumento de Patrimônio Líquido.
1.2Despesa
Entende-se, por Despesa, o consumo de bens ou serviços, que direta ou indiretamente, ajudaa produzir uma receita. Diminuindo o Ativo ou aumentando o Passivo, uma Despesa é realizadacom a finalidade de se obter uma Receita cujo valor se espera seja superior à diminuição queprovoca no Patrimônio Líquido.
1.3Resultado
Caso as receitas obtidas superem as despesas incorridas, o Resultado do período contábilserá positivo (lucro), que aumenta o Patrimônio Líquido. Se as despesas forem maiores que asreceitas, este fato ocasiona um prejuízo que diminuirá o Patrimônio Líquido.
1.4Mecanismo de Débito e Crédito
Como já foi visto anteriormente, os registros de aumento e de diminuições das contas dePatrimônio Líquido obedecem à seguinte regra: os
 Aumentos
são registrados por créditos e as
 Diminuições
por débitos.Em decorrência dessa regra geral, as receitas obtidas, por aumentarem o Patrimônio Líquido,deverão ser creditadas em
contas de receita
. As despesas incorridas, por diminuírem o PatrimônioLíquido, deverão ser debitadas em
contas de despesa
.Uma despesa é, portanto, elemento que diminui o resultado (e, conseqüentemente, opatrimônio líquido), enquanto uma receita é elemento que aumenta o resultado (e o patrimôniolíquido, por decorrência).Para que haja condições de análise e informações detalhadas dentro de uma empresa,receitas e despesas constituem apenas os grupos principais, sendo desdobradas em cada classe, emdiversas contas componentes, segundo a natureza e o tipo de cada uma delas.
1
 
Exemplo:
ReceitasDespesas
- de Serviços- de Comissões- de Juros- etc.- de Aluguel- de Salário- de Juros- etc.
1.5Período Contábil
Entre os princípios contábeis, destacamos o Princípio da Continuidade, o qual presume que aempresa, normalmente, operará indefinidamente.O Resultado exato de uma empresa, portanto, somente poderá ser apurado no final de suavida, após a venta de todo seu Ativo e o pagamento de suas obrigações para com terceiros. OResultado do empreendimento será medido pela diferença entre o Patrimônio Líquido apurado nofinal da sua vida e o Patrimônio Líquido Inicial, considerados também aumentos de capital edistribuições de lucro havido durante esse período.Entretanto, a administração não pode esperar até que a empresa seja liquidada ou encerrada;a informação do Resultado das várias das várias operações deve ser fornecida a intervalos regulares,de tempo de um ano, de seis meses, de um mês. Assim, a Contabilidade registra e resume todas asmudanças no Patrimônio Líquido que ocorrem durante o período escolhido e apresenta o resultadoobtido.O período contábil, espaço de tempo escolhido para que a Contabilidade mostre a situaçãopatrimonial e financeira na evolução dos negócios da empresa, quando de um ano, é tambémdenominado
exercício social
.Para finalidades externas, o período normalmente é de um ano e, muitas vezes correspondeao ano-calendário.Para finalidade internas, as informações dos resultados devem ser mostradas em intervalosmenores, por exemplo, mês a mês, a fim de que a administração acompanhe mais amiúde odesenvolvimento dos negócios, por meio das demonstrações elaboradas.
1.6Encerramento de Contas de Receita e Despesa
Toda empresa necessita fazer a apuração de resultados pelo menos uma vez por ano. O lucroou prejuízo de um exercício está na dependência do confronto das contas de
receita
e de
despesa
, eesse resultado líquido é apurado na conta denominada
 Resultado
.Para efeito de apurar o Resultado da empresa, as contas de receita e despesa são periódicas,isto é, somente deverão conter registros para um ano ou período menor, conforme a duração doperíodo contábil, o que significa que todas as contas de receita e de despesa devem possuir saldozero no início dos períodos.Para que isso ocorra, no final de cada período deve-se proceder ao
encerramento das contas
de resultado, por meio dos lançamentos de encerramento. O encerramento das contas de receita érealizado pela transferência (débito) de seus saldos credores para crédito da conta
 Resultado
. Ascontas de despesa são encerradas pela transferência (crédito) de seus saldos devedores para débitoda conta
 Resultado
.
1.7Distribuição de Resultados2
 
Pelo exposto no tópico anterior, a conta Resultado recebe, por transferência, a débito o valordos saldos das contas da despesa e a crédito os saldos das contas de receita. Se o total dos créditosda conta Resultado for superior ao total dos débitos, teremos um lucro líquido; se, ao contrário, ototal dos débitos superar o total dos créditos, chegaremos a um prejuízo.Ocorrendo Lucro ou Prejuízo, o resultado apurado será transferido para a conta
 Lucros
ou
Prejuízos Acumulados
.Após sua transferência para a conta Lucros ou Prejuízos Acumulados, o resultado doExercício poderá ser distribuído para outras contas do Patrimônio Líquido e do Passivo.Mesmo com saldo devedor, a conta deverá aparecer no balanço, no grupo PatrimônioLíquido, da seguinte forma:Em $ mil
Patrimônio Líquido
Capital(-) Prejuízos Acumulados50.000(1.000) 49.000
1.8Demonstração do Resultado do Exercício
A conta
 Resultado
serve, pois, de intermediária na apuração do lucro (prejuízo) de umexercício. Entretanto, não basta apenas a conta do razão
 Resultado
, onde aparecem as contrapartidasdas contas de despesa e de receita encerradas no fim do exercício. É necessário, também, a
 Demonstração do Resultado do Exercício
, onde aparecerão, detalhadamente e dentro de critérios declassificação, as contas de Receita, Despesa e o Lucro ou Prejuízo Líquido.Nessa demonstração, deve ser observado um cabeçalho composto de:a)nome ou denominação da empresa;b)nome da demonstração; ec)o período coberto.É de se notar que o último item – período coberto – difere do Balanço, que mostra a data e,que este foi levantado; a demonstração de
resultados
apresenta o movimento de certo período.O lucro apurado por meio da
 Demonstração do Resultado do Exercício
pode ser consideradorazoavelmente correto; porem, o lucro exato de uma empresa somente poderá ser apurado no fim desua vida, após a venda de todo seu ativo e o pagamento de suas obrigações. Como geralmente aempresa tem um tempo indeterminado e é necessário que se conheça freqüentemente o resultado desuas operações, a
 Demonstração do Resultado
deve ser levantada no mínimo uma vez por ano.Entre as muitas finalidades da
 Demonstração do Resultado do Exercício
, podem-se citar asmais importantes:a)os acionistas e quotistas são formados sobre os resultados das operações;b)os bancos podem apurar, por meio dele, a rentabilidade das empresas para atenderaos financiamentos solicitados pelas mesmas;c)interessa aos investidores de ações e debêntures;d)aos próprios administradores para medirem sua eficncia e, quando necessário,alterem a política dos negócios da empresa, como, por exemplo: alteração dospreços, aumento de produção, expansão da propaganda etc.Deve-se advertir que, para algumas das finalidades mencionadas, haverá a necessidade deum exame conjunto do balanço.
2.Registro das Operações Normais do Exercício3

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Glauciane Coelho liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->