Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
199Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PASTAGEM - Dimencionamento Piquetes Pastejo Rotacionado

PASTAGEM - Dimencionamento Piquetes Pastejo Rotacionado

Ratings:

4.6

(15)
|Views: 65,840 |Likes:
Published by zacarin

More info:

Published by: zacarin on Jun 23, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/13/2013

pdf

text

original

 
Dimensionamento depiquetes para bovinosleiteiros,em sistemas depastejo rotacionado
Patrícia Perondi Anchão Oliveira
1
2
Pesquisadora da Embrapa Pecuária Sudeste, Rod. Washington Luiz, km 234, Caixa Postal 339, CEP: 13560-970, São Carlos, SP. Endereço eletrônico:ppaolive@cppse.embrapa.br
6
ISSN 1981-206XSão Carlos, SPDezembro, 2006
TécnicoComunicado
   F  o  t  o  c  a  p  a  :   A  n   d  r   é   L  u   i  s   M .   N  o  v  o
1. Introdução
O manejo correto dos piquetes é oponto de partida para assegurar a eficiência dopastejo rotacionado. Existem algumas regrasbásicas a serem seguidas, mas é a experiênciae o treinamento que garantem o melhorresultado.A grande dúvida dos pecuaristas équanto à definição do número e do tamanhodos piquetes e à adequação desses piquetes adeterminado rebanho. Planejar esses pontos éfundamental para o sucesso do manejorotacionado de pastagens.O objetivo deste trabalho é mostrarcomo realizar alguns cálculos, de fácilexecução, que ajudam no planejamento daimplantação de sistemas de pastejorotacionado.
2. Distância entre os piquetes, a sala deordenha e a aguada
O primeiro ponto a observar é alocalização dos piquetes em relação à sala deordenha; quanto mais próxima a área depastejo estiver da sala de ordenha tantomelhor. O ideal é que a sala de ordenha estejalocalizada em posição central em relação aospiquetes, mas isso nem sempre é possível.Como regra básica, considera-se que adistância entre o piquete mais distante e a salade ordenha não exceda 500 m. É desejável queas vacas se exercitem, mas que não percorramdistância maior do que 500 m para seremordenhadas ou para beber água. Se as vacasandarem muito, consumirão energia quepoderia ser utilizada para a produção de leite.
 
2
Dimencionamento de piquetes para bovinos leiteiros, em sistemas de pastejo rotacionado
Segundo pesquisas, a cada quilômetropercorrido, a produção cai um quarto de litro,aproximadamente. Em terrenos declivosos, osefeitos podem ser piores.
3. Como calcular o número e o tamanho dospiquetes
3.1 Cálculo do número de piquetes
Para calcular o número de piquetes, deve-se conhecer dois fatores:
-
O período de descanso do pasto na épocadas águas.
-
O período de ocupação do pasto.O período de descanso é o número de diasem que o piquete fica sem animais pastando, ouseja, é o número de dias em que o pasto serecupera para novo pastejo. O período deocupação é o número de dias em que os animaispermanecem pastando em cada piquete.O período de descanso dependeprincipalmente da espécie forrageira, mastambém das condições de fertilidade do solo e doclima da região. Para cada espécie forrageiraexiste um período de descanso recomendado,como pode ser visto na Tabela 1.Tabela 1. Período de descanso das principais espécies forrageiras tropicais.Os períodos de descanso relacionados na Tabela 1 são apenas indicativos, pois as condições declima e de solo de cada região podem interferir, e portanto haver necessidade de aumento ou dediminuição desses períodos. Para tomada de decisão, é imprescindível a observação visual dodesenvolvimento das plantas que compõem o pasto. Assim, se a área for bem fertilizada e se atemperatura, a luminosidade e a quantidade de chuva forem adequadas, a planta forrageira provavelmentediminuirá seu ciclo, crescendo e perdendo qualidade mais rapidamente.
 
3
Dimencionamento de piquetes para bovinos leiteiros, em sistemas de pastejo rotacionado
Portanto, recomenda-se muita atenção quando houver alteração no período de descanso,diminuindo-o no número de dias necessários, de forma que no dia da ocupação do piquete não existamplantas florescidas ou folhas envelhecidas. Quando as plantas florescem, elas já passaram do ponto ótimode pastejo e possuem menor valor nutritivo. Por exemplo, quando a pastagem é bem fertilizada, e quandoas chuvas são intensas e a temperatura está elevada, é comum haver necessidade de diminuição doperíodo de descanso do capim-braquiarão (Brachiaria brizantha cv. Marandu) para até 28 dias.O período de ocupação por rebanhos leiteiros deve ser de um dia. Períodos maiores provocamflutuação na produção de leite e prejudicam o crescimento das plantas, principalmente em áreas deprodução mais intensiva. Isso ocorre porque no primeiro dia de pastejo os animais selecionam maiorquantidade de folhas e alimentam-se da parte de melhor qualidade; no segundo dia, a oportunidade deseleção é menor e os animais ingerem a parte do pasto com menos folhas e com menor valor nutritivo econseqüentemente produzem menos leite.
O cálculo do número de piquetes segue a equação:
No caso do capim-tanzânia (
Panicum maximum 
cv. Tanzânia), o resultado é o seguinte:
-
Se o período de ocupação for de 1 dia, (32
÷
1) + 1 = 33 piquetes.
-
Se o período de ocupação for de 2 dias, (32
÷
2) + 1 = 17 piquetes.
3.2. Cálculo do tamanho do piquete
A definição do tamanho dos piquetes não é uma escolha aleatória; vários são os fatores queinterferem nessa tomada de decisão. Dentre eles estão a produção esperada da planta forrageira e oconsumo de forragem, que depende da categoria animal, do número de animais e da qualidade da plantaforrageira.Os números usados para prever a área total de pastagem e o tamanho de cada piquete sãoresultantes de cálculos matemáticos. O cálculo preciso só é conseguido com a avaliação da quantidadede forragem disponível antes do pastejo. Entretanto, como é impraticável alterar a posição das cercas nodecorrer do ano de acordo com a disponibilidade de forragem, alguns números têm de ser estimados, paraestabelecer o tamanho dos piquetes. Quanto mais experiente for o profissional de extensão rural ou oprodutor e quanto mais se conhecer o potencial de produção da área, mais correto ficará odimensionamento dos piquetes.

Activity (199)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
1 hundred thousand reads
Marcos Silva added this note
se eu estiver errado por favor augum especialista me responda!!!!!!!!!!!!
Marcos Silva added this note
podemos considera que um animal de 450kg cosome aprosimadamente 8,5 kg de materia seca por dia. entao 1076/8,5 aprosimadamente 126 animal/ha
Marcos Silva added this note
“exemplo; se a quantidade esperada de ms for 14000 kg por ano. e o numero de piquetes for 29 de acordo com a nessecidade, podemos dividir 365dias por a quantidade de piquetes que resultara em aprocimadamente 13 entervalos em que os bovinos frequentara o mesmo piquete. com isso podemos estimara a quantidade de ms(materia seca) existente naquele mesmo dia. podendo assim ter mais controle de tempo ”
Marcos Silva added this note
exemplo; se a quantidade esperada de ms for 14000 kg por ano. e o numero de piquetes for 29 de acordo com a nessecidade, podemos dividir 365dias por a quantidade de piquetes que resultara em aprocimadamente 13 entervalos em que os bovinos frequentara o mesmo piquete. com isso podemos estimara a quantidade de ms(materia seca) existente naquele mesmo dia. podendo assim ter mais controle de tempo
Milena Girotto liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->