Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
10Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Chave para dípteros de interesse forense

Chave para dípteros de interesse forense

Ratings: (0)|Views: 450 |Likes:
Published by Thayana Monteiro
Tradução para o português da chave dos dípteros mais comuns em entomologia forense. (Carvalho & Mello-Patiu, 2008)
Tradução para o português da chave dos dípteros mais comuns em entomologia forense. (Carvalho & Mello-Patiu, 2008)

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Thayana Monteiro on Aug 12, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/09/2013

pdf

text

original

 
Key to the adults of the most common forensic species of Diptera in South America.
 
“Chave para os adultos mais comuns de espécies forenses de Diptera no Sul da América”
 
Carvalho & Mello-Patiu, 2008
Por: Thayana MonteiroUEFS
Chave para as famílias de dípteros caliptrados
1. Meron (Fig. 9), sem uma fileira de cerdas; raramente com fracas cerdas espalhados...........
2
 - Meron com uma fileira de cerdas (Fig. 10)........................................................................
4
 2. Escutelo geralmente com cerdas no ápice ventral (Fig. 11). Asa veia A1 + CuA2 atingindo amargem da asa. Perna posterior com cerda forte na base inferior do primeirotarsômero.....................................................................................................
 Anthomyiidae
 
09
 
- Escutelo sem cerdas no ápice ventral. Asa com veia A1 + CuA2 não atingindo a margem daasa (Fig. 12). Perna posterior sem cerda forte na base inferior do primeiro tarsômero.........................................................................................................................................
3
 3. Asa com a veia subcostal lisa (Fig. 13). Veia A1 + CuA2 curtas e fortes; veia A2 longa e emforma de curva sigmóide (Fig. 13) ........................................................................
Fanniidae
 - Asa com a veia subcostal atingindo geralmente costal quase em ângulo reto (Fig. 12). Veia A1+ CuA2 e A2 não como a forma acima (Figs. 12, 14) ...........................................
Muscidae
 4. Abdome e tórax geralmente com brilho metálico azul, verde ou bronze. Mesonoto as vezescom três listras escuras. Notopleura geralmente com duas cerdas......................
Calliphoridae
 - Abdome e tórax inteiramente escuro - cinza ou marrom. Mesonoto com três listras escurasvisível em um fundo cinza. Notopleura geralmente com duas cerdas fortes e duaspequenas....................................................................................................
Sarcophagidae
 
FANNIIDAE
1.
 
Macho: 12-17 cerdas frontais (geralmente até 13). Asa acastanhada na margemsuperior. Veias rm e dm-cu acastanhada e maculada (mais leve no sexo fêmea)............................................................................................
Fannia obscurinervis (Stein)
 - Macho: menos de 13 cerdas frontais (geralmente menos de 12). Asa hialina. Veias rm e dm-cugeralmente sem maculas (exceto punctipennis F. Albuquerque) ...........................................
2
 2.
 
Moscas geralmente com 2,5 - 3,5 mm de comprimento do corpo. Macho: 1-2 e terceirotergitos abdominais trimaculate dorsal (pretas na fêmea) [grupo Fannia pusio] ....................
3
 - Moscas mais longas do que 4 mm do comprimento do corpo. Macho: 1-2 e terceiro tergitosabdominais amarelo translúcido (geralmente ligeira no fêmea)..............................................
5
 3.
 
Macho: fêmur posterior com 7-8 cerdas filiformes no terço médio da superfície anterior.Fêmea: parafacialia pollinosa ao nível da ponta do pedicelo. Parafrontália brilhando com umalinha pollinose estreito em torno da margem do olho....................
Fannia trimaculata (Stein)
- Macho: fêmur posterior sem cerdas filiformes no terço médio da superfície anterior. Fêmea:parafacialia polinosa e parafrontália com outro padrão ........................................................
4
 4.
 
Macho: tíbia posterior com cerdas Longas na superfície ventral. Fêmea: parafrontáliacom forte polinosidade na margem ao redor do olho...................
Fannia pusio (Wiedemann)
 - Macho: tíbia posterior sem cerdas na face ventral. Fêmea: parafrontalia com pollinosidade empadrão uniforme............................................................................
Fannia femoralis (Stein)
5.
 
Fêmur posterior com cerdas pré-apicais longas na superfície ventral e posterior....................................................................................
Fannia punctipennis Albuquerque
 - Fêmur posterior sem cerdas pré-apicais longas na superfície ventral e posterior..........................................................................................
Fannia canicularis (Linnaeus)
 
MUSCIDAE
 
1.
 
Cabeça angular em perfil. Antena longa alcançando o epistoma. Inserção da antenaacima do nível médio do olho. Cerdas dorsocentral pré-sutural muito curtas e finas, quaseindistinta das cerdas de revestimento....................................
 Atherigona orientalis Schiner
- Cabeça não como acima. Antena normal, não chegando ao epistoma. Inserção das antenasabaixo de nível médio do olho. Cerdas dorsocentral pré-sutural desenvolvida ou pelo menosdiferenciadas das cerdas revestimento ................................................................................
2
 2.
 
Caliptra inferior alargada, posteriormente sub truncada e com o ângulo antero-medianoalcançando a base do escutelo............................................................................................
3

Activity (10)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
eddcito liked this
eddcito liked this
Iuri Gorne liked this
Jéssica Barroso liked this
viviannnn liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->