Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA NO ALTO TIETÊ _2o sem 2010

DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA NO ALTO TIETÊ _2o sem 2010

Ratings: (0)|Views: 113 |Likes:
Published by Luci Bonini

More info:

Published by: Luci Bonini on Aug 16, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/25/2012

pdf

text

original

 
PROJETO INTERDISCIPLINAR PARA O CURSO DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE MOGIDAS CRUZESCIDADANIA EM CONSTRUÇÃOA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA NA REGIÃO DO ALTO TIETÊ –Disciplinas: todas do quarto período
O Projeto
Cidadania em Construção: a dignidade da pessoa humana na região doAlto Tie
é uma atividade de pesquisa desenvolvida pelos alunos, sob a orientação dosprofessores do quarto período do curso de Direito da UMC, a cada período, escolher-se-á umgrande tema para que o acadêmico possa iniciar na pesquisa científica.
1.1.
Reflexões sobre o mundo do trabalho
O universo do futuro advogado é amplo, no mundo do trabalho com o qual ele seconfrontará, terá um complexo cenário de relações humanas dentro de uma sociedade emconstante mudança.Os desafios do advogado dentro da sociedade atual são, notadamente, criar formas deencarar as relações humanas no seio da sociedade, trabalhar com diversos fatos ora complexos,ora simples, requer uma visão holístico-humanista uma vez que, paralelamente ao aumento dacomplexidade no panorama social, emergem novas formas de solucionar problemas, novastecnologias e novos campos do conhecimento que trazem à tona inúmeras possibilidades deatuação no campo das Leis.
1.2 Mogi das Cruzes e região
É uma cidade de grande potencial. No contexto da Região Metropolitana de São Paulo, é aprimeira cidade em extensão territorial depois da capital. Está entre as vinte e quatro economias doEstado em maior valor agregado. Está situada em local privilegiado na Região Leste da GrandeSão Paulo. É alternativa ao corredor de exportação de Santos, ao terminal do Porto de SãoSebastião, da ligação Rio-Santos ao Planalto Paulista, e do acesso às praias do litoral Norte/Sul doEstado de São Paulo. Um dos maiores aeroportos do Brasil, o Aeroporto Governador André FrancoMontoro, localizado em Guarulhos (Cumbica) está apenas a 30 km de Mogi das Cruzes, sendoalcançado, por carro, pela Rodovia Ayrton Senna em 20 minutos. O setor terciário de Mogi dasCruzes é um dos mais desenvolvidos da Região Metropolitana de São Paulo, contando com maisde 13.000 estabelecimentos. A cidade conta com duas universidades, extensa rede de Hospitais eLaboratórios Clínicos, Hotéis e Restaurantes, Hiper e Supermercados
.
Grande número desupermercados de bairros e um
Shopping Center 
com 74 mil m² dão uma idéia da pujança dessesetor no município, que emprega perto de 16% da mão-de-obra local. Mogi das Cruzes possuivárias concentrações industriais distribuídas pelo município e uma considerável disponibilidade deáreas para novas instalões industriais: 10 milhões de em ZUPI Zona de UsoPredominantemente Industrial. O distrito industrial do Taboão concentra o maior espaço físico paraocupação empresarial. Participando do plano de incentivos fiscais, o distrito industrial vem-sedesenvolvendo, criando novos empregos e contribuindo para o desenvolvimento do município.A agricultura no município é baseada em pequenas e médias propriedades - em módulos decerca de 10 hectares, que se dedicam ao plantio de hortifrúti. Existem cerca de 3,5 mil produtoresrurais na região, dos quais 1842 em Mogi das Cruzes e o restante dividido entre os demais
 
municípios do Alto Tietê. O setor emprega aproximadamente 18 mil trabalhadores rurais na região,sendo 8.082 no município de Mogi das Cruzes. Durante muitos anos, representou o alicerce daeconomia de Mogi das Cruzes.
1.3
Constituição das equipes de trabalho
Para a formação das equipes será importante realizar em sala de aula, uma dinâmica de grupoque tenha por objetivo avaliar a capacidade do aluno de resolver problemas no grupo.Esta dinâmica compõe-se de apresentação de cada componente do grupo, seus objetivos nomercado de trabalho e suas características intelectuais. É preciso que o aluno identifique seuspontos fortes e fracos e os anote a fim de que ele possa exercitar-se ao longo da pesquisareforçando o que é preciso e aproveitando melhor aquilo que lhe é inerente.Estabelecido o grupo está na hora de criar as regras de convivência. No universo das Leis, asregras de convivência serão utilizadas como balizamento no desenvolvimento dos trabalhos pelosgrupos. A partir dessas regras, a equipe deverá elaborar o seu próprio código de normas (normasde convivência). Elas devem servir de referência para o estabelecimento da dinâmica interna dotrabalho em equipe. O que caracteriza uma equipe autônoma é o livre estabelecimento de regras.A etapa seguinte é a escolha do tema, delimitação do objeto de estudo e a elaboração dosobjetivos: geral e específicos.
2. A Elaboração do Pré-Projeto
Os professores orientarão os grupos no levantamento de material de pesquisa que estará entrelivros, periódicos científicos, revistas, jornais e bases de dados eletrônicas confiáveis.
2.1.O que é um projeto de pesquisa:
Todo projeto de pesquisa é um esquema para o desenvolvimento futuro de uma pesquisacientífica ou profissional. No projeto de pesquisa, explicitam-se os motivos de ordem teórico-prática, que justificam a sua realização, bem como os mecanismos de coleta, mensuração eanálise de dados, e prazos. O projeto de pesquisa só pode ser feito após a definição do problema.Para tanto um estudo deverá ser efetivado, observando-se assistematicamente os elementos queevidenciam o surgimento do problema. Deve ser efetuada também uma revisão da literatura.
2.2.O projeto de pesquisa:
O projeto de pesquisa deve ser um documento pautado dentro das normas de formatação detrabalhos acadêmicos da Universidade de Mogi das Cruzes, dispovel no sitewww.umc.br/biblioteca.Os grupos deverão especificar o objeto de pesquisa, delimitando-o, de forma descritiva. Trata-se de uma primeira pesquisa acadêmica. Por essa razão, a busca é limitada às viabilidadesteórico-conceituais do aluno. Os temas podem surgir: da observação do cotidiano, da vidaprofissional, de programas de pesquisa do curso, de contato e relacionamento com especialistas,do
feedback 
de leituras realizadas, do estudo de literatura especializada. Deve-se ter sempre emvista os objetivos e as finalidades, a disponibilidade de tempo e os recursos.
 
Problematização:
Toda pesquisa tem origem num problema, numa dificuldade teórica ou prática que se quer resolver. Portanto, deve-se apresentar o que se vai investigar, o problema que se quer resolver, oobjeto que sofrerá uma investigação, a problematização.
Objetivos:
Nos objetivos, deve-se colocar o que se quer obter. Recomenda-se a utilização de 3 (três)objetivos (demonstrar que, verificar se, etc.). E atenção: numa iniciação científica, não se defendetese, mas, sim, entende-se melhor e explica-se um determinado problema.
Justificativa:
Deve-se aqui responder o porquê da pesquisa, os motivos sociais, econômicos, políticos,acadêmicos. Destaca-se aqui ainda a importância da pesquisa para a compreensão e explicaçãoda área estudada. Para isso, faz-se a contextualização, o levantamento histórico e teórico dosconhecimentos sobre o tema escolhido.
Metodologia:
Destacar o tipo de método de estudo (estudo de caso, análise de conteúdo, etc) que seráutilizado para a realização da pesquisa. Também deve-se apresentar como serão coletadas asinformações (observação, pesquisa documental, entrevistas, questionários, história de vida).
Referências bibliográficas:
Apresentar as obras que foram utilizadas.
2.
Apresentação do Painel
O Painel seguirá o padrão utilizado pela Universidade de Mogi das Cruzes na ocasião doPIBIC. Entende-se que a utilização deste modelo viabiliza futuras pesquisas acadêmicas dentro efora da instituição uma vez que o mesmo segue os padrões adotados internacionalmente para estetipo de exposição.
2.1
 
Quanto à apresentação oral do conteúdo:2.1.1.
O GT terá 15 minutos para exposição do conteúdo de seu projeto. Após essa etapa,os componentes da banca terão 30 (trinta) minutos para perguntas e esclarecimentos, queo GT deve responder objetivamente. Este item equivale a cinco pontos.
2.1.2.
 
O desempenho dos componentes do GT deve seguir as posturas
:
a)
acadêmica na apresentação oral do trabalho, entendida pela utilização adequada devocabulário (uso adequado da língua, evitar gírias, etc), de postura comportamental (não mascar chicletes ou bala durante a fala etc);b) resposta às argüições feitas pelos professores componentes da banca examinadora –no mínimo 2 professores - (o aluno argüido deve tentar responder, caso não consiga, deverá ser ajudado por outro componente do grupo, vale lembrar que todos são responsáveis pelo trabalho).Este item equivale a três pontos.
2.1.3 A organização do GT também será avaliada.
O GT fará jus a dois pontoscorrespondentes a esse item mediante a presença de todos os componentes do mesmo e nohorário estipulado para a apresentação, caso contrário o grupo inicia a avaliação sem direito a essapontuação.
2.1.4
Quanto ao texto do projeto.
Este item vale dez pontos, e será avaliado mediante aentrega do plano de trabalho na data prevista, que deverá constar de 03 cópias, conformeorientação já exposta sobre formatação de texto.
2.1.5
Critérios de avaliação:
Algumas posturas serão consideradas no processo dedesenvolvimento do projeto e farão parte da avaliação individual do aluno. São elas:
a)
presença nas orientões; b) entrosamento com o grupo; c) cumprimento docronograma de trabalho; d) cumprimento das normas de apresentação.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->