Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Direito Constitucional - Teoria Constitucional

Direito Constitucional - Teoria Constitucional

Ratings: (0)|Views: 330 |Likes:
Published by zug0
Resumão de teoria constitucional para facilitar os estudos.
Resumão de teoria constitucional para facilitar os estudos.

More info:

Categories:Business/Law
Published by: zug0 on Aug 19, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/01/2012

pdf

text

original

 
Direito Constitucional
1.
 
Direito
 
Natural:
 
Inerente ao Ser Humano
 
 
Positivo:
É a lei em sentido amplo, podendo ser classificado em Público ou Privado
 
 
Público:
O Estado é soberano sobre os particulares (relação vertical)
 
 
Privado:
Os indivíduos estão em condições de igualdade (relaçãohorizontal)
 
2.
 
Direito Constitucional
 
Conceito:
 
Ramo do Direito Positivo Público que estrutura o estado nos mais variadosaspectos.
 
 
Objeto:
A constituição
 
3.
 
Conceitos de Constituição
 
Sentido Sociológico
 
Ferdinand La Salle
 
A constituição é fator de poder
 
A constituição não é Lei
 
Fator de poder = A estrutura Social do Estado
 
Sentido Político
 
Carl Schmitt
 
Opõe-se ao sociológico
 
A Constituição é a organização política do Estado
 
A Constituição não é Lei
 
Sentido Material
 
Amplia o sentido Político
 
A Constituição é reconhecida por tratar dos assuntos fundamentaispara o Estado
 
Não precisa ser Lei
 
Sentido Formal
 
Amplica o sentido Político
 
 
A constituição
É
Lei
 
 
Existe um documento formalizado que é chamado Constituição
 
 
Não é identificada por assunto
 
 
A Constituição brasileira de 1988 se enquadra nessa tipificação
 
 
Sentido Jurídico
 
 
 
Hans Kelsen
 
Constituição
É
Lei
 
Constituição é a Lei Suprema do Estado
 
É para ser cumprida independentemente de qualquer coisa
 
É a Lei pela Lei
4.
 
Classificação das Constituições
 
Quanto ao Conteúdo
 
Material:
Só trata de assuntos essenciais
 
 
Formal:
Assunto irrelevante, interessa a forma como o mesmo foiinserido.
 
 
Quanto à Apresentação ou Forma
 
 
Escrita:
Organizada em um único documento
 
Não-Escrita:
Organizada em mais de um documento, também podeser chamada de
Costumeira
ou
Consuetudinária
.
 
Quanto ao Modo de Elaboração
 
 
Dogmática:
Igual à forma escrita, com intenção de criação
 
 
Histórica:
Igual à forma não escrita, sem intenção de criação
 
 
Quanto à Origem
 
Outorgada:
Imposta ao Povo
 
 
Promulgada:
Nasce de Assembléia Constituinte por representantes doPovo.
 
 
Quanto à Extensão
 
Analítica:
Extensa porque trata de assuntos variados
 
 
Sintética:
Só trata de assuntos fundamentais
 
 
Quanto à Estabilidade
 
Imutável:
Não muda nunca
 
 
Rígida:
Admite modificações, porém exige um procedimento bemmais rigoroso do que o utilizado em outras leis. Dá origem ao princípioda
Supremacia Formal
 
, determinando que todos os poderes estataissó serão legítimos na medida em que a Constituição os reconheça,pois é nela que se encontram as normas fundamentais do Estado.Todas as normas que integram o ordenamento jurídico nacional sóserão válidas se forem compatíveis com a Constituição. Nossa atualConstituição Federal de 1988 é considerada Rígida.
 
 
Flexível:
Admite Modificações, mesmo procedimento de outras Leis.
 
 
Semi-rígida:
Parte do texto exige maior rigor de modificação e parte éalterado igual a Lei.
 
 
Super-Rígida:
Classificação dada por Alexandre de Moraes a nossaConstituição, devido ao fato de ela ainda conter Cláusulas Pétreas.
 
 
Poder Constituinte
1.
 
Conceito
É aquele que cria ou atualiza uma Constituição
 
Titularidade:
O povo
 
 
Exercício:
Representantes eleitos
 
2.
 
Poder Originário
É o poder que cria uma nova Constituição
 
Características:
 
Ilimitado
 
Incondicionado
 
Insubordinado
 
Inicial
 
Autônomo
 
Permanente
De acordo com a corrente Jus Naturalista a característica de Ilimitado do PoderConstitucional Originário é apenas relativa, pois tal poder seria limitado pelos DireitosHumanos e pelas normas internacionais. Já para a corrente Jus Positivista o PoderConstituinte Originário é Absolutamente Ilimitado. O Brasil adota o Jus Positivismo.
 
Histórico:
Cria a 1ª Constituição do Estado (1824 no caso Brasileiro)
 
 
Revolucionário:
 
Cria NOVA Constituição (1891, 1934, 1937, 1946, 1967 e 1988 nocaso brasileiro)
 
3.
 
Poder Derivado
O poder derivado é aquele que atualiza a Constituição ou então cria uma novaConstituição Estadual. Pode ser classificado em 3 espécies: Reformador, Revisor eDecorrente.
 
Características:
 
Limitado
 
Condicionado
 
Subordinado
 
Deprendente
 
Secundário
 
Permanente
3.1.
 
Reformador 

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Vivi Alves liked this
obomdemais2 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->