Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
ALINHAMENTO ESTRATÉGICO DAS CADEIAS PRODUTIVAS: UM ESTUDO A PARTIR DA PESQUISA DA ATIVIDADE ECONÔMICA PAULISTA

ALINHAMENTO ESTRATÉGICO DAS CADEIAS PRODUTIVAS: UM ESTUDO A PARTIR DA PESQUISA DA ATIVIDADE ECONÔMICA PAULISTA

Ratings: (0)|Views: 104 |Likes:
Esta pesquisa desenvolveu um índice de Responsividade e de Incerteza Implícita da Demanda visando o posicionamento competitivo no espectro de Responsividade para as Cadeias de Suprimento da Região Metropolitana de Campinas. O cálculo do índice foi feito a partir de dados da PEAEP/SEADE, identificando quais as estratégias de gestão estão sendo adotadas pela diferentes Cadeias de Suprimentos. Após a elaboração do índice e do posicionamento competitivo, foi feito um diagnóstico e elaborado um quadro com sugestões no na gestão de operações capaz de promover uma mudança para dentro da zona de alinhamento estratégico.
Esta pesquisa desenvolveu um índice de Responsividade e de Incerteza Implícita da Demanda visando o posicionamento competitivo no espectro de Responsividade para as Cadeias de Suprimento da Região Metropolitana de Campinas. O cálculo do índice foi feito a partir de dados da PEAEP/SEADE, identificando quais as estratégias de gestão estão sendo adotadas pela diferentes Cadeias de Suprimentos. Após a elaboração do índice e do posicionamento competitivo, foi feito um diagnóstico e elaborado um quadro com sugestões no na gestão de operações capaz de promover uma mudança para dentro da zona de alinhamento estratégico.

More info:

Published by: Marcos Ricardo Rosa Georges on Aug 19, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/26/2014

pdf

text

original

 
 
ANAIS
1/15
ALINHAMENTO ESTRATÉGICO DAS CADEIAS PRODUTIVAS: UM ESTUDOA PARTIR DA PESQUISA DA ATIVIDADE ECONÔMICA PAULISTA
 
Prof. Dr. Marcos Ricardo Rosa GeorgesCentro de Economia e AdministraçãoPontifícia Universidade Católica de CampinasPUC-Campinasmarcos.georges@puc-campinas.edu.br  
Resumo
Esta pesquisa desenvolveu um índice de Responsividade e de Incerteza Implícita da Demanda visando o posicionamento competitivo no espectro de Responsividade para as Cadeias de Suprimento da RegiãoMetropolitana de Campinas. O cálculo do índice foi feito a partir de dados da PEAEP/SEADE, identificandoquais as estratégias de gestão estão sendo adotadas pela diferentes Cadeias de Suprimentos. Após a elaboraçãodo índice e do posicionamento competitivo, foi feito um diagnóstico e elaborado um quadro com sugestões no nagestão de operações capaz de promover uma mudança para dentro da zona de alinhamento estratégico.Palavras chave: Cadeias de Suprimentos, Gestão de Operações, Estratégia, Alinhamento Estratégico
1.
 
INTRODUÇÃO
Este artigo propõe um método para o diagnóstico do Alinhamento Estratégico das principais Cadeias de Produtivas da Região Metropolitana de Campinas (RMC), feito a partir da identificação do posicionamento competitivo no Espectro de Responsividade.O Alinhamento Estratégico é condição primária para se atingir o Estado deCompetitividade, pois define as escolhas da Gestão de Operações da Cadeia de Suprimentos,em particular a Gestão de Transporte, Estoque, Produção, Localização de Instalações e Gestãoda Informação, refletindo diretamente na capacidade de competição e no Nível de Serviçooferecido pela Cadeia de Suprimentos ao mercado (GEORGES, 2007).O diagnostico do Alinhamento Estratégico das Cadeias de Suprimentos que compõeuma Cadeia Produtiva fornecerá elementos a melhoria do estado de competitividade,reduzindo custos e melhorando o Nível de Serviço. O Alinhamento Estratégico é feitoobservando-se o posicionamento desta Cadeia no Espectro de Responsividade e ajustando-seo para a zona do alinhamento, conforme a figura 1 a seguir.
Figura 1 - Espectro de Responsividade (CHOPRA; MEINDL, 2003, pg. 35).
 
 
ANAIS
2/15
O Espectro de Responsividade é construído através de dois eixos: Responsividade eIncerteza Implícita de Demanda. A Responsividade representa a capacidade em atender omercado com grande capacidade de resposta, isto significa: extrema variedade de produtos,inovações constantes, prazos de entrega curtos, atendimento flexível e todas as variações quedenotam um elevado nível de serviço. Enquanto as Cadeias de Suprimentos Eficientes secaracterizam por máxima eficiência em oferecer ao mercado preço baixo. A IncertezaImplícita de Demanda se refere às preferências não declaradas do consumidor, comoexigências por preços, prazo, variedade, inovação, volume, e todas as exigências que possamvir a ser requisitada a uma empresa para conquistar o consumidor (BALLOU, 2006;CHOPRA e MEINDL, 2003; MASHALL; 1997).O Estado de Competitividade ocorrerá quando a Cadeia de Suprimentos estiver dentroda Zona de Alinhamento. Para um mercado com baixa incerteza implícita de demanda aCadeia de Suprimentos deve ser o mais eficiente possível, por outro lado, para um mercadocom alta incerteza implícita de demanda a Cadeia de Suprimentos deve ser o mais responsiva possível.Para uma Cadeia de Suprimentos que se mostra fora da zona de alinhamento, por exemplo: sendo eficiente para um mercado com alta incerteza, esta não atingirá o estado decompetitividade por não ter capacidade de atender as exigências deste mercado (variedade,inovação, atendimento, etc...), mesmo que ofereça um produto a preço baixo. De formaanáloga, a Cadeia de Suprimentos responsiva não será competitiva num mercado com baixaincerteza devido ao elevado custo de operação, pois o que um mercado com baixa incertezadeseja é o preço baixo (LEE, 2002)Este artigo apresenta um método para medir a Responsividade e a Incerteza Implícitada Demanda, de modo a tornar possível identificar o posicionamento competitivo no espectrode responsividade das Cadeias de Suprimentos.
2.
 
METODOLOGIA
A identificação das Cadeias Produtivas mais representativas da RMC foi feito a partir do levantamento de dados na base de dados da PAEP (Pesquisa da Atividade EconômicaPaulista) disponibilizado pela Fundação SEADE.A definição do posicionamento competitivo no Espectro de Responsividade foi feito a partir da definição dos índices de Responsividade e Incerteza, que foram construídos a partir da identificação das características pertinentes as Cadeias Responsivas e Eficientes e, a partir deste ponto, feito um Levantamento de Dados para identificar como estas características sãoaplicadas nas Cadeias Produtivas mais relevantes para a RMC.Ressalva-se aqui, a diferença existente entre Cadeia Produtiva e Cadeia deSuprimentos, conceitos que, segundo Pires (2004) frequentemente são confundidos.Cadeia Produtiva é o conjunto de atividades econômicas que se articulam progressivamente desde o início da elaboração de um produto, inclui matérias-primas,insumos básicos, máquinas e equipamentos, componentes, produtos intermediários até o produto acabado, a distribuição, a comercialização e a colocação do produto final junto aoconsumidor, constituindo elos de uma corrente (Instituto Brasileiro de Qualidade eProdutividade, apud DURSKI, 2003). Enquanto Cadeia de Suprimentos é um conjunto deempresas que tem relações de compra e fornecimento e oferecem um determinado produto aomercado.O conceito de Alinhamento Estratégico é pertinente as Cadeias de Suprimentos, noentanto a base de dados da PAEP se refere às Cadeias Produtivas, por serem dados agregados por segmentos industriais, não havendo distinção entre as Cadeias de Suprimentos de uma
 
 
ANAIS
3/15
mesma Cadeia Produtiva. Assim, a partir deste ponto, o conceito de alinhamento estratégicoserá tratado para as Cadeias Produtivas, dada a impossibilidade de estratificar ascaracterísticas pesquisadas na PAEP/SEADE para as Cadeias de Suprimentos.
2.1.
 
CADEIAS PRODUTIVAS MAIS SIGNIFICATIVAS PARA A RMC
A partir dos dados da PAEP – Pesquisa da Atividade Econômica Paulista da FundaçãoSEADE, foi possível fazer um levantamento para identificar as principais Cadeias Produtivasda RMC. O critério utilizado para definir a importância de uma Cadeia Produtiva foi o percentual que as empresas pertencentes a esta Cadeia Produtiva instaladas na RMCrepresentam do total do Estado de São Paulo em termos de receita e número de pessoalempregado. Utilizando-se como variável de interesse “Receita” e “Número de PessoalEmpregado” e como variáveis de estratificação “Classificação da Atividade Econômica” e“Região de Análise”, foi possível extrair da base de dados da PAEP uma tabela dasAtividades Econômicas mais relevantes para a RMC, como as tabelas 1 e 2 mostram.
Tabela 1 - Receita das Cadeias Produtivas (fonte: PEAP/SEADE)
Classificação de Atividade AgregadaReceita RMCReceita TotalEstado SP%
Fab. Mat. Eletnico e Aparelhos e Equipamentos de Comunicações4.830.247.74115.724.110.80430,72%Fab. de Máq. Escritório e Equipamentos de Informática734.970.3352.400.490.93730,62%Fab. de Produtos Têxteis1.874.276.04511.006.258.40217,03%Fab. de Máq., Ap. e Mat. Elétrico2.593.548.13615.881.780.46816,33%Fab. de Celulose e Papel1.845.450.37514.253.303.50612,95%Fab. Prod. Metal (Excl. Máq. e Eq.)1.401.491.01314.342.360.7039,77%Fab. Equip. Méd. Ótica e Regios, Instr. Precisão, Automação Industrial212.801.2033.400.031.6986,26%Fab. de Máquinas e Equipamentos1.427.055.93124.505.019.9805,82%Outras Indústrias563.015.0019.722.196.3975,79%Fab. Prod. Minerais Não-Metálicos429.900.4539.332.847.4724,61%Confec. de Vestuários e Acessórios148.509.8714.983.142.1902,98%Fab. de Alimentos e Bebidas1.444.131.98467.437.837.6072,14%Edição, Impressão, Reprod. de Grav.191.840.78611.253.533.0301,70%Fab. Outros Equip. de Transp.8.722.56410.546.846.4740,08%Indústria Extrativa0930.323.6040,00%Prepar. e Confec. de Artef. de Couro03.057.768.5650,00%Fab. e Ref. Petróleo, Álcool052.584.169.9160,00%Fab. de Produtos Químicos061.502.333.0490,00%Fab. de Artigos de Borracha e Plásticos017.791.824.4930,00%Metalurgia Básica022.698.088.0000,00%Fab. e Montagem de Veículos Automotores, Reboques e Carrocerias050.086.073.4680,00%Total26.377.666.179423.440.340.7656,23%
 
Tabela 2 - Número de Empregados por Cadeia Produtiva (fonte: PEAP/SEADE)
Classificação de Atividade AgregadaEmpregadosRMCEmpregadosEstado SP%
Fab. de Máq. Escritório e Equipamentos de Informática8064.43018,19%Fab. de Produtos Têxteis20.523120.41817,04%Fab. de Máq., Ap. e Mat. Elétrico12.54074.63916,80%Fab. Mat. Eletrônico e Aparelhos e Equipamentos de Comunicações3.09025.41012,16%Fab. Prod. Minerais Não-Metálicos7.04782.4228,55%Fab. Equip. Méd. Ótica e Relógios, Instr. Precisão, Automação Industrial1.63522.4327,29%Fab. Prod. Metal (Excl. Máq. e Eq.)8.520125.1556,81%Fab. de Máquinas e Equipamentos9.097137.5206,62%Fab. de Celulose e Papel3.61257.3346,30%Confec. de Vestuários e Acessórios4.72497.9934,82%Outras Indústrias4.849105.1604,61%Edição, Impressão, Reprod. de Grav.2.36560.5363,91%Fab. de Alimentos e Bebidas6.540287.5422,27%Fab. Outros Equip. de Transp.21119.9471,06%Fab. e Montagem de Veículos Automotores, Reboques e Carrocerias0160.6620,00%Fab. de Produtos Químicos0128.7680,00%Fab. de Artigos de Borracha e Plásticos0117.2920,00%Metalurgia Básica083.1190,00%Prepar. e Confec. de Artef. de Couro060.5390,00%Fab. e Ref. Petróleo, Álcool039.7810,00%Indústria Extrativa012.8860,00%Total115.6751.823.9846,34%
 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->