Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
17Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Geografia - Pré-Vestibular Impacto - Espaço Geográfico

Geografia - Pré-Vestibular Impacto - Espaço Geográfico

Ratings:

4.67

(3)
|Views: 5,689 |Likes:
Published by Geografia Qui

More info:

Published by: Geografia Qui on Jun 26, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

 
JACKY31/01/08
 A RELAÇÃO SOCIEDADE * NATUREZA: DO MEIO NATURAL AO MEIO TÉCNICO –CIENTÍFICO INFORMACIONAL.
Frente: 01 Aula: 02PROFº: FRANCO
A Certeza de Vencer 
FAÇOIMPACTO
A CERTEZA DE VENCER!!! 
   F  a   l  e  c  o  n  o  s  c  o
    w    w    w .    p    o    r     t    a     l     i    m    p    a    c     t    o .    c    o    m .     b    r
 
    E    N    S    I    N    O     M    É    D    I    O   -    2    0    0    8
 
1- INTRODUÇÃO: 
A partir do momento em que o homem começou amodificar a natureza, plantando e colhendo, criando animais,erguendo construções, o planeta deixou de ser apenas umEspaço Natural para se transformar em um Espaço Geográfico,ou seja, um espaço humanizado, construído através daelaboração de idéias, construção e aprimoramento de técnicas,para a realização de trabalho.À medida que mudam os instrumentos de trabalho, asociedade também vai se modificando: surgem assim, novasformas de pensar, de morar, de se relacionar e conceber anatureza. Desenham-se espaços geográficos típicos de cadasociedade e de cada época. Por isso, ao olhar uma paisagemnão podemos deixar de refletir sobre o modo como vive, etalvez, como viveu a sociedade que a construiu, e assim, discutiras novas formas de organização social que surgem com oavanço tecnológico.
2- A PAISAGEM GEOGRÁFICA:
Quando observamos uma paisagem, seja ela de umlocal cujas condições naturais estão preservadas, ou do centro
 
 de uma grande cidade, podemos assumir uma posturameramente contemplativa, considerá-la feia ou bonita, tranqüilaou agitada. A forma como as paisagens se apresentam aosnossos olhos nos permite interpretar heranças do passado,tentar entender o presente e propor ações com vistas a melhoraro futuro.Ao compararmos paisagens de lugares diferentes rios epraias limpas ou poluídas, matas preservadas e áreasdesmatadas, impactos ambientais provocados por diferentestipos de indústrias e práticas agrícolas, etc., podemos avaliar ecriticar o resultado da ação humana sobre o espaço, pois elaestá impressa na paisagem.Leia no quadro a baixo, um trecho da obra do geógrafoMilton Santos, sobre a distinção entre paisagem e espaço.
3- COMO O HOMEM VIA E VÊ A NATUREZA
O homem, assim como os outros animais, age sobre anatureza no intuito de obter dela, alimento, proteção e moradiapara si e para seu grupo, ou melhor, para satisfazer suasnecessidades. Com isso, cria conhecimentos e desenvolvecultura, pois ele é o único que pode pensar e refletir sobre seusresultados.No início de nossa existência, o homem pouco modificavaa natureza. Esse homem, vivia da caça, pesca e coleta. Eramuito subordinado às condições naturais, a tal ponto que eranômade, andava de um lugar para outro em busca de meiospara sobreviver. A relação do homem com a natureza era tãoforte que ele não se sentia separado dela. Nessas condições otrabalho era concebido com total naturalidade: nada exaustivo eem certos casos até mesmo prazeroso. A idéia de que a únicarelação homem-natureza é aquela intermediada pela realizaçãodo trabalho, e que este representa transformações na natureza,tem origens históricas. Isso se deve pela universalização devalores ocidentais, impostos à vários séculos. Entretanto, nãodevemos desconsiderar as culturas que apresentam umaconcepção de natureza diferente da nossa. Para determinadassociedades antigas, ou mesmo para algumas contemporâneas,a natureza é fonte de vida, mas não somente no sentido defornecer recursos direitamente para a subsistência humana.Para elas, a natureza apresenta-se sacralizada, ou seja, elasfundamentam suas religiões em elementos da natureza.A natureza é um bem comum a toda humanidade, pois éfonte de vida para todos. Mas, dependendo da sociedade, anatureza e o próprio trabalho, podem ser encarados demaneiras diversas. Ao observarmos por exemplo, uma triboindígena, cujos membros trabalhavam seis horas por dia paraobter o necessário para sua sobrevivência, com a utilização domachado, passaram a trabalhar apenas três, as demais horaseram ou são gastas na realização de jogos, religião e de outrasatividades de recreação. Isso acontece porque os índiosconcebem o trabalho apenas como um meio de satisfazerapenas suas necessidades básicas. Além disso, suasatividades, na maioria das vezes, são realizadas de maneiralúdica, não como uma imposição ou obrigação da vida emsociedade.Em nossa sociedade, o uso de novo instrumento garantiriaa subsistência com três horas de trabalho, as outras três seriamutilizadas para aumentar a produção, com o objetivo de obterum excedente para a venda. Afinal, a concepção de trabalhoque está por trás da busca pelo excedente é justamente aquelado trabalho produtivo.
UMA NECESSIDADE EPISTEMOTÓGICA: A DISTINÇÃO ENTRE PAISAGEM E ESPAÇO ( Milton Santos )
“Paisagens e espaço não são sinônimos. A paisagem é oconjunto das formas que, num dado momento, exprimem as heranças querepresentam as sucessivas relações localizadas entre homem e natureza.Os espaços são essas formas mais a vida que as anima.Durante a Guerra Fria, os laboratórios do Pentágono chegarama cogitar da produção de um engenho, a bomba de nêutrons, capaz deaniquilar a vida humana em uma dada área, mais preservando todas asconstruções. O presidente Kennedy afinal renunciou a levar a cabo esseprojeto. Senão, o que na véspera seria ainda o espaço, após a temidaexplosão seria apenas paisagem. Não temos melhor imagem para mostrar a diferença entre esses dois conceitos”.

Activity (17)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Gilclecio Luz liked this
Walter Junior liked this
Laiana Vieira liked this
Diego Carvalho liked this
Rynaldo Emanuel liked this
anjips liked this
Amanda Maciel liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->