Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
23Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
História - Pré-Vestibular Impacto - Esparta I

História - Pré-Vestibular Impacto - Esparta I

Ratings:

4.5

(1)
|Views: 3,715|Likes:
Published by História Qui

More info:

Published by: História Qui on Jun 26, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

 
EG140208
ESPARTA 
Frente: 01 Aula: 02PROFº: RAMIRO
A Certeza de Vencer 
FAÇOIMPACTO
A CERTEZA DE VENCER!!! 
   F  a   l  e  c  o  n  o  s  c  o
    w    w    w .    p    o    r     t    a     l     i    m    p    a    c     t    o .    c    o    m .     b    r
 
    E    N    S    I    N    O     M    É    D    I    O   -    2    0    0    8
 
OOMMOODDEELLOOEESSPPAARRTTAANNOO 
II..NNOOÇÇÕÕEESSPPRREELLIIMMIINNAARREESS Ao lado, Ares, deus grego da guerra.
Esparta é um caso particular dentro do estudo dacivilização grega, fundada pelos dórios, sua arquiteturanão era tão refinada como a de outras cidades-estados,seus cidadãos não manifestavam grande preocupaçãocom as artes ou a filosofia e seu processo de urbanizaçãonão foi sequer concluído. A grande característica dosespartanos seria a sua extrema especialização militar,preocupavam-se em enrijecer os músculos e o espírito eem realizar operações de guerra simuladas. O filósofogrego Platão afirmara certa ver que quando visitouEsparta não teve a sensação de estar em uma cidade,mas em um
“Acampamento militar”
.
IIII..AAEEssttrruuttuurraaLLeeggiissllaattiivvaa:: 
As leis que vigoraram nestacidade (conhecidas em seu conjunto como a GrandeRetra) são creditadas a um lendário legislador chamado
Licurgo
que, segundo a tradição oral, as teria recebidodo deus Apolo. O autor da constituição espartana teria emseguida partido para um exílio voluntário, afirmando que oconteúdo do código não deveria ser alterado na suaausência. Entendemos que o envolvimento com osagrado no processo de construção da constituiçãoespartana é um importante fator ideológico para a suamanutenção, pois dificultava a sua contestação pelapopulação da cidade.
IIIIII..OORRGGAANNIIZZAAÇÇÃÃOOSSOOCCIIAALL:: 
Na composição da estrutura social espartanapercebemos a existência de três grupos, provavelmenteestabelecidos um pouco depois da efetivação daconquista dórica, são eles:
Na imagem acima, retrato de um soldado espartano.EESSPPAARRTTAANNOOSS::
Também chamados por alguns autoresde esparciatas, representam a única camada social quedetinha a cidadania espartana, concentravam as suasforças em duas atividades fundamentais: a guerra e apolítica. Segundo uma característica bem comum entre ossegmentos mais abastados das sociedades antigas, osespartanos se recusavam a realizar trabalhos agrícolas eoutras tarefas consideradas inferiores. Segundo ohistoriador
Moses Finley 
, “ o corpo de cidadãos deEsparta formava uma soldadesca profissional, criadosdesde a infância para duas aptidões: perícia militar eobediência absoluta. Libertos(na realidade impedidos) detodos os outros interesses vocacionais e respectivasatividades, vivendo uma vida de caserna, sempre prontospara medir forças com qualquer inimigo, hilotas ouestrangeiros. As suas necessidades eram preenchidaspelos hilotas e periecos, o Estado olhava pelo seu treino,a sua obediência era assegurada pela educação e por umconjunto de leis que procuravam impedir adesigualdade(nem sempre conseguindo) econômica equalquer forma de conseguir lucros. Todo o sistemaestava fechado contra a influência externa, contra todosos estrangeiros e até contra a importação de bens doexterior. Nenhum estado se podia comparar a Esparta noseu exclusivismo ou na sua xenofobia.”.
PPEERRIIEECCOOSS::
Camada intermediária, composta de homenslivres que não detinham o direito de cidadania. Viviam naperiferia do núcleo urbano de Esparta, atuando noartesanato e num discreto comércio, sendo obrigados a

Activity (23)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Breno Caldas added this note
muiiito bom :D
Anna Thaynara liked this
Yara Maues liked this
Yara Maues liked this
Yara Maues liked this
Everton Silva liked this
Garcia Barrio liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->