Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
11Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Os 108 nomes em louvor à Deusa Sarasvatī

Os 108 nomes em louvor à Deusa Sarasvatī

Ratings: (0)|Views: 2,820|Likes:
Published by Vaidika
Os 108 nomes em louvor à Deusa Sarasvatī. Introdução e tradução do Sânscrito por Sadhvi Chaitanya. Tradução do Inglês por Gustavo Cunha para www.yogavaidika.com. © Light of Vedanta Press Arsha Vijnana Mandiram, Eugene, OR 97405 para www.arshavm.org. Por favor não reproduzir sem permissão.
Os 108 nomes em louvor à Deusa Sarasvatī. Introdução e tradução do Sânscrito por Sadhvi Chaitanya. Tradução do Inglês por Gustavo Cunha para www.yogavaidika.com. © Light of Vedanta Press Arsha Vijnana Mandiram, Eugene, OR 97405 para www.arshavm.org. Por favor não reproduzir sem permissão.

More info:

Published by: Vaidika on Aug 24, 2010
Copyright:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

07/08/2013

pdf

 
108 nomes da Deusa Sarasvat
 ī 
 
108 nomes da Deusa Sarasvat
 ī 
Introdução e tradução do Sânscrito por Sadhvi Chaitanya
Tradução do Inglês por Gustavo Cunhawww.yogavaidika.com© Light of Vedanta PressArsha Vijnana Mandiram,Eugene, OR 97405www.arshavm.orgFevereiro 2008P
or favor não reproduzir sem permissão
 
Introdução
Os Vedas, o conhecimento sagrado da tradição Hindu, possuem umentendimento altamente refinado de “Deus”. Na visão do Veda, Deusnão é uma questão de crença, mas um ser consciente que é para serentendido como livre de limitação, completo, e não-dual – como averdade de si-mesmo. Isto, na verdade, é o objetivo final de toda avida humana.A palavra Sânscrita para Deus é “
 Īś
vara” ou “
 Īś
vari”, a entidadeconsciente que sustém tudo. Na visão do Veda,
 Īś
vara/i, o criador detudo, também não está separado de tudo aquilo que é criado. Acriação é, neste sentido, mais como uma manifestação, existindocomo múltiplas formas e nomes. Assim como todo os ornamentosderivam a sua existência e o seu brilho do ouro, sem que o ouropasse por nenhum mudança, jagat – tudo o que está aqui incluindo ocomplexo corpo-mente-sentidos retira a sua existência aoilimitado e todo-penetrante criador, e por ele é sustentado. Para sera verdade de tudo, Deus tem de ser livre de toda a modificação,atributos incluindo género. No entanto, a beleza da visão é a de quequando todos os nomes e formas são não-separadas de Deus,significa que
 Īś
vara/i pode ser invocado em qualquer género, nomeforma ou função.A cosmologia Védica concede uma posição elevada ao princípiofeminino, não apenas como o poder criativo e intelinciaresponsável pela manifestação de todos os nomes e formas, mastambém como o conhecimento e abundância. Em suma, a forçafeminina governa a maior parte dos desejos e buscas, chamadospurush
ā
rta. São quatro no total – dharma, ou conduta correta,artha, segurança, k
ā
ma, prazer, e mok
a, libertação do sentimentode aprisionamento. Destes objetivos, artha e k
ā
ma são geralmenteos mais populares. Porque uma pessoa tem a sensação de vaziocentrado em si-mesma que é universalmente experienciada, procurasegurança e prazer acima de tudo.Na vio dos Vedas, mok
a, a libertação do sentimento deaprisionamento centrado em si é a meta suprema de todo o serhumano. Já que a sensação de aprisionamento é irreal, e baseada naignorância de si-mesma como ilimitada e plena, o conhecimento desi-mesma como uma pessoa completa pode dissipar esta ignorância.Ao contrário de um animal que está livre de consciência de si-mesmo, e não tem necessidade de tal conhecimento, o ser humanoestá completamente consciente de si e, portanto, também sujeito aum julgamento centrado em si-mesmo. Auto-julgamento, ou umasensação de limitação, ato-inaptidão ou não-aceitação de si-mesmoé um fenómeno humano universal que transcende todas asdiferenças. Julgamento centrado em si-mesmo surge da ignorância de si como

Activity (11)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
williamandrew23 liked this
Pierre Clemente liked this
indiamaahadevi liked this
halysson_sni liked this
Anibal Morais liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->