Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
16Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
SEIOS PARANASAIS

SEIOS PARANASAIS

Ratings: (0)|Views: 10,670|Likes:
Published by Alfredo Altuzarra
Diagnostico Diferenciais de Sinusite e Osteoma 2 doencas muito comuns nos seios paranasais.
Diagnostico Diferenciais de Sinusite e Osteoma 2 doencas muito comuns nos seios paranasais.

More info:

Published by: Alfredo Altuzarra on Aug 26, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/21/2013

pdf

text

original

 
SEIOS PARANASAIS
1° CASOCongestão Nasal e Desconforto Geral
IDENTIFICAÇÃO: 
Mulher branca do interior do estado de Rio de Janeiro, Professora deuma creche, 33 anos.
QUEIXA PRINCIPAL: 
Desconforto geral, congestão nasal, cefaléia.
HISTORIA DA DOENÇA ATUAL: 
Quadro clinico de 15 dias de evolução com desconfortogeral, tosse não produtiva e congestão nasal. Faz sete dias consultou médico em umPosto de Saúde periferia que fez diagnóstico de gripe. Paciente foi medicada comAINES, hidratação oral, vitamina C, repouso, sem melhoria depois de três dias. Agoraretorna ao Pronto Atendimento novamente por notar congestão nasal persistente,rinorréia esverdeada, picos de febre e cefaléia frontal.
HISTORIA PATOLÓGICA PREGRESSA: 
Doenças comuns da infância.
HISTORIA SOCIAL: 
Financeiramente estável, casada faz dois anos, não fuma, nãoconsome álcool.
HISTORIA PROFISSIONAL: 
Trabalha faz cinco anos como professora uma creche na ZonaNorte do Rio de Janeiro, formada em pedagogia.
EXAME FÍSICO: 
Altura 1.68, peso 59 kg, T° 39,1 C, FR = 20, FC = 87, TA = 124 / 66. Congestãonasal evidente, sem dispnéia, rinorréia esverdeada abundante. Leve fotofobia semoutras alterações visuais, otoscopia sem alterações, canal orofaríngeo sem alterações,dor na palpação de seios frontais e maxilares.Ausculta cardíaca rítmica sem sopros. Murmúrio vesicular adequado sem ruídosadventícios.Abdome compressível sem dor ou viceromegalias.Pulsos periféricos simétricos, sincrônicos e palpáveis.Resto do exame físico normal.
QUAL O DIAGNOSTICO 
Clinica?Pela história clinica de sintomas respiratórios altos, evolução natural da patologia quenão melhora com recomendações médicas e os sinais achados na nova avaliaçãoorientam para um quadro de sinusite aguda. Sinusite é a segunda infecção mais comumdas vias aéreas superiores. Pode ser causada por vírus, bactérias ou alergias.Os seios paranasais são formados por um grupo de cavidades aeradas que se abremdentro do nariz e se desenvolvem nos ossos da face. Estas cavidades têmcomunicação com as cavidades nasais. As causas mais comuns que podem
 
desencadear a sinusite são: a gripe, alergia, desvio do septo nasal e más condiçõesclimáticas.
DIAGNÓSTICOS DIFERENCIAIS? a) 
 
Resfriado Comum 
Infecção mais comum das vias aéreas superiores, O principalagente causador do resfriado comum é o rinovírus. Mas existem vários outrosvírus capazes de provocar esta doença, como o vírus parainfluenza, oadenovirus e o vírus sincicial respiratório.
b) 
 
Gripe 
Doença causada por um tipo específico de vírus, denominado influenza.Ao contrário do resfriado comum, a gripe não se restringe apenas às vias aéreassuperiores, podendo atingir as vias aéreas inferiores.
QUAL A CONDUTA? 
Paciente com sintomas de vias aéreas superiores com prévio tratamento médico semmelhoria. Agora esta com cefaléia e febre, sendo necessário investigar um pouco maisseu quadro para iniciar rapidamente o tratamento adequado.
a) 
 
Analgesia 
para controlar a febre e o desconforto geral.
 b) 
 
Hemograma 
que reporta leucocitose moderada com desvio a esquerda.
 c) 
 
Tomografia de Seios da Face 
com acentuado espessamento mucosos nos seiosfrontal, maxilar e esfenoidal à direita, pequeno espessamento no maxilar e dealgumas células etmoidais à esquerda. Obliteração dos recessos frontal eesfenoetmoidal esquerdo e meato médio ipsilateral. Estrutura óssea perissinusalintegra.
 INTERPRETAÇÃO DAS AJUDAS DIAGNÓSTICAS? 
Hemograma com aumento de leucocitose e produção de células imaturas na torrentesanguínea indica uma infecção aguda.Tomografia evidencia acumulo de muco nos seios paranasais com preferência no ladoesquerdo. Edema mucoso produz obstrução das vias de drenagem dos seios queposteriormente e infectado por vírus ou bactérias. Uma estrutura óssea perissinusalintegra apóia a teoria de um quadro agudo, já que sem fosse um quadro crônico asparedes ósseas apresentariam um espessamento.
EVOLUÇÃO 
Inicia-se terapia antimicrobiana por 7 dias com amoxicilina * 1000mg / dia,descongestionante nasal, AINES * 500mg / 8 hrs, hidratação oral, repouso. Pacientecom evolução favorável e não apresento complicações.
QUESTÕES PARA REFLEXÃO 
O diagnostico de sinusite e puramente clínico. Em 1997, a Academia Americana deOtorrinolaringologia propôs a denominação de rino-sinusite em vez de sinusite,atendendo à contigüidade e à relação embriológica das mucosas nasais e sinusais.
 
Além disso, a presença de sinusite isolada é extremamente rara e habitualmenteprecedida de riniteAtualmente, a tomografia computadorizada (TC) é considerada o exame padrão paraavaliar as cavidades paranasais, já que permite uma avaliação pré-cirúrgica endonasal,mapeamento de estruturas ósseas, evidencia de variantes anatômicas. Os sinais na TCda sinusite aguda incluem espessamento das mucosas, velamento dos seios, níveishidroaéreos. No entanto, tais alterações podem ser vistas em tantos como 50% dospacientes submetidos a TC ou RM por outras razões e, portanto, falta de diagnosticoespecificidade para a doença sinusal
 
Além disso, o aparecimento de imagem, muitas
 
vezes, não corres-ponde a gravidade da doença. Por estas razões, o diagnóstico de
 
sinusite aguda deve descansar em clínicas ao invés de achados radiológicos. OAmerican College of Radiology atualmente não recomenda imagem para o diagnósticode sinusite aguda, sem complicações.Os raios x de seios da face (Caldwell, Waters, Lateral e Submental) é um exame barato,rápido, mas pode perder imagens médicas pela limitação da técnica. Podem ser úteispara investigar sinusite aguda nos lugares onde não se tem uma tomografiacomputadorizada disponível.A ressonância magnética (RM) tem a vantagem da ausência de radiação ionizante epermite uma melhor diferenciação das estruturas solidas do que a TC. Esta indicada emna fase aguda quando se procura uma complicação neurológica, encefálica. Fora dafase aguda, a RM pode ser útil no diagnóstico de sinusite fúngica.As complicações da sinusite podem ser orbitárias (celulite periorbitárias e intra-orbitarias)e intracranianas (trombose venosa, meningite e abscesso parenquimatoso). Acomplicação orbitaria é mais comuns.O resfriado comum é uma doença benigna. Tende a melhorar espontaneamente em 5 a7 dias. Entretanto, algumas vezes o resfriado comum pode complicar-se e evoluir parauma infecção bacteriana. O tratamento visa ao controle dos sintomas. Uma medida muitoútil é a ingestão de grandes quantidades de líquidos, para ajudar a eliminar assecreções. Além disto, é importante usar roupas leves e ficar em ambientes com boaventilação. Em caso de febre, devem-se usar medicamentos antitérmicos. A aplicação degotas de soro fisiológico no nariz pode auxiliar a aliviar a obstrução nasal.Ao contrário do resfriado comum, na gripe ocorre febre alta, de até 40
º
C, e calafrios. Alémdisto, outras partes do corpo podem ficar doloridas, podendo ocorrer dor de cabeça, dorno corpo e nas articulações. Também é comum haver intolerância à luz e lacrimejamento.O acometimento das vias aéreas superiores é percebido pela presença de coriza, tosse,dor de garganta e obstrução nasal. Além disto, as vias aéreas inferiores também podemser atingidas, o que resulta em tosse e dificuldade para respirar.

Activity (16)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Rute Régis liked this
Diego Tardivo liked this
Gianfranco Ariano added this note|
otimas dicas gianfranco e ariete
Matheus Prestes liked this
Sílvia Correia liked this
Cristina Batalha liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->