Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Método para ensino de lógica digital através de VHDL

Método para ensino de lógica digital através de VHDL

Ratings: (0)|Views: 243 |Likes:
Published by geomimo
Este artigo descreve uma técnica para o ensino de lógica digital através da linguagem de descrição de hardware VHDL. Voltada especialmente para os alunos do curso de ciências da computação, esta técnica defende o ensino de lógica digital a partir da programação, por acreditar que tal abordagem é mais familiar, pratica e dinâmica.
Este artigo descreve uma técnica para o ensino de lógica digital através da linguagem de descrição de hardware VHDL. Voltada especialmente para os alunos do curso de ciências da computação, esta técnica defende o ensino de lógica digital a partir da programação, por acreditar que tal abordagem é mais familiar, pratica e dinâmica.

More info:

Published by: geomimo on Sep 08, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/31/2014

pdf

text

original

 
Método para ensino de lógica digital através de VHDL
Geovane Mimoso
1
, Martha Torres
1
1
Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas
 – 
Universidade Estadual de SantaCruz (UESC)Rodovia Ilhéus/Itabuna, km 16
 – 
CEP: 45.662 000
 – 
Ilhéus
 – 
BA
 – 
Brazil
geovanemimoso@hotmail.com, mxtd2000@yahoo.com.br
 Abstract 
. This article describes a technique for digital logic teaching by using the VHDL hardware logical language. Mainly used in classes with studentsattending the computer science course, this technique defends the digital logicteaching based on programming, assuming this approach is more familiar, practical and dynamic.
 Resumo.
 
 Este artigo descreve uma técnica para o ensino de lógica digital através da linguagem de descrição de hardware VHDL. Voltadaespecialmente para os alunos do curso de ciências da computação, estatécnica defende o ensino de lógica digital a partir da programação, por acreditar que tal abordagem é mais familiar, pratica e dinâmica.
1. Introdução
Os alunos de ciência da computação ao longo de anos tem tido problemas com oaprendizado das disciplinas que envolvem a lógica digital, muitos se desmotivam por que em sua essência, vê na programação de computadores o seu maior interesse.Quando se deparam com uma disciplina que na sua grande maioria é ensinada atravésdos métodos tradicionais com simplificações à mão e muita visão teórica do que édesenvolvido, o rendimento não é adequado.Com o ensino da lógica digital através da linguagem VHDL o aluno pode ver toda a base teórica da lógica digital, mas com objetivo de programar a teoria aprendida atravésde uma linguagem que é familiar e testar na pratica o produto da teoria aprendida emfuncionamento.O foco deste artigo, por sua vez, é descrever uma técnica para ensinar lógica digitalatravés da linguagem de descrição de hardware VHDL, analisar quais as suasqualidades, até que ponto pode ser mais eficiente do que a técnica aplicada atualmente. Nos demais tópicos serão mencionados, no item dois a relevância, no item três ostrabalhos correlatos, no item quatro a metodologia, no item cinco os resultados, no itemseis a discussão dos resultados e por fim no item sete a conclusão.
2. Relevância
A linguagem VHDL
 – 
VLSI Hardware Description Language, definida pela normaIEEE 1076-1987 e revisada na norma IEEE 1076-1993, é uma linguagem padronizada por uma força tarefa e é utilizada por vários fornecedores de tecnologias VLSI, nodesenvolvimento de mascaras para gravação em pastilhas de silício, FPGAs ou atémesmo para geração de circuitos constituídos de MSI ou LSI [Flores 1991] [Lima andSilva 2005] [Wakerly 2001].
 
As linguagens de descrição de hardware permitem descrever um circuito num nívelmais elevado de abstração, conseguindo-se assim descrever circuitos mais complexoscom maior facilidade e verificar a sua funcionalidade através de simulação. Devido àrepresentação de um circuito ser feita de uma forma tecnologicamente independente, aescolha do fabricante pode ser adiada para uma fase posterior do projeto. Assim, areutilização de projetos anteriores torna-se possível de uma forma mais simples com ouso de bibliotecas que podem ser partilhadas pelos diversos projetistas.Com a ampla utilização de aparelhos eletrônicos, a tendência é a expansão da descriçãode projetos utilizando um nível de abstração elevado, recorrendo por isso, cada vez maisao uso de linguagens de hardware.Diante do exposto, é importante que alunos do curso de ciência da computação tenhama oportunidade de familiarizar-se com estas tecnologias, já que representam o presente eo futuro do desenvolvimento de sistemas digitais.Para alunos de ciências da computação o estudo de linguagens de descrição de hardwareé um grande diferencial, dado que atualmente os projetos de circuitos digitais são feitosem alto nível e no mercado mundial os bacharéis de ciências da computação concorremcom os engenheiros eletricistas como projetistas circuitos.A disciplina lógica digital ou sistemas digitais ensinada nos cursos de ciência dacomputação, de maneira geral, esta orientada ao ensino através de circuitos digitais querequerem uma base de circuitos elétricos que na maioria das grades curriculares doscursos de ciências da computação não é possível incluir, isto dificulta o entendimentodos conceitos e desmotiva o aluno.Visto que a linguagem VHDL é uma excelente ferramenta no contexto dos circuitosdigitais e que a disciplina lógica digital tem apresentado problemas em sua eficiência, principalmente por que não tem uma abordagem familiar aos alunos do curso de ciênciada computação, foi realizada a experiência de ensinar lógica digital através dalinguagem VHDL, ou seja, projetar circuitos digitais programando.
3. Trabalhos correlatos
A partir da análise dos cursos de ciências da computação de grandes universidades do país [USP 2010] [Unicamp 2010]
[
UFRJ 2010
]
[UFPE 2010] [UFRGS 2010] é quaseunânime a não inclusão do VHDL no ensino das disciplinas básicas de lógica digital eem alguns cursos não é incluso em nenhuma das disciplinas. Nas exceções em que o conhecimento é inserido em disciplinas básicas, é visto comoum complemento, não como uma ferramenta para auxiliar o aprendizado e torná-lo maisinteressante e pratico. Nas disciplinas mais avançadas ou optativas onde o VHDL está inserido, oconhecimento é dado como mais uma linguagem de programação, visto que os alunos játiveram contato com as disciplinas necessárias para o aprendizado das bases da lógicadigital. Logo, estão aprendendo como usar o VHDL e não o utilizando para aprender novos conceitos da lógica digital.Com base nessas informações, é coerente afirmar que o ensino de lógica digital atravésdo VHDL, não é uma pratica inserida nos cursos de computação do país. No que tange a propostas não tradicionais no Brasil e no exterior, em [Pomares at. al.2009] é apresentado um software que foi desenvolvido para o ensino de lógica digital eé utilizado para facilitar o contato entre o aluno e as técnicas de simplificação e análise
 
de circuitos digitais que é base para o ensino da disciplina. Outra técnica não tradicionalque pode ser citada é o sistema de ensino de lógica digital desenvolvido para alunoscom deficiência visual que é descrito em [Silva 2010]. Em ambos o objetivo é o mesmo,tornar mais amigável e interessante o ensino da disciplina lógica digital, que é tida comoexaustiva e pouco prática, o que corrobora com o aferido neste trabalho.
4. Metodologia
Este trabalho foi desenvolvido com base na execução de um projeto de iniciaçãocientifica onde o aluno foi orientado usando a metodologia proposta para o aprendizadode projeto de circuitos digitais através de VHDL.Foram utilizados como recursos para o desenvolvimento do projeto o ambiente dedesenvolvimento ISE 9.2 da Xilinx [Manual do ISE 9.2 2010] e a placa dedesenvolvimento Basys da DigilentR [Manual da placa Basys 2010], (baseada no FPGASpartan-3E da Xilinx).Através de reuniões semanais com a orientadora o aluno foi estimulado para estudo dalógica digital da seguinte maneira:Foi realizado um estudo detalhado da linguagem VHDL, e das ferramentas de projeto daXilinx [ISE 9.2 da Xilinx] até chegar ao nível de gravação na placa Basys da DigilentR.A partir desse ponto foi possível seguir o modelo descrito abaixo.
 
Primeiro foi feito um estudo teórico do funcionamento de certa unidade lógicacomo, por exemplo, um decodificador.
 
Depois com o contato com a orientadora foram sanadas duvidas referentes aofuncionamento teórico e a apresentação de modelos específicos com o intuito de programá-los em VHDL.
 
Com o funcionamento geral da unidade lógica esclarecida e com modelosespecíficos era possível programá-los e testá-los na placa Basys da DigilentR.
 
A partir do circuito pronto o aluno pode ver o seu código e sua descrição paraaquele comportamento teórico que aprendeu em perfeito funcionamento.É importante ressaltar que o aluno em questão começou a engajar-se no projeto quandoainda cursava o primeiro semestre do curso de ciências da computação, logo, não haviatido contato com a disciplina de lógica digital nos moldes tradicionais, só depois dealgum tempo e de já ter se familiarizado com a matéria é que houve tal contato.A seguir, descrevem-se de maneira detalhada as atividades realizadas durante aexperiência aqui relatada:Durante toda a experiência foi feito o estudo da linguagem VHDL
 
[Ercegovac et al.2000],
 
[Wakerly 2001]. Foram estudadas as bibliotecas da linguagem, pesquisa sobrereaproveitamento de código, estudos dos três diferentes métodos de desenvolvimentoque são o
behavioral 
, o
dataflow
e o
 structural 
além do estudo de recursos específicosda linguagem como
 packages
,
component 
e
 signal 
.Também foi realizado o estudo da placa Basys da DigilentR que consiste em umsistema de desenvolvimento baseado em FPGAs. Foi realizado um treino para autilização da placa, foram estudados os métodos de utilização do display setesegmentos, além da gravação e teste de todos os códigos gerados. Em paralelo ao estudo

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Marcal2G liked this
Marcal2G liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->