Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Compras Coletivas — a moda online do momento

Compras Coletivas — a moda online do momento

Ratings: (0)|Views: 243 |Likes:
Visitando os sites certos pode-se aproveitar ofertas incríveis de produtos e serviços a preços muito menores que os do mercado. Vale a pena experimentar.
Visitando os sites certos pode-se aproveitar ofertas incríveis de produtos e serviços a preços muito menores que os do mercado. Vale a pena experimentar.

More info:

Published by: carlosalbertoteixeira on Sep 14, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/12/2014

pdf

text

original

 
O Globo - Domingo 18 Abril 2010 - Revista O Globo / Sei lá, mil coisas Todos juntos vamos Acaba de entrar no ar o site Peixe Urbano, que vende produtos de forma diferente: a cada 48horas, é oferecido um novo item, com desconto de até 90%. A venda só se concretiza depoisque um número determinado de clientes, que varia de artigo para artigo, se interessa pelaoferta. Num dia, a Camiseteria vendeu 120 unidades, que saíram a R$27 (contra R$55) cada. O Globo - Sábado 3 Julho 2010 - Economia / Guia de Compras (Fabiana Ribeiro) Mais sites e preços menores na internet Portais de compras coletivas, lojas virtuais com promoções e ações no Twitter são novasarmas do internauta O varejo virtual vai além dos endereços eletrônicos das lojas. As ferramentas da internetse ampliaram e hoje o consumidor encontra portais de compras coletivas, sites de ofertas,promoções exclusivas e sites de comparações de preço, além das ações em redes derelacionamento como o Twitter. Tudo para que se ganhe o cliente pelo bolso — e, claro, pelacomodidade. Para especialistas, a internet virou, com isso, um fonte de consulta obrigatóriapara aqueles que desejam fechar uma compra com o menor preço — seja dentro ou fora doambiente virtual. — Como gôndolas e prateleiras on-line são custo virtualmente zero, amplia-se o portfólio deofertas, reduz-se os preços — resumiu Klaus Denecke-Rabello, professor de marketing digitalda ESPM-RJ, acrescentando que a forte concorrência na internet traz impactos para a lojafísica e que o consumidor está mais forte nesse novo momento do varejo na internet. Sites de ofertas começam a aparecer no universo pontocom. Um deles é o Peixe Urbano, quereúne promoções. A de ontem, por exemplo, indicava que 24 latinhas de Coca-cola Plus saíamde R$36,50 por R$5 e podem ser retiradas em lojas de conveniência em Botafogo, Lagoa eLeblon. A redução do preço ocorre porque o site reúne um número mínimo de compradores.O mesmo acontece no site Imperdível, que divulga os preços reduzidos de restaurantes, spas,shows. A Oligoflora — Studio de bem estar e estética funcional resolveu usar o site Peixe Urbano paraanunciar suas promoções-relâmpago. Mas não é apenas lá: — Além do site, desenvolvemos ações de marketing digital e usamos o Twitter para manter nossos clientes atualizados com as promoções e serviços da clínica. Pensamos nessaferramenta por ser de fácil acesso e de boa divulgação, nossos clientes utilizam a rede sociale nós queremos estar onde o nosso público está, ou seja, na internet — disse Juliana Urano,sócia da Oligoflora.
 
 A publicitária Aline Cendon não abre mão da internet na hora de consumir. Mas não fecha suacompra sem antes passar por farejadores de preços ou sites de ofertas — como o Oferta X. Foilá que conseguiu uma camisa da seleção por menos de R$150, quando o preço de mercadoera de quase R$200. — É preciso pesquisar. Sempre — resumiu a consumidora. Clubes de compras, que trazem descontos, começam a surgir  Na nova era do varejo virtual, os clubes de compras — que garantem aos sócios descontos— passam a ser uma outra opção para o internauta. Um deles é o outlet virtual Coquelux,que vende peças com descontos de até 80% de marcas como Dior, Yves Saint Laurent, MarcJacobs, Lacoste, Lancôme, Trussardi e Nike. Além dos preços reduzidos, um bônus: peças doacervo de, por exemplo, Isabela Capeto ou da Osklen. — Um outlet virtual pode oferecer uma quantidade maior de ofertas ao mesmo tempo, o quenão acontece no mundo em geral. A praticidade é outro ponto: em poucos minutos é possívelcomprar uma variedade enorme de itens que vão de peças de mostruário a vinhos importados— disse Pierre-Emmanuel Joffre, CEO do Coquelux. Promoções rápidas também são divulgadas em redes de relacionamentos. Diariamente, aLeader, por exemplo, posta ofertas no Twitter e no Facebook. Como gastar menos OFERTAS: Em sites de compras coletivas, todos os dias são apresentadas ofertas comdescontos tentadores de produtos ou serviços. A oferta passa a valer, em geral, a partir de umnúmero mínimo de clientes para cada item anunciado. O internauta encontra promoções emImperdível (www.imperdivel.com.br), Oferta X e Peixe Urbano (www.peixeurbano.com.br). REDES DE RELACIONAMENTO: Vale acessar o Twitter e o Facebook das lojas. Muitas delasanunciam suas promoções-relâmpago por esses endereços. CLUBE: O consumidor já encontra alguns clubes de compras na internet — que podem trazer preços especiais e peças exclusivas. Entre esses clubes, está o Coquelux (www.coquelux.com)e ainda o clube da Track&Field (www.trackandfield.com.br/clubedecomprasclubedecompras). NOS SITES: Lojas tradicionais que têm suas lojas virtuais, em geral, apresentam preços maisatraentes em seus sites. Alguns fazem promoções exclusivas, oferecem produtos específicos etrazem preços especiais. Vale mesmo comparar os preços dos dois pontos de venda. BUSCA DE PREÇOS: Na internet, há vários sites que fazem comparaçõesde preços de produtos. Entre eles estão o BuscaPé (www.buscape.com.br), oBondfaro (www.bondfaro.com.br), o Zura (www.zura.com.br) e o Mercado do Preço(www.mercadodopreco.com.br).
 
 O Globo - Terça-Feira 10 Agosto 2010 - Economia / Negócios & Cia (Flávia Oliveira, GlauceCavalcanti, Mariana Durão) Peixe grande O site de compras coletivas Peixe Urbano, lançado há quatro meses no Rio, já está em SãoPaulo, BH, Curitiba, Brasília, Porto Alegre, Recife, Niterói e Campinas. Em dois meses, chegaráa Salvador, Vitória, Fortaleza, Floripa e ao interior paulista. "O alvo são cidades de maior poder aquisitivo e ligadas à web", diz o sócio Julio Vasconcellos. O Globo - Sábado 14 Agosto 2010 - Economia / Negócios & Cia (Flávia Oliveira, GlauceCavalcanti, Mariana Durão) A BROWNERIA vendeu 8.900 kits de brownie com sorvete em menos de 24 horas via PeixeUrbano, site de compras coletivas. A filial do Botafogo Praia Shopping foi a primeira a esgotar seus 3.500 kits. O Globo - Domingo 22 Agosto 2010 - Boa Chance Nos sites, as compras coletivas Modelo aumenta as vendas e o raio de alcance da marca Conquistar um público diferente e expandir o alcance da marca. Essas são as principaisvantagens que as empresas encontram quando realizam promoções em sites de comprascoletivas. Mas não são as únicas: aumentar as vendas e acelerar o conhecimento do clientesobre novos produtos também motivam empresários a apostar no modelo. O conceito, que já faz sucesso nos Estados Unidos desde o fim de 2008, chegou ao Brasilem março deste ano com o lançamento do Peixe Urbano (www.peixeurbano.com.br). Osite promove de seis a sete promoções por semana com descontos de 50% a 90% emrestaurantes, estabelecimentos de beleza, teatros e outros serviços. Para que os usuáriospossam aproveitar as ofertas, um número mínimo de compradores precisa ser atingido. — Queremos ajudar as pessoas a descobrirem o que há de melhor nas suas cidades.Começamos no Rio, depois São Paulo e hoje já estamos em mais oito. A ideia é dobrar onúmero de cidades nos próximos três meses — diz Julio Vasconcellos, sócio-fundador doprojeto.

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Danúbia Durand liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->