Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
30Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O PECADO DE ACÃ

O PECADO DE ACÃ

Ratings:

4.71

(7)
|Views: 7,746 |Likes:
Published by jcruz

More info:

Published by: jcruz on Jul 01, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/16/2013

pdf

text

original

 
O PECADODE ACà
Por João Cruz 
 
O PECADODE ACà
Quando criança você brincava de esconde-esconde? Acho que é uma das brincadeiras mais simples e maislegais da infância. Você tinha um lugar preferido para seesconder? Já me escondi atrás do poste, de árvores, noquintal de casa, dentro do guarda-roupas e em tantosoutros lugares. O Fábio Vasconcelos tinha uma estratégia,ele ia pra casa e trocava de roupa, acreditando que oidentificariam por suas roupas. Se esta não é uma boaestratégia, pelo menos é engraçada.Outra pergunta: Já foi castigado pelo erro dealguém? Isso acontece, não é mesmo? Numa sala de aula,por exemplo, quando um erra, todos tornam-se passíveisde repreensão. Em casa quando um filho erra, outrostambém podem ser castigados. Lembro-me no quartelquando um soldado errava, todos nós pagávamos. Estasduas perguntas vão se cruzar neste nosso estudo. Veremosque quando escondemos o pecado, mesmo que odisfarcemos ou troquemos a roupa dele, tornamos aspessoas que nos rodeiam passíveis de castigo mesmo queelas não tenham feito nenhum mal. Na lei existe umaatitude chamada de cumplicidade. Se uma pessoa rouba o bem de outro e nós não fazemos nada para impedir ou sesomos pegos junto com o criminoso, somos cúmplices.Somos cúmplices uns dos outros mesmo que ignoremos os
 
motivos. Isto também vale na vida espiritual. A Bíblia nosadverte que não devemos ser cúmplices dos erros alheiospor estar juntos: “E não sejais cúmplices nas obrasinfrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as.” (Ef 5:11) ou por precipitação: “A ninguém imponhasprecipitadamente as mãos. Não te tornes cúmplice depecados de outrem. Conserva-te a ti mesmo puro” (1 Tm5:22), e por consentir com alguém que não traz a doutrinade Cristo: “Todo aquele que ultrapassa a doutrina deCristo e nela não permanece não tem Deus; o quepermanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho.Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não orecebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas. Porquantoaquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplice das suasobras más” (2 Jo 9-11).Esconder o pecado e pagar pelo erro alheio. Estapode ser uma conseqüência bem real. Note o quanto anossa sociedade tem pago o preço com a insegurança, nasaúde, na economia e espiritualmente pelos pecadosencobertos da minoria. Não que todos não sejampecadores, mas nem todos são diretamente culpados. Serparte deste povo nos torna cúmplices.
3

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->