Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
47Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Ação declaratória de inexistência de negócio jurídico - contrato bancário - não assinado

Ação declaratória de inexistência de negócio jurídico - contrato bancário - não assinado

Ratings: (0)|Views: 17,974 |Likes:
Published by eduardosens
Ação movida pelo MPSC para obter devolução em dobro de valor descontado do benefício previdenciário de idosa sem que haja contrato.
Ação movida pelo MPSC para obter devolução em dobro de valor descontado do benefício previdenciário de idosa sem que haja contrato.

More info:

Categories:Business/Law
Published by: eduardosens on Oct 08, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/09/2013

pdf

text

original

 
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINAEXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DESEARA
O
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTACATARINA
, por seu Promotor de Justiça ao final assinado, comfundamento nos arts. 127 da Constituição da República, nos arts. 43, 74,III, e 81, §1º, do Estatuto do Idoso, bem como nos arts. 6º e 52 do Códigode Defesa do Consumidor, em substituição à idosa
Ernilda ColomboWazlawick,
brasileira, viúva, filha de Avelino Colombo Wazlawick e deRosa Keller, nascida em Taquara, Rio Grande do Sul, em 2 de fevereirode 1934, com atuais 76 anos de idade, CPF nº 933.031.499-68, RG nº2321342, SSP, SC, residente em Linha Nova, interior de Seara, propõe
AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE NEGÓCIO JURÍDICOCUMULADA COM REPETIÇÃO DE INDÉBITO E INDENIZAÇÃO PORDANOS MORAIS
, em face de:
BANCO BMG S.A.,
pessoa jurídica de direito privado, CNPJnº 61.186.680/0001-74, com domicílio na avenida Álvares Cabral, 1707,Bairro Santo Agostinho, Belo Horizonte, Minas Gerais, CEP 30.170-001.
1
 
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA
1. Objetivo da ação
Esta ação tem por objetivo obter provimento jurisdicional quedeclare a inexistência dos contratos nº 172326562 e 172326832, queindevidamente vincularam a idosa
Ernilda Colombo Wazlawick 
edebitaram de seu benefício previdenciário o valor total de R$ 1.924,92(R$ 1.017,36 + R$ 907,56), determinando-se a devolução em dobro dosvalores cobrados indevidamente e a condenão da requerida aopagamento de indenização por danos morais.
2. Legitimidade ativa
O Ministério blico tem reconhecida, no art. 74, III, doEstatuto do Idoso, sua legitimidade para, em substituição a idoso emsituação de risco, propor todas as espécies de ações pertinentes à suadefesa, o que inclui, evidentemente, direitos individuais
disponíveis
e aação que ora se intenta.Em se tratando de idoso em situação de risco, considera aLei 10.741/2003 a atuação ministerial justificada em rao do
interesse social
, o que se amolda ao disposto no art. 127 da Constituiçãoda República (defesa de interesses sociais).No caso dos autos, como se verá adiante, a idosa
ErnildaColombo Wazlawick 
está em situação de risco por ação da sociedade(Banco BMG) e por sua condição pessoal de idosa e de parca instrução(art. 43, I e III, do Estatuto).
3. Síntese fáticaErnilda Colombo Wazlawick 
contratou com o Banco BMG S.A.“empréstimo pessoal” com autorização para que o débito das prestaçõesfosse consignado na folha de pagamento de seu benefício previdenciárioperante o INSS.
2
 
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA
 Tal contrato, assinado pela idosa, tomou o número163647344 e consta à fl. 80 do Inquérito Civil Público nº06.2010.003468-5, que segue anexo. Todavia, sem qualquer assinatura ou autorização expressada idosa, em seu próprio benefício, a instituição financeira requeridaresolveu
criar 
dois novos contratos de refinanciamento daqueleinicialmente celebrado com a idosa.Assim, foram criados os contratos nº 172326562 e172326832. Diz-se “criadosporque tais contratos
o foram
contratados
pela idosa
, como deveriam ser, de modo que são, noplano jurídico,
inexistentes
.A informação chegou ao conhecimento da Promotoria de Justiça de Seara por representação do diligente Coordenador do Proconde Seara, que, em processo administrativo, notificou por mais de umavez o requerido a apresentar os contratos nº 172326562 e 172326832.O Banco BMG S.A., todavia, limitou-se a apresentar“comprovante de operação”, documento que não contém a assinatura daidosa ou qualquer elemento que permita concluir ter ela aderido aocontrato mediante declaração válida de vontade.Nem mesmo diante de requisição do Ministério Público, nocurso do inquérito civil, o requerido se dignou a apresentar as cópias doscontratos, apresentando resposta extremamente evasiva, ficandoevidente não terem sido efetivamente celebrados com a idosa.Registre-se que
Ernilda Colombo Wazlawick 
vive no interiordo Município de Seara, na zona rural, tem 76 anos de idade e recebeatualmente um salário mínimo de aposentadoria por idade.
3

Activity (47)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Catia Oliveira liked this
Camena Guerra liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->