Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
24Activity

Table Of Contents

APRESENTAÇÃO
CAPÍTULO I
TÍTULO I
GENERALIDADES
1 - Finalidade
h) Situação de Emergência
i) Estado de Calarnidade Pública
1) Medicina de Desastre
1 - Introdução
CAPÍTULO 2
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO INCREMENTO DE TRAUMATISMOS
INFORMAÇÕES SOBRE EPIDEMIOLOGlA DE TRAUMATISMOS
1- Introdução
2- Consideraçoes Gerais
TÍTULO II
PRINCÍPIOS DOUTRINÁRIOS DA MEDICINA DE DESASTRES RELATIVOS AO
ATENDIMENTO EMERGENCIAL
a) Princípio da Capacitação
b) Princípio da Padronização de Condutas
C) Princípio dos Prazos Biológicos
d) Princípio da Triagem
e) Princípio da Resposta Sistêmica
RESPOSTA SISTÊMICA AO INCREMENTO DE TRAUMATISMOS
1 - Generalidades
a) Subsistema de Alarme e Informações
b) Subsistema de Atendimento Pré-hospitalar
c) Subsistema de Atendimento Hospitalar de Emergência Médico-cirúrgicas
2 - Comando Unificado de Operações
CAPÍTULO 3
SUBSISTEMA DE ALARME E INFORMAÇÕES
1- Centro de Comunicações
b) Identificação Automática do Interlocutor
d) Conversação Simultânea
e) Definição de Canais Prioritários
f) Registro Automático dos Horários de Chamada
g) Gravação Automática de Mensagens
2 - Procedimentos PadroniLados
c) Que Ocorrência?
d) Quantas Vítimas?
1) Qual a Gravidade?
3 - Funcionamento
CAPÍTULO 4
ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR (APH)
DEFINIÇÃO DO UNIVERSO DE ATUAÇÃO
1 - Atendimento de Urgência ou de Emergência
2 - Urgências Traumáticas ou Médico-Cirúrgicas
3 Atendimento Pré-hospitalar ou Assistência Médica Domiciliar de Urgência
4 - Conclusão Parcial
ESTUDO DA VARIÁVEL TEMPO DE EVACUAÇÃO
1 - Conceituação
a)Tempo de Evacuação
b) Tempo de Alarme (TAlar)
c) Tempo do Primeiro Percurso (TP1)
d) Tempo de Reação
e) Tempo de Atendimento (TAten)
f) Tempo do Segundo Percurso (TP2)
g) Tempo de Admissão (TAdm)
2 - Fórmula Geral do Tempo de Evacuação
3 - Fórmula de Meios de Evacuação
a) Número de Pacient’es (P)
b) Distância entre o Local do Desastre e a Unidade de Emergência (D)
c) Distância entre as Mudas Periféricas e o Local do Desastre (d)
d) Número de Pacientes Transportáveis por Unidade Móvel (N)
e) Velocidade Média (V)
f) Meios de Evacuação (M)
4 - Definições
a) Muda Periférica de Ambulância
b) Muda Básica de Ambulância
c) Muda de Distribuição Regional dc Ambulância
CADEIA DE EVACUAÇÃO
2 - Instalações Mínimas da Cadeia de Evacuação
3 - Instalações da Cadeia de Evacuação quando Completa
4 - Constituiçao da Unidade Médica Tática
4.1 - Equipes de Socorristas
4.2. - Equipes de Padioleiros
4.3 - Grupo de Posto de Socorro
5 - Atribuições das Tripulações das Unidades Móveis
6 - Atribuições do Posto de Triagem
7 - Subunidades Móveis e Semimóveis de Emergência
7.1 - Subunidades Fixas de Emergência
TITULO IV
ATIVIDADES DE TRIAGEM
TÍTULO V
RESUMO DOS PROCEDIMENTOS DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR - APH
1 - Ações Sistematizadas
TÍTULO VI REFLEXÕES SOBRE O SERVIÇO DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR - APH
1 - Institucionalização do Serviço
2 - Equipamentos Especializados
3 - Padronização de Condutas e Procedimentos
4 - Definição dos Quadros de Efetivos do Serviço APH
a) Quadro de Oficiais Médicos
b) Quadro de Oficiais Enfermeiros
c) Quadro de Sargentos Especialistas de Saúde
d) Quadro dc Cabos e Soldados Socorristas e Padioleiros
CAPÍTULO 5
PLANEJAMENTO DA MOBILIZAÇÃO HOSPITALAR EM CIRCUNSTÂNCIAS DE DESASTRES
INTRODUÇÃO
1 - Necessidade de Planejamento
a) Plano de Mobilização Hospitalar
b) Plano de Segurança Hospitalar
2- Finalidade do Plano de Mobilização Hospitalar
3 - Necessidade da Mudança de Enfoque do Atendimento Emergencial
TRIAGEM MÉDICA DOS PACIENTES
1 - Importância
2 - Finalidade da Metodologia
3 - Significado das Faixas Coloridas
a) Faixa Vermelha - Prioridade 1
b) Faixa Amarela - Prioridade 2
c) Faixa Preta - Prioridade 3
d) Faixa Verde - Prioridade 4
COMPARTIMENTAÇÃO DOS HOSPITAIS GERAIS
2 - Compartimento de Pacientes Externos
3 - Compartimento de Pacientes Internados
4 - Compartimento de Pacientes Semi-Internos
5 - Compartimento de Emergência
6 - Sistema de Unidades de Tratamento Intensivo
TÍTULO IV
ESTUDO DO COMPARTIMENTO DE EMERGÊNCIA
2 - Área de Atendimento Emergencial Primário
2.1 - Setor de Recepção, Registro e Triagem
2.2 - Setor de Pacientes Graves
2.3 - Setor de Pacientes Leves
2.4 - Setor de Pacientes de Alto Risco
2.5 - Setor de Observaçáo
2.6 - Setor de Altas e de Tranasferência de Responsabilidades
3 - Estudo da Área de Atendimento Emergencial Secundário
3.1- Setor de Internação e Altas
3.2 - Unidade de Risco Cirúrgico
3.3 - Bloco Cirúrgico de Emergências
3.4 - Unidade de Recuperação Pós-Anestésica
3.5- Unidade de Queimados
3.6 - Unidades de Internação Geral de Pacientes Agudos
3.7 - Unidade de Pacientes Terminais
3.8 - Unidades de Cuidados Intermediários
c) UCI de Politraumatizados
d) UCI de Pacientes Neurológicos
e) UCI de Pediatria
TÍTULO V ESTUDO DO SISTEMA DE TRATAMENTO INTENSIVO
4 - Generalidades
2- Unidades que Compõem o Sistema de Tratamento Intensivo
2.1 - Unidade Geral de Tratamento Intensivo
2.2 - Unidade de Isolamento e Tratamenio Intensivo
2.3 - Unidade Infantil de Tratamento Intensivo
2.4 - Unidade Coronanana
2.5 - Unidades de Cuidados Intermediários
2.6 - Observações
3 - Conclusões Parciais
TÍTULO VI REGULAMENTAÇÃO DOS HOSPITAIS
1- Generalidades
2- Regulamento de Hospitais
3 - Regimento Interno dos Hospitais
4 - Normas Gerais de Ação - NGA
5 - Normas-Padrão de Ação - NPA
6 - Padronização de Condutas e de Procedimentos
7 - Atribuição de Competencias
8 - Definição de Encargos
9 - Principais Óbices à Padronizaçao de Condutas e Procedimentos
2 - Sistema de Segurança Hospitalar
TÍTULO IX INTRODUÇÃO AO PLANO DE MOBILIZAÇÃO
1 - Condicionantes Facilitadores
2 - Estudo de Situação
3 - Plano de Chamada do Hospital
4 - Sistematização do Planejamento
5 - Subdireção para as Atividades de Emergência
5.1 - Competência Geral
Compete à Subdireção:
5.2 - Necessidade de Previsao e de Planejamento Setorial
a - Instalações
b - Equipes Técnicas
d - Meios Auxiliares ao Diagnóstico e ao Tratamento
e - Serviços Gerais
f - Coordenação e Controle
6 - Subdireção do Hospital Menos
7 - Exercícios Simulados
CAPÍTULO 6
REFLEXÕES SOBRE A MODERNIZAÇÃO DAS EMERGÊNCIAS HOSPITALARES
TÍTULO l
1 - Informações
2 - Justificativa para Implantação do Programa no Brasil
TÍTULO II PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO
1 - Proposta de uma Meta de Longo Prazo
1.1 - Considerações
1.2 - Conclusões Parciais
2- Complementação do Programa
CAPÍTULO 7
MÉTODO CRAMP DE TRIAGEM
TÍTULO 1
1 - Introduçao
ESTUDO DA CIRCULAÇÃO
1 - Fisiopatologia
a) Estudo do Volume Minuto
V. Min = V. Sist. x F. C
b) Estudo da Variaçao da Concentração de Oxigênio Contido na Unidade de Volume
2 - Semiologia
2.1-Exame da Freqüência Cardíaca
a) Ausculta Cardíaca
b) Palpação do Pulso
c) Pontuação
2.2- Exame da Pressão Arterial Sistólica
a) Exame da Pressão Sístólica
2.3- Exame da Microcirculação
a) Verificaçao do Enchimento Capilar após Compressão
b) Verificaçao de Temperatura do Dedo Grande do Pé
c) Verificação da Lividez Suprapatelar
2.4 Regra Geral de Pontuação
ESTUDO DA RESPIRAÇÃO
2- Semiologia
2.1- Semiologia da Dinâmica Respiratória
a) Exame da Freqüência Respiratória
b) Exame da Modalidade Respiratória
2.2 - Exame das Lesões Anatômicas
ESTUDO DO ABDÔMEN
O abdômen contém vísceras:
3 - Pontuação
TÍTULO V ESTUDO DA ATIVIDADE MOTORA
1 - Generalidades sobre o Exame Neurológico
2-Semiologia dos Pacientes Conscientes
3 - Semiologia dos Pacientes Inconscientes
4 - Pontuação
TÍTULO VI
ESTUDO DA ATIVIDADE PSÍQUICA
1 - Semiologia
2 - Pontuação
QUADRO 1 - PONTUAÇÃO
CIRCULAÇÃO -C-
PONTUAÇÁO 0 (ZERO)
PONTUAÇÁO 1 (UM)
PONTUAÇÃO 2 (DOIS)
QUADRO 2- PONTUAÇÃO
RESPIRAÇÃO -R-
PONTUAÇÃO 0 (ZERO)
PONTUAÇÀO 1 (UM)
QUADRO 3- PONTUAÇÃO
PONTUAÇÃO 1 (UM)
QUADRO 4- PONTUAÇÃO
RESPOSTA MOTORA -M-
QUADRO 5- PONTUAÇAO
PSIQUISMO - PALAVRA -P-
DEFINIÇÃO DE PRIORIDADES
2 - Mortos
SISTEMA NACIONAL DE DEFESA CIVIL - SINDEC
FICHA DE EVACUAÇÃO (Frente)
FICHA DE EVACUAÇÃO (Verso)
CAPÍTULO 8
PLANEJAMENTO DA SEGURANÇA HOSPITALAR CONTRA DESASTRE
LOCAÇÃO DA PLANTA HOSPITALAR
PLANEJAMENTO E CONSTRUÇÃO DA PLANTA HOSPITALAR
1 - Segurança Estrutural
2 - Estudos de Fluxo
3 - Planejamento das Vias de Fuga em Caso de Sinistro
3.1 - Escada Enclausurada
4 - Planejamento do Sistema de Proteção Contra Incêndios
PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS - ESTUDO DO TETRAEDRQ DE FOGO
2 - Controle da Carga Combustível
2.1- Carga Combustível Sólida
2.2- Carga Combustível Líquida
2.3- Carga Combustível Gasosa
3 - Controle da Carga Comburente
4 - Redução do Efeito Calor
5 - Redução das Causas de Ignição
SISTEMA DE COMBATE A INCÊNDIOS
2 - Rede de Informações, Alerta e Alarme
3 - Sistema de Proteção com Hidrantes
3.1- Terminologia
Abrigo
Demanda
Esguincho
Hidrante
Mangueira
Requinte
Sistema
3.2- Equipamentos dos Hidrantes
3.3- Condições Gerais de Funcionamento do Sistema
Hidrantes internos
Hidrantes Externos
c) Tubulação
Material
Diâmetro
Resistência à Pressão
Condições de Funcionamento
Reservatórios Elevados
Reservatórios Subterrâneos
e) Acoplamento com o Corpo de Bombeiros
3.4- Instalaçao, Teste e Manutenção do Sistema de Hidrante
a) Condições de Recebimento da Instalação pelo Contratante
b) Manutenção do Sistema
4- Sistema de Proteção por Extintores
4.1 - Extintores Portáteis
4.2- Unidade Extintora
4.3- Unidade Extintora
TABELA A
CLASSE DE RISCO "A"
CAPACIDADE
Nº DE EXTINTORES
SUBSTÂNCIAS
4.4- Inspeção do Sistema e Testes
4.5- Posicionamento e Sinalização dos Extintores
b.Localização
c. Sinalização
SINALIZAÇÃO DE EXTINTORES
EXTINTOR DE DíÓXIDO DE CARBONO ( C02)
MODO DE USAR
EXTINTOR DE PÓ QUÍMICO SECO
EXTINTOR DE ESPUMA
10 litros
EXTINTOR DE ÁGUA PRESSURIZADA
BRIGADA ANTI-SINISTRO
2 - Plano de Operações
2.1- Missão aos Subordinados
a. Equipe de Combate ao Sinistro
b. Equipe de Salvamento e Evacuação
c. Equipe de Atendimento Emergencial
BIBLIOGRAFIA
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
medicina_de_desastres

medicina_de_desastres

Ratings: (0)|Views: 3,932 |Likes:
Published by pauloabn

More info:

Published by: pauloabn on Oct 11, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/21/2013

pdf

text

original

You're Reading a Free Preview
Pages 4 to 7 are not shown in this preview.
You're Reading a Free Preview
Pages 11 to 40 are not shown in this preview.
You're Reading a Free Preview
Pages 44 to 93 are not shown in this preview.

Activity (24)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
ebfenegenharia liked this
Kelen Rodrigues liked this
Anilecas Moreira liked this
Valdirene Ramos liked this
Josival Junior liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->