Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
8Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PL 84-99 -comparativo

PL 84-99 -comparativo

Ratings: (0)|Views: 1,366 |Likes:
Published by Omar Kaminski
Projeto de crimes informáticos, PL 84/99: tabela comparativa entre o substitutivo do relator Dep. Régis de Oliveira, da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara, apresentado em 05/10/2010, e a versão aprovada em plenário no Senado, e apresentada em plenário da Câmara em 18/07/2008. Versão 2.0, com destaques em amarelo.
Projeto de crimes informáticos, PL 84/99: tabela comparativa entre o substitutivo do relator Dep. Régis de Oliveira, da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara, apresentado em 05/10/2010, e a versão aprovada em plenário no Senado, e apresentada em plenário da Câmara em 18/07/2008. Versão 2.0, com destaques em amarelo.

More info:

Published by: Omar Kaminski on Oct 19, 2010
Copyright:Attribution

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/23/2012

pdf

text

original

 
PROJETO DE LEI Nº 84/1999 – CRIMES INFORMÁTICOS
COMPARATIVO ENTRE AVERSÃO APROVADANO SENADO E APRESENTADA NOPLENÁRIO DA CÂMARA EM 18/07/2008, E OSUBSTITUTIVODO RELATOR NACOMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA (CCJC) DA CÂMARA, DEP.RÉGIS DE OLIVEIRA, EM 05/10/2010.
VERSÃO APROVADA NO SENADOSUBSTITUTIVO CCJC DA CÂMARAArt. 1º
Esta Lei altera o Decreto-Lei nº2.848, de 7 de dezembro de 1940 (CódigoPenal), o Decreto-Lei nº 1.001, de 21 deoutubro de 1969 (Código Penal Militar), aLei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, a Leinº 8.069, de 13 de julho de 1990, e a Lei nº10.446, de 8 de maio de 2002, para tipificar condutas realizadas mediante uso desistema eletrônico, digital ou similares, derede de computadores, ou que sejampraticadas contra dispositivos decomunicação ou sistemas informatizados esimilares, e dá outras providências.
Art. 1º
Esta Lei altera o Decreto-Lei nº.2.848, de 7 de dezembro de 1940 (CódigoPenal), o Decreto-Lei nº. 1.001, de 21 deoutubro de 1969 (Código Penal Militar), aLei nº. 7.716, de 5 de janeiro de 1989, a Leinº. 8.069, de 13 de julho de 1990, e a Lei nº10.446, de 8 de maio de 2002, para tipificar condutas realizadas mediante uso desistema eletrônico, digital ou similares, derede de computadores, ou que sejampraticadas contra dispositivos decomunicação ou sistemas informatizados esimilares, e dá outras providências.
Art. 2º
O Título VIII da Parte Especial doDecreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de1940 (Código Penal) fica acrescido doCapítulo IV, com a seguinte redação:
Art. 2º
O Título VIII, da Parte Especial doCódigo Penal, fica acrescido do CapítuloIV, assim redigido:
Capítulo IVDOS CRIMES CONTRA A SEGURANÇADOS SISTEMAS INFORMATIZADOSCapítulo IVDOS CRIMES CONTRA A SEGURANÇADOS SISTEMAS INFORMATIZADOSAcesso não autorizado a rede decomputadores, dispositivo decomunicação ou sistema informatizado
Art. 285-A. Acessar, mediante violação desegurança, rede de computadores,dispositivo de comunicação ou sistemainformatizado, protegidos por expressarestrição de acesso:Pena - reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos,e multa.Parágrafo único. Se o agente se vale denome falso ou da utilização de identidadede terceiros para a prática do crime, a penaé aumentada de sexta parte.
Acesso não autorizado a rede decomputadores, dispositivo decomunicação ou sistema informatizado
Art. 285-A. Acessar, mediante violação desegurança, rede de computadores,dispositivo de comunicação ou sistemainformatizado, protegidos por expressarestrição de acesso:Pena - reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos,e multa.Parágrafo único.
 
Se o agente se vale denome falso ou da utilização de identidadede terceiros para a prática do crime, a penaé aumentada de sexta parte.
Obtenção, transferência ou fornecimentonão autorizado de dado ou informação
Art. 285-B. Obter ou transferir, semautorização ou em desconformidade comautorização do legítimo titular da rede decomputadores, dispositivo de comunicação
Obtenção, transferência ou fornecimentonão autorizado de dado ou informação
Art. 285-B.
 
Obter ou transferir, semautorização ou em desconformidade comautorização do legítimo titular da rede decomputadores, dispositivo de comunicação
 
ou sistema informatizado, protegidos por expressa restrição de acesso, dado ouinformação neles disponível:Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos,e multa.Parágrafo único. Se o dado ou informaçãoobtida desautorizadamente é fornecida aterceiros, a pena é aumentada de um terço.ou sistema informatizado, protegidoslegalmente e com expressa restrição deacesso, dado ou informação nelesdisponível:Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos,e multa.Parágrafo único.
 
Se o dado ou informaçãoobtida desautorizadamente é fornecida aterceiros, a pena é aumentada de um terço.
Ação Penal
Art. 285-C. Nos crimes definidos nesteCapítulo somente se procede medianterepresentação, salvo se o crime é cometidocontra a União, Estado, Município, empresaconcessionária de serviços públicos,agências, fundações, autarquias, empresaspúblicas ou sociedade de economia mista esubsidiárias.”
Ação Penal
Art. 285-C.
 
Nos crimes definidos nesteCapítulo somente se procede medianterepresentação, salvo se o crime é cometidocontra a União, Estado, Município, empresaconcessionária de serviços públicos,agências, fundações, autarquias, empresaspúblicas ou sociedade de economia mista esubsidiárias.”
Art. 3º
O Título I da Parte Especial doDecreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de1940 (Código Penal) fica acrescido doseguinte artigo, com a seguinte redação:
Art. 3º
O Título I, da Parte Especial doCódigo Penal, fica acrescido do seguinteartigo, assim redigido:
Divulgação ou utilização indevida deinformações e dados pessoais
Art. 154-A. Divulgar, utilizar, comercializar ou disponibilizar dados e informaçõespessoais contidas em sistemainformatizado com finalidade distinta da quemotivou seu registro, salvo nos casosprevistos em lei ou mediante expressaanuência da pessoa a que se referem, oude seu representante legal:Pena – detenção, de 1 (um) a 2 (dois) anos,e multa.Parágrafo único. Se o agente se vale denome falso ou da utilização de identidadede terceiros para a prática do crime, a penaé aumentada de sexta parte.
Divulgação ou utilização indevida deinformações e dados pessoais
Art. 154-A.
 
Divulgar, utilizar, comercializar ou disponibilizar dados e informaçõespessoais ou de pessoas jurídicas contidasem sistema informatizado com finalidadedistinta da que motivou seu registro, salvonos casos previstos em lei ou medianteexpressa anuência da pessoa a que sereferem, ou de seu representante legal:Pena – detenção, de 1 (um) a 2 (dois) anos,e multa.§ 1º. Se o agente se vale de nome falso ouda utilização de identidade de terceirospara a prática do crime, a pena éaumentada de sexta parte.§ 2º.
 
Somente se procede medianterepresentação, salvo se o crime é cometidocontra a União, Estado, Município, empresaconcessionária de serviço público,agências, fundações, autarquias, empresaspúblicas ou sociedade de economia mista esubsidiárias.
 
Art. 4º
O caput do art. 163 do Decreto-Leinº 2.848, de 7 de dezembro de 1940(Código Penal) passa a vigorar com aseguinte redação:
Art. 4º
O caput do art. 163, do CódigoPenal, passa a vigorar com a seguinteredação:
Dano
Art. 163. Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia ou dado eletrônico alheio:......................................................................
Dano
Art. 163.
 
Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia ou dado eletrônico alheio:......................................................................
Art. 5º
O Capítulo IV do Título II da ParteEspecial do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 dedezembro de 1940 (Código Penal) ficaacrescido do art. 163-A, assim redigido:
Art. 5º
O Capítulo IV, do Título II, da ParteEspecial, do Código Penal, ficaacrescido do art. 163-A, assim redigido:
Inserção ou difusão de código malicioso
Art. 163-A. Inserir ou difundir códigomalicioso em dispositivo de comunicação,rede de computadores, ou sistemainformatizado:Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos,e multa.
Inserção ou difusão de código maliciososeguido de dano
§ 1º Se do crime resulta destruição,inutilização, deterioração, alteração,dificultação do funcionamento, oufuncionamento desautorizado pelo legítimotitular, de dispositivo de comunicação, derede de computadores, ou de sistemainformatizado:Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro)anos, e multa.§ 2º Se o agente se vale de nome falso ouda utilização de identidade de terceirospara a prática do crime, a pena éaumentada de sexta parte.”
Inserção ou difusão de código malicioso
Art. 163-A. Inserir ou difundir códigomalicioso em dispositivo de comunicação,rede de computadores, ou sistemainformatizado:Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos,e multa.
Inserção ou difusão de código maliciososeguido de dano
§ 1º
 
 
Produzir intencionalmente ou vender código malicioso destinados ao uso emdispositivo de comunicação, rede decomputadores ou sistema informatizado.Pena – reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos,e multa.§ 2º
 
Se do crime resulta destruição,inutilização, deterioração, alteração,dificultação do funcionamento, oufuncionamento desautorizado pelo legítimotitular, de dispositivo de comunicação, derede de computadores, ou de sistemainformatizado:Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro)anos, e multa.§ 3º
 
Se o agente se vale de nome falso ouda utilização de identidade de terceirospara a prática do crime, a pena éaumentada de sexta parte.”
Art. 6º
O art. 171 do Decreto-Lei nº 2.848,de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal)passa a vigorar acrescido dos seguintesdispositivos:
Art. 6º
O art. 171, do Código Penal, passaa vigorar acrescido dos seguintesdispositivos:

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->