Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
3^6n - 2^6n múltiplo de 35 - solução

3^6n - 2^6n múltiplo de 35 - solução

Ratings: (0)|Views: 1,177|Likes:
Published by Hung 2012
Propriedade de que 3⁶ⁿ - 2⁶ⁿ é múltiplo de 35 para todo natural n - solução
Propriedade de que 3⁶ⁿ - 2⁶ⁿ é múltiplo de 35 para todo natural n - solução

More info:

Published by: Hung 2012 on Oct 26, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/25/2014

pdf

text

original

 
Problema
Provar que 3
6
∙ n
- 2
6
∙ n
é múltiplo de 35,
n
 
.
Resolução 1 (principal)
 Nota:
Para indicar a relação entre o número e seu múltiplo, os cálculos usam o símbolo “”, que
 significa “divide”:
 y
é múltiplo de
 x
 
 
 x
 y
.Para se provar que 35(3
6 ∙
n
- 2
6 ∙
n
) para todo
n
 
ℕ 
, usa-se o princípio da indução completa (
).
[1ª]
([i]da indução) 
 
Supondo-se o caso de
n
= 0, tem-se que: 3
6
∙ n
- 2
6
∙ n
= 3
6
0
- 2
6
0
= 1 - 1 = 0 35(3
6
 
∙ 0
- 2
6 ∙ 0
)
[2ª]
([ii]da indução) 
 
Supõe-se agora que:
35(3
6 ∙
n
- 2
6 ∙
n
) é válido para
n
=
≥ 0 Necessita-se calcular o valor de 3
6 ∙
n
– 2
6 ∙
n
para
n
=
+ 1. Inicialmente se obtém que:3
6 ∙ (
+ 1)
- 2
6 ∙ (
+ 1)
= 3
6
∙ 3
6 ∙
- 2
6
∙ 2
6 ∙
= 729 ∙ 3
6 ∙
- 64 ∙ 2
6 ∙
= 665 ∙ 3
6 ∙
+ 64 ∙ 3
6 ∙
- 64 ∙ 2
6 ∙
== 665 ∙ 3
6 ∙
+ 64 ∙ (3
6 ∙
- 2
6 ∙
)
3
6 ∙ (
+ 1)
- 2
6 ∙ (
+ 1)
= 665 ∙ 3
6 ∙
+ 64 ∙ (3
6 ∙
- 2
6 ∙
)Contudo, com a observação trivial de que 35665, por 
[v]da proposição[5.4], sabe-se que:
35665 3
6 ∙
Também, com
, por [v]da proposição[5.4], sabe-se que:
3564 (3
6 ∙
- 2
6 ∙
)Em relação ao lado direito de
, com 
,por [iv]da proposição [5.4], obtém-se que: 35665 3
6 ∙
+ 64 ∙ (3
6 ∙
- 2
6 ∙
)
35[3
6 ∙ (
+ 1)
- 2
6 ∙ (
+ 1)
]Eno 35(3
6 ∙
n
– 2
6 ∙
n
) é também válido para
n
=
+ 1.Portanto, para todo
n
 
ℕ 
, é verdade que 35(3
6 ∙
n
- 2
6 ∙
n
), ou seja, 3
6 ∙
n
- 2
6 ∙
n
é múltiplo de 35.CQDAproveito p/ sugerir q matemática e qq outra matéria é mais fácil de ser estudada se tivermos QI maior;um modo gratuito de garantir q nosso QI não diminua é mudar nosso estilo de vida p/ um mais feliz,saudável e saboroso
:http://www.youtube.com/watch?v=Xe_oNnBAtcs&cnl_tv=Supreme Master TV (informações da Mensa Internacional — a maior e mais antiga sociedade que reúne pessoas com alto QIdo mundo — exibidas em um canal de TV global via satélite q traz entrevistas sobre vários temasimportantes c/
renomados especialistas
locais, regionais, nacionais ou até internacionais dos várioscantos do mundo), http://www.youtube.com/watch?v=U4lgWORL6Oce http://www.youtube.com/watch? v=7x-UgndYFrA, lembrando q, por exemplo, mercúrio é um elemento encontrado em concentrações preocupantes em peixes e pode causar falhas de memória, dificuldade de prestar atenção, etc e até efeitodesastroso no sistema nervoso. E, p/ quem gosta do planeta (beleza natural, etc) e das conquistas humanas(artes, conhecimento, etc), há outro vídeo do mesmo canal com msg importante de pessoas influentes e bem-sucedidas:http://www.youtube.com/watch?v=6q4ynXjr4h4ou (só em inglês — até pessoal deHollywood) http://www.youtube.com/watch?v=UneYgIsTjwQ.
Fim!
1
de
 3
 
Fonte
Foi usado o título
Números: uma Introdução à Matemática
(edição de 1991, apostiladisponível emhttp://loja.brasilmix.com.br/produtos_descricao.asp?lang=pt_BR&codigo_produto=21),cujas principais partes usadas são citadas a seguir:
enunciado do
colorário [3.2]
— para descrever o princípio da indução completa na sua 1ª forma (arigor, as relações mencionadas nesse colorário poderiam/deveriam ser provadas antes de seremutilizadas, contudo se o colorário não foi apresentado formalmente em alguma aula, talvez não hajanecessidade de mencionar o colorário, dependendo das circunstâncias como as relações dessecolorário foram obtidas ou apresentadas, por exemplo, apenas durante resolução de algum exercícioou em alguma vaga menção como propriedades a serem aceitas e entendidas como “naturais” e até“óbvias”).
enunciado da
proposição [5.4]
— para enumerar as principais propriedades de divisibilidade (a rigor,as relações mencionadas nessa proposição poderiam/deveriam ser provadas antes de serem utilizadas,contudo se a proposição não foi apresentada formalmente em alguma aula, talvez não hajanecessidade de mencionar a proposição, dependendo das circunstâncias como as relações dessa proposição foram obtidas ou apresentadas, por exemplo, apenas durante resolução de algum exercícioou em alguma vaga menção como propriedades a serem aceitas e entendidas como “naturais” e até“óbvias”).
 2
de
 3
 
Para quaisquer que sejam os números inteiros não nulos (diferentes de zero)
a
,
b
,
c
e
,valem:
[i]
a
a
;
[ii]
se
a
b
e
b
c
, então
a
c
;
[iii]
se
a
b
e
c
, então
a
c
b
;
[iv]
se
a
b
e
a
c
, então
a
(
b
+
c
);
[v]
se
a
b
, então, para todo
m
 
 
ℤ 
, tem-se que
a
m ∙ b
;
[vi]
se
a
b
e
a
c
, então, para todo
m
,
n
 
 
ℤ 
, tem-se que
a
(
m
b
+
n
c
).Seja
a
um inteiro dado. Suponhamos que, para cada inteiro
n
a
está dada umaafirmação
 A
(
n
) de forma tal que:
[i]
 
 A
(
a
) é verdadeira;
[ii]
se, para um inteiro
a
,
 A
(
) é verdadeira, então é verdadeira.Então a afirmação
 A
(
n
) é verdadeira para todo inteiro
n
a
.

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->