Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
140Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Biologia - Sistema Digestório II

Biologia - Sistema Digestório II

Ratings:

4.75

(8)
|Views: 73,441 |Likes:
Published by Biologia Apostilas

More info:

Published by: Biologia Apostilas on Jul 23, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/15/2013

pdf

text

original

 
SISTEMA DIGESTÓRIO
O sistema digestório é responsável pela ingestão, digestão e absorção dos nutrientes. Em humanos, esse sistemacompreende as seguintes regiões: boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus.
Sistema digestório humanoglândula salivar (parótida)faringeesôfagofígadovesícula biliarcólonapêndice vermiformeânusretointestino delgadointestino grossopâncreasestômagolínguadentesglândulas salivares(sublingual e submaxilar)
 
2
Estrutura do dente. O esmalte, feito principalmente de sais de cálcio, é a substânciamais dura produzida por um ser vivo.esmaltegengivapolpa (contém nervose vasos que nutrem odente)dentina (tecido se-melhante ao osso)mandíbula (osso quesustenta o dente)
A língua facilita a deglutição e a mistura do alimento coma saliva, além de ser responsável pelo sentido da gustaçãoatravés das papilas gustativas, que se encontram em suasuperfície, viabilizando a identificação dos quatro saboresbásicos: doce, salgado, azedo e amargo.As glândulas parótidas, submaxilares e sublinguais sãoas principais presentes na boca responsáveis pela secreçãosalivar, que é formada por muco (facilitador da deglutição) epela amilase salivar. Esta enzima inicia a digestão desubstâncias amiláceas, que posteriormente se concluirá nointestino delgado.
FARINGE:
Canal comum aos sistemas digestório e respiratório, afaringe pode conduzir o alimento ao esôfago, e o ar, à laringe.
Órgãos do Sistema Digestório Humano:
BOCA :
Corresponde à porta de entrada desse sistema, onde adigestão tem início. Nesse órgão, ocorrem:I.digestão mecânica: condicionada pelos dentes e pelalíngua;II.digestão química: condicionada pelas glândulassalivares.A principal atividade dos dentes é a mastigação. Humanosadultos apresentam 32 dentes, sendo que, em cada arcada,há 4 incisivos (cortam o alimento), 2 caninos (perfuração), 4pré-molares 8 trituração) e 6 molares (trituração do alimento).
maltoseH
2
Oamilase salivarDigestão do amido na bocamaltose (dissacarídeo) e frag-mentos menores de amidofaringealimentolíngualaringeepigloteesôfagoepiglote
ES‘FAGO:
Comunicando a faringe ao estômago, há o esôfago, emcuja musculatura o a peristalse é intensa.
Contrações peristálticas empurram o alimen-to ao longo do tubo digestório.
EST‘MAGO:
O estômago é um órgão muscular em que se verificamprocessos digestórios químicos e físicos, além de sua atuaçãocomo local de armazenamento de alimentos.O estômago produz o suco gástrico, rico em enzimas eem ácido clorídrico (HCl), que é responsável pela manutençãodo baixo pH local. Nesse órgão, há principalmente digestãode alimento protéico, dissolução do cimento intercelular dostecidos dos alimentos, e, devido aos movimentos peristálticos,continuidade da digestão mecânica iniciada na mastigação.
 
3
Enzimas estomacais:PEPSINA:
secretada na forma de pepsinogênio e, sobação do ácido clorídrico, o pepsinogênio, transforma-se empepsina, enzima que catalisa a digestão de proteínas.
Pepsinogênio 
HC
 
l
Pepsina 
RENINA:
atua sobre a caseína (proteínas do leite). Éproduzida pela mucosa gástrica durante os primeiros mesesde vida, com o papel de flocular a caseína, favorecendo aação de outras proteases.A mucosa gástrica não se autodigere por ser recobertapor uma camada de muco, que a protege da agressão dosuco gástrico. Mesmo assim, as células da mucosaestomacal são continuamente lesadas e mortas pela açãodo suco gástrico. Dessa forma, é fácil compreender suaelevada capacidade regenerativa. Quando ocorredesequilíbrio entre o ataque do HCl e essa proteção dadapelo muco, podem ocorrer gastrite ou úlceras gástricas.No estômago, o bolo alimentar é transformado em umamassa semilíquida denominada quimo. Para que o quimochegue ao intestino, deve passar pelo piloro (anel muscular).
INTESTINO DELGADO:
Estrutura tubular alongada (mais de 6 metros), o intestinodelgado apresenta as seguintes regiões: duodeno, jejuno eíleo. O duodeno representa a principal região absortiva e ondeatuam o
suco
 
pancre·tico
, a
bile
e o
suco
 
entÈrico
.
vilosidadesvaso linfáticomicrovilosidadescapilaresmúsculovasos sangüíneos
Ampliando a superfície de absorção dos nutrientes,superfície intestinal apresenta uma série de dobramentos esuas células mais superfícies são ricas em microvilosidades.Detalhes sobre os sucos digestivos de atuação intestinal:
I.SUCO PANCRE¡TICO:
Produzido pelo pâncreas e liberado no duodeno atravésdo ducto pancreático.
Secreção incolor rica em enzimas digestivas e compH 9,0 (aproximadamente).
Principais enzimas: tripsina*, quimotripsina*, amilase(degrada o amido que não sofreu digestão na boca,pela ação da amilase salivar), lipase e nucleases(desoxirribonuclease e ribonuclease).
IMPORTANTE!
*Essas enzimas são produzidas em suas formas,tripsinogênio e quimiotripsinogênio. Na luz duodenal, otripsinogênio, em contato com a enzima intestinalenteroquinase, converte-se em tripsina, que por sua vezcontribui para a conversão do precursor inativoquimiotripsinogênio em quimiotripsina, enzima ativa.TripsinogênioTripsinaQuímiotripsinogênioQuimiotripsina
EnteroquinaseTripsina
Secreção rica em bicarbonatos, que neutralizam aacidez característica do quimo.
Obs.:
Para que o pâncreas sintetize o sucopancreático, deve ser estimulado peos hormôniossecretina e pancrozimina. Estes são produzidos noduodeno sob ação do HCl estomacal.
II. BILE:
Outras denominações: bílis e sucobiliar.
Secreção produzida no fígado earmazena na vesícula biliar, sendoliberada no duodeno através do canalcolédoco.
Desprovida de enzimas.
Constituída pelos sais biliares (taura-colato e glicolato de sódio).
Desempenha papel emulsionandogorduras.
Apresenta pigmentos (bilirrubina ebiliverdina), resulatantes da metabo-lização da hemoglobina.
Obs.:
A liberação da bile está na dependência docontrole hormonal exercido pela colecistoquinina,sintetizado pelo intestino delgado em conseqüência dapresença de gordura no quimo.

Activity (140)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred thousand reads
1 hundred reads
Ivana Machado liked this
Toninho Luiz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->