Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
51Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Biologia - Sistema Hormonal Humano

Biologia - Sistema Hormonal Humano

Ratings:

4.8

(10)
|Views: 38,692|Likes:
Published by Biologia Apostilas

More info:

Published by: Biologia Apostilas on Jul 23, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/21/2013

pdf

text

original

 
 
1
 
APOSTILA DE BIOLOGIA
 
IV
UNIDADE
 
C:\ 
Rose Gomes
 \ 
RG_2006
 \ 
Lista
 \ 
BIO_Sistema_Horm_Humano_3a.doc
 / 
Acácia
 
PROFESSOR
:
Bira Cabral
 
SÉRIE:
3
a
 
DATA:____/____/2006
 
ALUNO(A)
 
 
TURMA:
 
Sistema Hormonal Humano
 
Endocrinologia
é o estudo das glândulas end
ó-
crinas ou de secreção interna. Estas glândulas
fabricam, armazenam e segregam hormônios.
 A figura abaixo mostra as glândulas que têm
função endócrina no homem.
 
Vamos estudar as seguintes:
 
a)
HIPÓFISE ou PITUITÁRIA
 
b)
TIREÓIDE ou TIRÓIDE
 
c)
PARATIREÓIDES
 
d)
PÂNCREAS (mi
sta)
 
e)
SUPRA
-
RENAIS ou ADRENAIS
 
A)
HIPÓFISE 
OU
GLÂNDULA PITUITÁRIA
 
Situa
-se na sela túrcica do osso esfenóide, nabase do crânio. Tem três porções: uma anterior(
adeno 
hipófise 
),
outra posterior (
neuro 
hipófise 
) e
outra intermediária. O hipotálamo, localizado acimada hipófise, é uma parte do sistema nervoso central
que regula parcialmente a hipófise.
 
Adeno 
Hipófise 
– Sintetiza e segrega os seguintes
hormônios:
 
1.
Hormônio do Crescimento, GH 
ou
 
somatotrof 
i- 
na ou Hormônio soniatotrófico.
Ação
:
contr
ola o crescimento do esqueleto,músculos e outros órgãos até a adole
s-
cência.
 
Excesso:
o excesso de hormônio do cresci
men-
to na criança leva ao
giganti
s
mo;
noadulto, à acromegalia (= crescimento
das extremidades)
 
Deficiência: Provoca o nanismo.
 
2.
ireotrifina 
 
(T.S.H.
 )
– Hormônio que estimula a
glâ
n
dula tireóide a produzir os seus hormônios.
 
3.
Corticotrofina 
 
(A. C. T. H.)
– Hormônio que est
i-
mula a córtex da glândula Adrenal ou supra-
renal a produzir seus hormônios.
 
4.
Hormônio luteotrófico 
 
(L. T. H.)
ou
Prolactina 
– Estimula a produção de leite pelas glândulasmamárias após o parto. Sua ação depende do
ato da sucção pelo recém
-
nascido.
 
5.
Hormônios Gonadotróficos 
ou Gonadotr
finas
 – Estimulam as gônadas (testículos e ovários) a
produzirem hormônios. São eles:
 
F.S.H
 – Hormônio folículo estimulante – Amad
u-
rece o folículo ovariano. No homem, e
s-
timula a Espermatogênese (produção
de espermatozó
i
des).
 
L.H.
 – Hormônio luteinizante Transforma ofolículo maduro em corpo lúteo, ou co
r-
po amarelo, que passará a produzir pr
o-
gesterona. No homem é chamado de
I.C.S.H.
(hormônio estimulante das cél
u-
las intersticiais de
LEYDIG 
);
estimula ascélulas intersticiais nos testículos a pr
o-duzir testo
s
terona.
 
Neuro 
Hipófise 
– Armazena e segrega dois horm
ô-nios produzidos pelo hipotálamo.
 
1.
H. antidiurético (A.D.H.)
ou
vasopressina 
 
Ação
:
Promove a reabsorção de água nos túb
u-
los renais, (Alça de Henle e túbulo co
n-
tornado distal) diminuindo a quantidadede água na urina. Sua outra ação é co
n-
trair os vasos sangüí
neo
s, aumentando apressão sangüínea, daí vem seu nomevasopressina. Mas é mais conhecido c
o-
mo A.D.H.)
 
Tireóide
 
Cápsula
 
supra
-
renal
 
Testículos (no homem)
 
Timo
 
Ovário (na mulher)
 
Ilhotas
 
pancreáticas
 
Hipófise
 
Paratireóides
 
 
 
2
 
APOSTILA DE BIOLOGIA
 
IV
UNIDADE
 
C:\ 
Rose Gomes
 \ 
RG_2006
 \ 
Lista
 \ 
BIO_Sistema_Horm_Humano_3a.doc
 / 
Acácia
 
Deficiência:
A deficiência deste hormônio ca
u-
sa a
diabete insípida 
,
doença quese caracteriza por aumento do v
o-
lume urinário (
poliuria 
)
e sede e
x-cessiva
(
polidipsia 
).
Semelhante à
diabete
mellitus 
, outro tipo de di
a-
betes por defic
i
ência do pâncreas.
 
2.
Ocitocina 
– Sua principal função é promover acontração do miométrio (musculatura uterina)no momento do parto. Mas também age naamamentação e ajuda o des
locamento
dos e
s-permatozóides durante o ato sexual.
 
B) GLÂNDULA TIREÓIDE OU TIRÓIDE
 
Visão posteriorda tireóidemostrando as quatroparatireóides.O esôfago estácobrindo a
 
traquéia
 
Localiza
-se na parte anterior do pescoço, abaixoda laringe, em frente à traquéia. Tem a forma de
uma letra
. Po
s
sui dois lobos ligados pelo istmo.
 
A
Tireóide 
fabrica dois hormônios ricos em
I
(i
o-
do) e um outro que falaremos adiante. Na ausência
de
I
(iodo). a Tireóide apresenta-se aumentada de
tam
anho, formando o bócio endêmico (papo) e nãofa
brica seus hormônios.
 
Mecanismo de autocontrole na produção de tiroxina pela
tireóide. Um exemplo de
freedback 
.
Hormônios da Tireóide
1.
T
3
(Tri-
iodo
 – Tironina) e T
4
(Tetra-
iodo
 – Tiron
i-
na) ou tiroxina, de ações idênticas.
 
Ação:
estimula as oxidações celulares, aume
n-
tando o metabolismo celular, uti
lizando
glicose e gordura, participando, desta m
a-
neira, do crescimento do ind
i
víduo.
 
Excesso:
Hipertireoidismo ou Doença de Bas
e-dow
 – Esta doença se caracteriza pormetabolismo alto, taquicardia, ir
ritação,
nervosismo, tremores, insônia, exo-f
talmia etc.
 
Deficiência
:
hipotireoidismo
 – 
Essa doença se c
a-
racteriza por metabolismo baixo. Nacriança, isto leva à deficiência no
crescimento, cond
u
zindo ao Nanismo
e Cretinismo (= Retardamento me
n-
tal). No adulto cursa com lentidãomental, diminuição nos reflexos ebócio (aumento da glândula). O ind
i-
víduo pode dormir de 12 a 15 horaspor dia e terá sempre tendência àobesidade. Pode também ocorrer omixedema (pele seca e endure
cida,
queda de cabelos ( = Alopécia)
eunhas qu
e
bradiças.
 
Bócio Endêmico
: As pessoas que vivem em l
o-
cais onde os alimentos contêmpouco iodo, produzem tiroxina;isto faz com que a glândulaaumente pro
gressivamente,chegando até a pesar 500 g.
 
2.
Calcitonina 
ou Tireocalc
tonina
 
Ação
:
participa do metabolismo do cálcio e fo
s-
fato. Aumenta o fosfato sangüíneo e dim
i-nui o cá
l
cio. É hipocalcemiante.
 
C)
GLÂNDULAS
 
PARATIREÓIDES
 
Localizam
-se nas porções laterais da Tireóide esão em número de quatro. Fabricam um horm
ô-
nio: o paratormônio.
 
Ação
:
participa do metabolismo do cálcio e
fo
sfato. Aumenta a quantidade de cálciono sangue e diminui a de fosfato.Observe que a Calcitonina e o Parato
r-
mônio têm efeitos contrários.
 
epigl
o
te
 
glândulas
 
paratireóides
 
tireóide
 
esófago
 
 
 
3
 
APOSTILA DE BIOLOGIA
 
IV
UNIDADE
 
C:\ 
Rose Gomes
 \ 
RG_2006
 \ 
Lista
 \ 
BIO_Sistema_Horm_Humano_3a.doc
 / 
Acácia
 
Deficiência
: baixa de cálcio no sangue, le
va
n-
do a alterações na contraçãomuscular, contrações espasmód
i-
cas dos músculos, caracterizandoo quadro convulsivo da tetania,
(hipoparatireo
i
dismo).
 
Excesso
: aumento de cálcio no sangue, de
s-
calcificação dos ossos, que se to
r-
nam porosos e quebradiços, depós
i-
to de cálcio nos rins, osteomalácia,
osteoporose
(
hiperparatireoidis 
mo 
).
 
D) PÂNCREAS
 
O pâncreas é uma glândula mista ou anfícrina.
Localiza
-se na cavidade abdominal, junto ao est
ô-mago e duodeno.
 
Localização do Pâncreas e Duodeno
 
A parte exócrina do pâncreas fabrica o suco
pancre
á
tico.
 A parte endócrina corresponde a 1% do pâ
n-
creas e é representada pelas ilhotas pancreáticas
ou de Lang
e
rhans.
 
Essas ilhotas possuem dois tipos de células:
 
células
 – segregam Glucágon eleva a glicose
sangüínea.
 
células
segregam Insulina – baixa a glicose
sa
n
güínea.
 Estes dois hormônios são proteínas de baixope
so molecular.
 
1.
Insulina 
– 
Principal hormônio do pâncreas.
 
Ação:
controla a concentração de glicose no
sa
ngue. Ajuda a entrada de glicose nacélula para sua utilização ou para serreservada em forma de glicogênio; comisto, diminui a glicose no sangue, ação
denom
i
nada de Hipoglicemia.
 Deficiência de Insulina
:
A falta de insulina de
ter-
mina uma doença conhecida como
diabetes 
 
me 
l- litus 
,
que
se caracteriza por elevação da gli
cose
no sangue
(hiperglicemia)
e, conse
qüent
e
mente,
eliminação de glicose pela urina
(glicosúria), pois
a quant
i
dade de glicose que chega aos
rins é tão
grande que este órgão não consegue reabsorvê-
la toda.
 Sintomas da d
oença
:
Poliuria (= muita urina),
Opoli
dips
ia (= sede excessiva) e Polifagia (= f
o-me em excesso).
 Excesso de Insulina
:
diminui a glicose no sa
n-
gue, (= Hipoglicemia), podendo levar a tonturas,
de
s
maios, chegando até à convulsão e morte.
 
2.
Glucágon 
 
Ação
: aumenta a quantidade da glicose nosangue, pois quebra o glicogênio arm
a-zen
ado no fígado. Note que a ação do
glucágon é contrária à da ins
u
lina.
 
E) GLÂNDULAS ADRENAIS OU SUPRA
-
RENAIS
 
Localizam
-se no pólo superior dos rins. Podemos
dividi
-las em duas regiões: córtex-adrenal e medu
la
-
adrenal.
 
A
Córtex 
é a região mais externa; fabrica horm
ô-
nios chamados corticóides.
 
TIPOS DE CORTICÓIDES
 
a)
Glicocorticóides 
– Destes, o mais importante é a
cortisona ou cortisol.
 
Ação
: controla o açúcar no corpo, pois aumenta a
concentração da glicose sangüínea; daí o nome.
Outros: Hidrocortisona, Dexametasona etc.
 
b)
Mineralocorticóides 
– Destes, o mais importante
é a aldosterona.
 
Ação
: aumenta a reabsorção de Na' e cloretos
nos túbulos renais.
 
c)
Sexocorticóides 
– 
Hor
mônios que agem sobre a
sexualidade.
 
Ex. : Andrógenos e Estrógenos.
 
A
Medula Adrenal fabrica Adrenalina e Noradr
e-nal
ina, cujas ações serão estudadas em
SistemaNervoso.
A adrenalina é também chamada de
Epine- 
frina 
 
e a Noradrenalina, de
Norepinefrina 
.
colédoco
 
ampola
 
de Vater
 
duodeno
 
canal de Wirsung
 
ilhotas de
 
Langerhanas
 
(insulina)
 

Activity (51)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Luiz Felipe liked this
Jonas Santos liked this
Bruno Torres liked this
Aldeci Nardes liked this
Iane Queiroga liked this
Jonas Santos liked this
Taciane Ferreira liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->