Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Integridade E Honestidade

Integridade E Honestidade

Ratings: (0)|Views: 78 |Likes:
Se alguma vez foi subitamente decepcionado por alguém em quem você confiava, se alguma vez sentiu a dor aguda da infidelidade cometida por alguém que você amava, se foi roubado por um negociante desonesto, então conhece a dor e o custo de lidar com a desonestidade. E se alguma vez se interrogou sobre o que faz com que se retire da participação em atividades de que outrora gostava, vai encontrar a resposta aqui. Com o conhecimento neste folheto pode dar um passo decisivo em direção ao esplendor e felicidade abundante que fazem com que a vida valha a pena ser vivida.
Se alguma vez foi subitamente decepcionado por alguém em quem você confiava, se alguma vez sentiu a dor aguda da infidelidade cometida por alguém que você amava, se foi roubado por um negociante desonesto, então conhece a dor e o custo de lidar com a desonestidade. E se alguma vez se interrogou sobre o que faz com que se retire da participação em atividades de que outrora gostava, vai encontrar a resposta aqui. Com o conhecimento neste folheto pode dar um passo decisivo em direção ao esplendor e felicidade abundante que fazem com que a vida valha a pena ser vivida.

More info:

Published by: Official Church of Scientology on Nov 03, 2010
Copyright:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

11/07/2012

pdf

 
S
CIENTOLOGY
Fazer do Mundo um Lugar Melhor 
Fu
ndada e desenvolvida por L. Ron Hubbard, Scientology é uma filosofiareligiosa aplicada que oferece um caminho exacto através do qual qualquer umpode recuperar a verdade e simplicidade do seu eu espiritual.Scientology é constituída por axiomas específicos que definem as causassubjacentes e princípios da existência e uma vasta área de observações no campodas humanidades, um corpo filosófico que se aplica literalmente à totalidade davida.Este vasto corpo de conhecimento teve como resultado duas aplicações damatéria: primeiro, uma tecnologia para o Homem aumentar a sua consciênciaespiritual e atingir a liberdade procurada por muitos ensinamentos filosóficosnotáveis; e, segundo, um grande número de princípios fundamentais que oshomens podem aplicar para melhorar as suas vidas. De facto, nesta segundaaplicação, Scientology oferece nada menos que métodos práticos para melhorar
todos
os aspectos da nossa existência – meios de criar novos modos de vida. E édisto que provém a matéria sobre a qual você vai ler.Compilado a partir dos escritos de L. Ron Hubbard, os dados aquiapresentados são apenas uma das ferramentas que se podem encontrar no
Manualde Scientology.
Guia abrangente, o manual contém numerosas aplicações deScientology que podem ser utilizadas para melhorar muitas outras áreas da vida.Neste livro, os editores acrescentaram aos dados uma breve introdução,exercícios práticos e exemplos de aplicação bem-sucedida.Cursos para aumentar a compreensão e outros materiais para alargar osconhecimentos estão à sua disposição na sua igreja ou missão de Scientology maispróxima. Ender ços disponíveis no site www.scientology.org.eEm Scientology são descritos muitos fenómenos novos acerca do Homem e davida e por isso é possível que encontre nestas páginas termos com que não estáfamiliarizado. Estes são descritos quando aparecem pela primeira vez e noglossário no fim do livro.Scientology é para aplicar. É uma filosofia prática, uma coisa que se
 faz.
Usando estes dados,
 pode
alterar condições.Milhões de pessoas que querem fazer alguma coisa pelas condições que vêemà sua volta têm aplicado este conhecimento. Elas sabem que a vida pode sermelhorada. E sabem que Scientology funciona.Use o que ler nestas páginas para melhorar a si próprio e aos outros e tambémo saberá.
I
GREJA DE
S
CIENTOLOGY
I
NTERNACIONAL
 
 
que é que faz com que as pessoas deixem de tomar parte activana vida? O miúdo alegre e despreocupado torna-se reservado ecauteloso na adolescência. A mulher bemsucedida na sua profissãoe que acaba com uma relação atrás da outra sofre de falta deauto-estima. O reformado dá uma olhadela retrospectiva à sua vidae lamenta as decisões que tomou no passado.Existe uma razão para estas situações tão comuns. Não é que“simplesmente aconteçam”, nem dependem do destino. L. RonHubbard acumulou um enorme corpo de investigação que estádirectamente destinado a resolver a razão fundamental que leva aoafastamento dos outros e à perda da integridade. Além disso,desenvolveu um método exacto para você ajudar as outras pessoas arecuperarem os seus sentimentos de honestidade e amor-próprio.Não há razão para que os sonhos desfeitos e as lamentações do passado continuem a afastar as pessoas de participarem no presente.Existe um mecanismo real que faz com que as pessoas se afastemdas suas relações, das suas famílias, grupos e, de facto, dos seussonhos. E essas situações podem ser remediadas. Neste livro vocêdescobrirá como pode ajudar outras pessoas a recuperarem aintegridade e o entusiasmo pela vida. É uma nova maneira de ver um problema antigo, o que significa que já não tem de sentar-se semtomar parte e observar, impotente, a angústia dos outros. Em vezdisso, terá nas mãos as ferramentas que resolverão por completouma tal desgraça.
2
-
 
O
S
C
ÓDIGOS
M
ORAIS
m qualquer actividade em que as pessoas actuem entre si,desenvolvem-se
códigos morais
. Isto acontece em gruposde qualquer tamanho, numa fam
í
lia, numa equipa, numaempresa, numa na
çã
o, numa ra
ç
a. O que
é
um c
ó
digomoral?
É
uma s
é
rie de acordos a que a pessoa aderiupara garantir a sobreviv
ê
ncia do grupo.
Tomemos como exemplo a Constitui
çã
o dos EstadosUnidos. Foi um acordo que fizeram os treze Estadosoriginais que a criaram, como um meio de conduzirem os seus assuntos.Sempre que se quebrou a Constitui
çã
o, o pa
í
s teve problemas. A primeiracoisa que estabelecia era que n
ã
o deveria existir imposto algum sobre osingressos; mais tarde, isto foi violado. Depois mudaram outro ponto daConstitui
çã
o, e a seguir outro e mais outro e, de cada vez que isso foi feito,causou problemas.Porque
é
que eles t
ê
m dificuldades? Porque n
ã
o h
á
mais acordos do que oacordo b
á
sico.O Homem aprendeu que quando fez acordos sobre c
ó
digos de conduta ousobre o que
é
adequado, sobreviveu; e que quando n
ã
o os estabeleceu, n
ã
osobreviveu. Desta forma, quando as pessoas se renem redigem sempre umalonga e volumosa s
é
rie de acordos sobre o que
é
moral
(quer dizer, o quecontribuirá para a sobrevivência)
e o que
é
imoral
(aquilo que será destrutivo para a sobrevivência).
A moral, de acordo com estas defini
çõ
es,
é
tudo aquilo que numdeterminado momento
é
considerado como tendo caracter
í
sticas em prol dasobreviv
ê
ncia. Uma ac
çã
o em prol da sobreviv
ê
ncia
é
uma ac
çã
o moral.Considera-se imoral o que se considera que vai contra a sobreviv
ê
ncia.Quando duas ou mais pessoas t
ê
m um acordo m
ú
tuo, actuam juntas e a issochama-se
acção conjunta
. Dan
ç
ar com algu
é
m
é
uma ac
çã
o conjunta, lutar comalgu
é
m
é
uma ac
çã
o conjunta, trabalhar numa organiza
çã
o
é
uma ac
çã
o conjunta.Na experi
ê
ncia naval
é
conhecido o dado de que a tripula
çã
o de um barcon
ã
o tem nenhum valor at
é
ter enfrentado algum terr
í
vel, ou ter lutadoem conjunto. Podemos ter um barco a navegar com uma tripula
çã
o nova e,mesmo que esteja treinada para os seus deveres, nada funciona: os
E
3
ú
perigo

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->