Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
6Activity

Table Of Contents

0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Considerações sobre o Estágio do Conhecimento Nacional de Tecnologias de Energia e Oportunidades de Transferência de Tecnologia: contribuições para a COP-15

Considerações sobre o Estágio do Conhecimento Nacional de Tecnologias de Energia e Oportunidades de Transferência de Tecnologia: contribuições para a COP-15

Ratings: (0)|Views: 715 |Likes:
Published by gilberto1096
JANNUZZI, G. M.; SANT’ANA, P. H. M.; GOMES, R. D. M. Considerações sobre o Estágio do Conhecimento Nacional de Tecnologias de Energia e Oportunidades de Transferência de Tecnologia: contribuições para a COP-15. Brasília: CGEE - Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2009.
JANNUZZI, G. M.; SANT’ANA, P. H. M.; GOMES, R. D. M. Considerações sobre o Estágio do Conhecimento Nacional de Tecnologias de Energia e Oportunidades de Transferência de Tecnologia: contribuições para a COP-15. Brasília: CGEE - Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2009.

More info:

Published by: gilberto1096 on Nov 05, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/18/2012

pdf

text

 
 
Responsável técnico: Gilberto De Martino Jannuzzi / Escritório Regional do International Energy Initiative para a América Latina ² I.E.I.-L.A.
Considerações sobre o Estágio do ConhecimentoNacional de Tecnologias de Energia e Oportunidadesde Transferência de Tecnologia: contribuições para aCOP-15
Relatório
Responsável:Gilberto De Martino Jannuzzi  UNICAMP
Eq
uipe:Paulo Henri
q
ue de Mello Sant Ana  I
E
IRodolfo Dourado Maia Gomes  I
E
ICampinas, 02 de dezembro de 2009.
 
 
Responsável técnico: Gilberto De Martino Jannuzzi / Escritório Regional do International Energy Initiative para a América Latina ² I.E.I.-L.A.
2
Conteúdo
1.
 
SUMÁRIO EXECUTIVO
................................ ................................ ...............................
5
 
2
.
 
INTRODUÇÃO
................................ ................................ ................................ .............
 
1
5
 
2
.1.
 
O
BJETIVOS
:
................................ ................................ ................................ .................
 
1
5
 
2
.
2
.
 
M
ETODOLOGIA
:
................................ ................................ ................................ ..........
 
1
5
 
3
.
 
A CADEIA DE INOVAÇÃO
................................ ................................ ........................
 
16
 
4.
 
AS PRINCIPAIS PRIORIDADES TECNOLÓGICAS
................................ ...............
 
18
 
4.1.
 
I
NVESTIMENTOS
 
................................ ................................ ................................ ..........
 
18
 
4.1.1.
 
I
 NVESTIMENTOS PÚBLICOS
........................................................................................ 18
 
4.1.2.
 
I
 NVESTIMENTOS PRIVADOS
........................................................................................ 18
 
4.
2
.
 
T
ENDÊNCIAS DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
 
................................ ................
 
19
 
4.2.1.
 
S
ETOR DE GERAÇÃO DE ELETRICIDADE
...................................................................... 19
 
4.2.2.
 
S
ETOR INDUSTRIAL
.................................................................................................... 20
 
4.2.3.
 
S
ETOR DE EDIFICAÇÕES E EQUIPAMENTOS
................................................................. 21
 
4.2.4.
 
S
ETOR DE TRANSPORTES
............................................................................................ 22
 
5
.
 
ANÁLISE SOBRE OPORTUNIDADES DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA22
 
6.
 
O ESTÁGIO DAS TECNOLOGIAS NO BRASIL E EXTERIOR 
.............................
2
4
 
6.1.
 
T
ECNOLOGIA DE GERAÇÃO DE ELETRICIDADE VIA TURBINAS
(
GRANDES TURBINAS ECO
-
GERAÇÃO
)
E MICROTURBINAS A GÁS NATURAL
 
................................ ..............................
2
4
 
6.1.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO E PERSPECTIVA DE IMPLEMENTAÇÃO COMERCIAL NOMUNDO
24
 
6.1.2.
 
G
RAU DE DOMÍNIO
,
CENTROS DE EXCELÊNCIA E CAPACITAÇÃO INDUSTRIAL NO
B
RASIL
24
 
6.1.3.
 
P
OTENCIAL E MERCADO
............................................................................................. 25
 
6.
2
.
 
C
ARVÃO
M
INERAL
 
................................ ................................ ................................ ......
2
6
 
6.2.1.
 
EDE
PD&I
EM
C
ARVÃO
M
INERAL NO
B
RASIL
. ......................................................... 26
 
6.2.2.
 
C
ARVÃO
P
ULVERIZADO
............................................................................................. 27
 
6.2.3.
 
G
ASIFICAÇÃO
I
 NTEGRADA EM
C
ICLO
C
OMBINADO
(IGCC) ........................................ 29
 
6.2.4.
 
C
ARVÃO EM
L
EITO
F
LUIDIZADO
A
TMOSFÉRICO
C
IRCULANTE
(CFBC) ....................... 31
 
6.
3
.
 
F
ISSÃO
N
UCLEAR 
 
................................ ................................ ................................ ........
32
 
 
 
Responsável técnico: Gilberto De Martino Jannuzzi / Escritório Regional do International Energy Initiative para a América Latina ² I.E.I.-L.A.
3
6.3.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO E PERSPECTIVA DE IMPLEMENTAÇÃO COMERCIAL NOMUNDO
32
 
6.3.2.
 
G
RAU DE DOMÍNIO
,
CENTROS DE EXCELÊNCIA E CAPACITAÇÃO INDUSTRIAL NO
B
RASIL
33
 
6.3.3.
 
P
OTENCIAL E MERCADO
............................................................................................. 35
 
6.4.
 
E
NERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA
 
................................ ................................ ...............
3
6
 
6.4.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO NO MUNDO E EXPECTATIVA DE IMPLEMENTAÇÃOCOMERCIAL
............................................................................................................................ 36
 
6.4.2.
 
A
 
S
ITUAÇÃO NO
B
RASIL
............................................................................................ 37
 
6.
5
.
 
E
NERGIA SOLAR TÉRMICA DE ALTA TEMPERATURA
 
................................ ..................
 
41
 
6.5.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO NO MUNDO E EXPECTATIVA DE IMPLEMENTAÇÃOCOMERCIAL
............................................................................................................................ 41
 
6.5.2.
 
A
SITUAÇÃO NO
B
RASIL
............................................................................................. 42
 
6.6.
 
E
NERGIA EÓLICA
 
................................ ................................ ................................ ........
 
44
 
6.6.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO NO MUNDO E EXPECTATIVA DE IMPLEMENTAÇÃOCOMERCIAL
............................................................................................................................ 44
 
6.6.2.
 
A
SITUAÇÃO NO
B
RASIL
............................................................................................. 45
 
6.7.
 
G
ASIFICAÇÃO DA BIOMASSA
 
................................ ................................ .......................
 
48
 
6.7.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO E PERSPECTIVA DE IMPLEMENTAÇÃO COMERCIAL NOMUNDO
48
 
6.7.2.
 
G
RAU DE DOMÍNIO
,
CENTROS DE EXCELÊNCIA E CAPACITAÇÃO INDUSTRIAL NO
B
RASIL
49
 
6.7.3.
 
P
OTENCIAL E MERCADO
............................................................................................. 49
 
6.8.
 
H
IDROELETRICIDADE
 
................................ ................................ ................................ .
50
 
6.8.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO E PERSPECTIVA DE IMPLEMENTAÇÃO COMERCIAL NOMUNDO
50
 
6.8.2.
 
G
RAU DE DOMÍNIO
,
CENTROS DE EXCELÊNCIA E CAPACITAÇÃO INDUSTRIAL NO
B
RASIL
50
 
6.8.3.
 
P
OTENCIAL E MERCADO
............................................................................................. 51
 
6.9.
 
H
IDROGÊNIO
:
PRODUÇÃO
,
ARMAZENAMENTO E CÉLULAS A COMBUSTÍVEL
 
.............
5
1
 
6.9.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO NO MUNDO E EXPECTATIVA DE IMPLEMENTAÇÃOCOMERCIAL
............................................................................................................................ 51
 
6.9.2.
 
A
SITUAÇÃO NO
B
RASIL
............................................................................................. 54
 
6.1
0
.
 
G
ÁS NATURAL LIQUEFEITO
:
LIQUEFAÇÃO E REGASEIFICAÇÃO
 
...............................
5
7
 
6.10.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO E PERSPECTIVA DE IMPLEMENTAÇÃO COMERCIAL NOMUNDO
57
 
6.10.2.
 
G
RAU DE DOMÍNIO
,
CENTROS DE EXCELÊNCIA E CAPACITAÇÃO INDUSTRIAL NO
B
RASIL
57
 
6.11.
 
G
AS
-
TO
-L
IQUID
(CTL)
E
C
OAL
-
TO
-
LIQUID
(CTL):
PROCESSO
F
ISC
H
ER 
-T
ROPSC
H
5
7
 
6.11.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO E PERSPECTIVA DE IMPLEMENTAÇÃO COMERCIAL NOMUNDO
57
 
6.11.2.
 
G
RAU DE DOMÍNIO
,
CENTROS DE EXCELÊNCIA E CAPACITAÇÃO INDUSTRIAL NO
B
RASIL
58
 
6.1
2
.
 
E
TANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO
 
................................ ................................ ...............
5
8
 
6.12.1.
 
E
STÁGIO DE DESENVOLVIMENTO E PERSPECTIVA DE IMPLEMENTAÇÃO COMERCIAL NOMUNDO
58
 

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
diogo.vix liked this
komauri liked this
gilberto1096 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->