Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
32Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fotossíntese e Respiração Celular

Fotossíntese e Respiração Celular

Ratings: (0)|Views: 9,547 |Likes:
Published by Miriam_Bleggi_br

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: Miriam_Bleggi_br on Nov 07, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/28/2012

pdf

text

original

 
 
5
 
1 Introdução
Toda matéria é capaz de manter-se em estado organizado, desde a menor estrutura(organização dos átomos em uma célula) até estruturas de larga escala.
Fig
ura 1
Fonte:http://cache05.stormap.sapo.pt/fotostor e01/fotos//05/fd/06/12695_0003t38c.jpg 
 
Fig
ura 2
Fonte:http://www.danafarma.com.br/imagens/girassol.gif 
 
Fig
ura 3
Fonte:http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/bor_coruja.jpg 
Fig
ura 1 -
M
icrografia de um grão de pólen;
 
Fig
ura 2 ±
 Arranjo em espiral de sementes, formada por milhões de células, no discode uma girassol;
 
Fig
ura 3 -
Vista em primeiro plano de uma asa de borboleta mostrando o padrão criado por suas placas, cadaplaca sendo o produto de uma única célula.
 O estado de organização interna não é espontâneo nem permanente; e, por ser instável, pode reverter muito facilmente ao estado inanimado. O que mantém ascaracterísticas que diferem o vivo do não-vivo é uma entrada constante de energia,devido a mecanismos celulares que extraem esta energia do meio e a converte emformas de energia que podem ser utilizadas pela célula para impulsionar a constantegeração de ordem biológica. A tendência universal de estruturas se tornarem desordenadas é expressa por uma leifundamental da física ± a
segunda lei da termodinâmica
-, que diz que no universo ograu de desordem tende somente a aumentar, ou seja, é um processo espontâneo.No entanto, outra lei fundamental da física - a
 primeira lei da termodinâmica
± expressaque a
e
n
e
gi
a l
iv
e
(energia utilizável ± relacionadas à energia e força de trabalho),associada aos átomos e moléculas em seus movimentos e interações internas aosistema, tendem a tornar o sistema organizado.Os organismos vivos necessitam dessa energia para se manterem organizados e pararealizarem os processos químicos em seu interior. Para isso, precisam de um fluxo deenergia exterior, e eles adquirem esta energia a partir de nutrientes adquiridos doambiente onde vivem, ou então de fótons (energia solar), ou ainda de moléculasinorgânicas (no caso de bactérias quimiossintéticas).Durante as reações químicas que geram ordem, parte da energia que estes organismosvivos utilizam é convertida em calor (entropia), o que gera desordem no meio,aumentando assim a entropia total, como diz a segunda lei da termodinâmica já citada.Entretanto, o processo de liberação de calor dentro da célula está diretamente ligadoaos processos que geram ordem, e é isso que distingue o metabolismo da célula dodesperdício da queima de combustível pelo fogo.Este trabalho de revisão tem por objetivo mostrar os processos pelos quais a célulaobtém esta energia tão necessária para a realização de suas reações químicas a fim depromover a manutenção e continuidade da vida.
 
 
6
 
2 R
es
umo
Há uma propriedade que, acima de tudo, faz os organismos vivos serem diferentes damatéria inanimada: eles são capazes de criar e manter ordem em um universo queconstantemente está evoluindo para a maior desordem. Para isso, eles realizamdiversas reações químicas, onde moléculas orgânicas são ³desmontadas´ emodificadas para suprirem as necessidades das células dos organismos vivos.No entanto, para realizar estes processos químicos, ela não somente necessita denutrientes como também necessita de energia. Estes nutrientes e a energia de que ascélulas necessitam tem origem do meio dito inanimado.Porém, estas reações que normalmente ocorrem no interior da célula geralmenteocorreriam apenas em temperaturas muito mais elevadas do que aquela mantida dentrode seu interior. Por isso cada uma dessas reações requer um impulso específico dereatividade química, e isso é muito importante, pois permite que cada reação sejacontrolada pela célula.Este controle é exercido por proteínas (enzimas), cada uma das quais é capaz deacelerar (catalisar) uma das várias reações possíveis de uma determinada molécula.Quando uma enzima termina de catalisar uma molécula, esta molécula transformada écatalisada novamente por outra enzima, seguindo assim uma reação em série. Esteprocesso de reações interligadas é o que possibilitam que a célula sobreviva, cresça ese reproduza.Na célula ocorre dois fluxos opostos de reações químicas: reações
catabólicas
 (decomposição dos nutrientes em moléculas menores e liberação de energia) e reações
anabólicas
(utilizam a energia gerada pelo catabolismo para promover a síntese demoléculas orgânicas a partir de diversas moléculas modificadas a partir das moléculasdegradadas no catabolismo). Estes dois conjuntos de reações constituem o
m
e
tabol
i
s
mo
.
 
Todos os animais sobrevivem da energia armazenada nas ligações químicas demoléculas orgânicas sintetizadas por outros organismos vivos, e são ingeridos comoalimento. Alguns animais obtêm este alimento ingerindo outros animais, no entanto tudo começapelos animais que se alimentam de plantas. Isto porque as plantas não obtêm suaenergia de outros seres vivos, mas a sintetizam a partir da luz solar, sendo assim umafonte de energia primária. Em conseqüência, toda energia utilizada por células animaisé indiretamente derivada do Sol. As plantas e algumas bactérias conseguem extrair a energia dos raios solares por meiode um processo chamado
foto
ssí
nt
ese
, e obtêm todos os demais nutrientes de quenecessita a partir da matéria inorgânica (carbono, hidrogênio, nitrogênio, etc.). Aenergia obtida do Sol possibilita as ligações químicas dentro da célula, tornando assimpossível a síntese de moléculas (açúcares, aminoácidos, nucleotídeos e ácidos graxos)que formam matéria orgânica (polissacarídeos, proteínas, ácido nucléico e ácidosgraxos).Basicamente a fotossíntese ocorre em dois estágios. No primeiro estágio, a energiasolar é captada e armazenada temporariamente na forma de energia das ligaçõesquímicas em pequenas moléculas especializadas (atuam como transportadora daenergia e como grupo químico reativo). No fim deste primeiro estágio, o oxigênio éliberado devido à quebra da molécula de H
2
O pela luz.
 
 
7
 
No segundo estágio, a energia que estava armazenada nas ligações químicas dasmoléculas especializadas (transportadoras de energia) é utilizada na ligação demoléculas decompostas a partir de CO
2
e H
2
O, possibilitando assim a formação deaçúcares. Este processo é conhecido como
fixação do carbono
.Os açúcares produzidos são utilizados como fonte de energia para realização deligações químicas na síntese de moléculas orgânicas que são essenciais para a vidavegetal e dos seres que dela se alimentam.
 
Fig
ura 4 ± Equação r 
ep
ese
ntando o r 
es
ultado l
í
qu
i
do da
F
oto
ssí
nt
ese
 
Os animais utilizam os açúcares consumidos a partir dos seres fotossintetizantes (ouindiretamente) a fim de extrair energia para a realização das ligações químicasnecessárias para sua existência. A fotossíntese e a respiração são processos complementares. Isto significa que astrocas entre animais e plantas não são unidirecionais. Ou seja, as plantas dependemdos animais e vice-versa. Esta dependência existe porque os animais necessitam doO2 emitido pela fotossíntese das plantas para sobreviver, enquanto que as plantasnecessitam do CO2 emitido abundantemente pela respiração dos animais parasobreviver, formando assim um grande ciclo.
Fig
ura 5 ± E
s
qu
e
ma r 
ep
ese
ntando r 
e
lação
e
ntr 
e
 
F
oto
ssí
nt
ese
 
e
R
esp
i
ração
Os seres fotossintetizantes utilizam energia solar para produzir açúcares e outras moléculas orgânicas, que servem de alimentospara outros organismos (animais). Estes organismos utilizam o O
2
para formar CO
2
a partir da quebra dos açúcares (obtidos apartir dos seres fotossintetizantes), resultando em energia para as células animais.
 A seguir veremos um pouco mais sobre fotossíntese e respiração celular.
ENERGIA LUMINOSAAÚCARESENERGIA TÉRMICA
CO
2
 H
2
O
+ ++ +
AÇÚCARES EOUTRASMOLÉCULASORGÂNICAS
O
2
 H
2
ORESPIRAÇÃOAÇÚCARES + O
2
= H
2
O + CO
2
 
F
OTOSSÍNTESECO
2
+ H
2
O = O
2
+ AÇÚCARESCO
2
 ENERGIALUMINOSAO
2
 
PLANTASALGASALGUMAS BACTÉRIAS
CO
2
 O
2
 
A MAIORIA DOSORGANISMOS VIVOS
ENERGIA ÚTIL DELIGAÇÕES QUÍMICASH
2
O

Activity (32)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Antonio Maximo added this note
oi
Tereza Cristina liked this
Maise Franco liked this
Lucimara Rosa liked this
Bruno Torres liked this
Suelen Katlyn liked this
Uli Nascimento liked this
Matheus Almmeida liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->